Atletas paralímpicos passam a ter prémios iguais aos dos olímpicos

A equiparação entre atletas olímpicos e paralímpicos, em termos de prémios por medalhas em grandes competições e recordes, foi concretizada através de portaria, que também atualiza os valores existentes.

As mudanças já tinham sido anunciadas na terça-feira pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, na comissão parlamentar de Desporto, e chegam em alguns casos aos 200% de atualização face aos valores que vigoraram até agora.

A partir de agora, uma medalha de ouro em Jogos Olímpicos vale 50 mil euros, mais 10 mil do que a verba da tabela anterior, ou seja, mais 25%. Já a mais nobre das medalhas paralímpicas avança dos 20 mil euros para os mesmos 50 mil, o que aqui representa um crescimento de 150%, de acordo com a Rádio Renascença.

As novas verbas estão discriminadas na portaria 332-A/2018, de 27 de dezembro, e já espelham o espírito de convergência entre atletas, tal como foi votado para o Orçamento de Estado no que toca a bolsas da participação e preparação desportiva.

Na Assembleia da República, Tiago Brandão Rodrigues destacara o “esforço” que a nova portaria representa, pelo aumento “de forma permanente” e “generalizado” dos prémios para os grandes eventos. “Aumentam os Mundiais, equiparam-se os Olímpicos e os Paralímpicos, aumentam-se os prémios, aumentam-se também as participações em Mundiais, em Europeus, as Universíadas duplicam”, sublinhou.

“Há cerca de três anos tivemos Jogos Europeus, que são no fundo os Jogos Olímpicos da Europa. Teremos nova edição em 2019, em Minsk, que também integrará este quadro, e isto é uma novidade”, acrescentou. Aqui, os prémios por medalhas serão de 10 mil, 5 mil e 2,5 mil euros.

Na prova mais relevante, os Jogos Olímpicos, os prémios eram 40 mil, 25 mil e 17,5 mil euros e crescem para 50 mil, 30 mil e 20 mil. Para o mesmo patamar avançam os prémios por medalhas paralímpicas, que estavam em 20 mil, 12,5 mil e 7,5 mil.

Praticamente todas as verbas são atualizadas de forma acentuada, com exceção dos recordes olímpicos, do mundo e da Europa, que permanecem em 15 mil para os dois primeiros e 10 mil para o último.

A maior subida – de 200% – dá-se nos campeonatos da Europa paralímpicos, em que o ouro passa de 5 mil para 15 mil.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tspiras vence moção de confiança com margem mínima

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, viu esta quinta-feira o parlamento aprovar um voto de confiança, dias depois de ter terminado a coligação que viabilizava o seu Governo. Com 151 votos favoráveis, dos 300 parlamentares, Tsipras viu …

Parlamento discute a legalização da canábis para fins recreativos

A legalização da canábis para uso recreativo é debatida esta quinta-feira no Parlamento, com BE e PAN a apresentarem projetos de lei idênticos, discordando apenas quanto aos locais de venda. O Bloco de Esquerda (BE) defende …

Estátua de diabo "alegre demais" divide moradores em Espanha

Uma estátua que representa o diabo foi criticada por ser "alegre demais" por moradores da cidade de Segóvia, em Espanha. A escultura de bronze, que ainda não foi instalada, foi criada em homenagem a uma lenda …

"Incapacidade e incompetência". Fenprof pede a Costa que substitua ministro da Educação

A Federação Nacional de Professores (Fenprof) defendeu esta quarta-feira que o primeiro-ministro substitua o ministro da Educação, devido à sua "incapacidade e comprovada incompetência política" para dirigir as negociações de recuperação de tempo de serviço …

Bombeiros protestam contra a proposta do Governo

De acordo com o sindicato, a proposta do Governo "significa uma desvalorização enorme na carreira". Além disso, critica a ideia de haver uma carreira única de sapadores e municipais nivelada por baixo. Bombeiros municipais e sapadores …

Há uma parte da Antártida que está a encolher (mas não era suposto)

Quando os cientistas falam sobre o derretimento da Antártida, geralmente estão a referir-se à Antártida Ocidental, onde gigantescos glaciares costeiros estão a derramar grandes quantidades de água. Mas, do outro lado das montanhas transantárticas a leste, …

A cor dos olhos pode explicar porque é que as pessoas ficam tristes no inverno

Tempo mais frio e noites mais longas fazem algumas pessoas sentir-se tristes. A isso, dá-e o nome de Transtorno Afetivo Sazonal (TAS). Embora o TAS seja uma forma reconhecida de depressão clínica, os especialistas ainda estão …

Há vida pós-LHC. CERN planeia acelerador de partículas dez vezes mais potente

O futuro da Física de Partículas começa a ganhar forma. O CERN (Laboratório Europeu de Física de Partículas) detalhou esta terça-feira os seus planos para o novo acelerador de partículas que irá suceder o Grande …

DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos

A DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos, uma forma de criar novos modelos de inteligência artificial eficientes, que poderiam ser usados para explorar a própria consciência. Ao contrário dos humanos, os insetos operam …

Bombas de Wendell e Bruno Fernandes apuram Sporting para meias da Taça

Remates de Wendell e de Bruno Fernandes decidiram o jogo a favor da equipa 'leonina', que na próxima fase da competição defronta o Benfica, numa eliminatória disputada a duas mãos. Numa primeira parte marcada pelo domínio …