Atrasos em exames deixaram vários doentes com cancro sem tratamento. Pelo menos um morreu

(dr) Hospital de São João

Vários doentes oncológicos nos hospitais de Faro e Portimão não receberam tratamento devido a uma burocracia financeira. A acusação foi feita por Cristóvão Norte, deputado do PSD.

Os casos aconteceram entre dezembro de 2018 e março de 2019 e, segundo o deputado social-democrata Cristóvão Norte, deveram-se ao facto de o IPO de Lisboa ter exigido garantias de pagamentos das análises médicas aos hospitais de Faro e de Portimão.

“Sabemos que há cinco casos em Portimão e um número não estimado de casos em Faro. Houve mais do que uma pessoa que veio a falecer sem conhecer o resultado das análises”, disse Norte em declarações à Rádio Renascença.

É estritamente necessário fazer análises para que seja aplicada uma terapia dirigida. No entanto, alguns doentes oncológicos destas unidades hospitalares nunca conheceram os resultados dos seus exames.

No período de três meses referido pelo deputado houve 26 análises que foram enviadas para o IPO de Lisboa, ficando sem se saber qual a quantidade que não obteve resposta ou que essa resposta foi tardia.

O deputado social-democrata explica que o problema será relacionado com problemas financeiros. Isto porque quando um hospital pretende que seja feita uma determinada análise, emite um termo de responsabilidade. Contudo, sem as verbas necessárias, isso não é possível.

“Segundo aquilo que foi possível apurar, o IPO rejeitou a realização atempada das análises, pois não tinha sido emitido o termo de responsabilidade”, contou Cristóvão Norte à Renascença.

Agora, a abertura de um inquérito pode estar a caminho. O deputado vai participar à Procuradoria-Geral de República as “provas contundentes” que tem conhecimento.

Ainda no mês passado, o deputado do PSD, Ricardo Baptista Leite, alertou que há doentes com cancro a esperarem o dobro do tempo máximo por cirurgias prioritárias. “

“No caso de doenças oncológicas, 35 unidades ultrapassam os tempos máximos de resposta garantida para cirurgias prioritárias, quatro das quais com atrasos no tempo de resposta igual ou superior a esse tempo máximo de 45 dias”, disse o social-democrata.

Segundo dados da PORDATA, com o passar dos anos, o cancro tem matado cada vez mais pessoas. Em 2017, representou um quarto das mortes causadas por doenças em Portugal. Um valor 2,7 vezes superior comparando com 1960 (9,3%).

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Mas porque é que escrevem logo em título que é burocracia? Não é isso! É a falta de dinheiro. São as cativações do Centeno. Mesmo com o investimento público reduzido a zero, não há dinheiro para a saúde.

  2. Primeiro foram as mais de 100 mortes nos incêndios por incompetência da geringonça. Agora são as mortes de doentes com cancro novamente por desleixo governamental.
    É caso para se dizer que o Partido Socialista é especialista tratar da saúde aos portugueses… trata-os de modo definitivo !

  3. *** Primeiro foram as mais de 100 mortes nos incêndios por incompetência da geringonça. Agora são as mortes de doentes com cancro novamente por desleixo governamental.
    É caso para se dizer que o Partido Socialista é especialista tratar da saúde aos portugueses… trata-os de modo definitivo !

  4. CONTINUEM A VOTAR NOS QUE LÁ ESTÃO PARA FAZER AS CATIVAÇÕES DURAR E DEPOIS NÃO SE QUEIXEM QUE ISTO PARECE A VENEZUELA MAS COM VESTIDO DE NOITE.

  5. Código Penal
    LIVRO II – Parte especial
    TÍTULO I – Dos crimes contra as pessoas
    CAPÍTULO VIII – Dos crimes contra outros bens jurídicos pessoais
    Artigo 200.º – Omissão de auxílio
    1 – Quem, em caso de grave necessidade, nomeadamente provocada por desastre, acidente, calamidade pública ou situação de perigo comum, que ponha em perigo a vida, a integridade física ou a liberdade de outra pessoa, deixar de lhe prestar o auxílio necessário ao afastamento do perigo, seja por acção pessoal, seja promovendo o socorro, é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias.
    2 – Se a situação referida no número anterior tiver sido criada por aquele que omite o auxílio devido, o omitente é punido com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa até 240 dias.
    3 – A omissão de auxílio não é punível quando se verificar grave risco para a vida ou integridade física do omitente ou quando, por outro motivo relevante, o auxílio lhe não for exigível.

  6. É o novo método preconizado pelo atual desgoverno para acabar com as listas de espera.
    E no desemprego fazem exatamente o mesmo. Limpam as inscrições dos desempregados sem nenhuma razão apenas para os números serem mais interessantes.

RESPONDER

"Toupeira" do Insight está a mover-se novamente

O módulo Insight da agência espacial norte-americana (NASA) usou o seu braço robótico para ajudar a sua sonda de calor, conhecida como "toupeira", a cavar quase 2 centímetros na semana passada. Embora modesto, este movimento …

A maioria das bruxas eram mulheres, porque a caça às bruxas servia para perseguir os fracos

Ao longo da história, "caça às bruxas" sempre foi um termo usado para ridicularizar tudo, desde investigações de agressões sexual a alegações de corrupção. Quando nos referimos a bruxas, geralmente não estamos a falar de mulheres …

Benfica 2 vs 1 Lyon | Merci beaucoup, monsieur Lopes!

O Benfica somou os primeiros três pontos na Liga dos Campeões 19/20, ao bater o Lyon por 2-1 em casa. Os “encarnados” entraram a vencer bem cedo, ameaçaram sucumbir à reacção visitante, mas, a cinco minutos …

Um ano depois do colapso, a ponte de Génova começa a ganhar uma nova vida

Génova está a reconstruir a ponte que, no ano passado, desabou e provocou 43 mortos. O novo projeto vai ter um caminho pedonal e um parque memorial para homenagear as vítimas deste desastre. No dia 14 …

"Capa de invisibilidade". Novo material permite ocultar objetos

A empresa canadiana fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionados com o Quantum Stealth. O material também é chamado de "capa de invisibilidade". O inventor dos quatro …

Jovem português quer ser o primeiro a dar a volta ao mundo numa moto de 125cc

O jovem português com o recorde de primeiro do mundo a percorrer a América do Sul numa moto de 125 centímetros cúbicos (cc) anunciou hoje que em 2020 tentará registar a mais longa volta ao …

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …