Atentado na Turquia faz 8 mortos e mais de 100 feridos

#occupygezi

Protestos em Istambul, Turquia, em 2013

Pelo menos oito pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas esta sexta-feira, na sequência de um atentado à bomba em Diyarbakir, a principal cidade do sudeste da Turquia, de maioria curda.

O primeiro ministro turco, Binali Yildirim, responsabilizou a rebelião turca do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) pelo atentado.

“Até ao momento há oito mortos, entre os quais dois polícias. [O PKK] mostrou outra vez a sua face mais pérfida. (…) Fizeram explodir um carro cheio de explosivos”, declarou o primeiro-ministro.

A explosão ocorreu perto de uma prisão e de um edifício da polícia e afetou inúmeros carros e casas numa área de um quilómetro quadrado, segundo o gabinete do governador de Diyarbakir.

Ainda antes das declarações do primeiro-ministro, já as autoridades locais tinham indicado, em comunicado, que a explosão tinha sido causada “por um carro-bomba usado por membros da organização terrorista separatista”, numa referência ao PKK (que Ancara, os Estados Unidos e a União Europeia classificam como uma organização terrorista).

Dois residentes disseram à agência France Presse que viram um pequeno autocarro a explodir no exterior do edifício da polícia no distrito de Baglar.

A explosão ocorreu horas depois de a polícia ter detido líderes e deputados do principal partido pró-curdo do país, no âmbito de uma investigação por terrorismo relacionada com os rebeldes do PKK.

A polícia turca deteve na quinta-feira Selahattin Demirtas e Figen Yüksekdag, copresidentes do Partido Democrático dos Povos (HDP, esquerda e pró-curdo), a terceira força política no Parlamento.

Segundo os media locais, foram detidos, no total, onze deputados do HDP, acusado pelo poder turco de ser o “braço político” do PKK.

UE “extremamente inquieta” com detenções

A União Europeia está “extremamente inquieta” com a detenção de dirigentes e deputados pró-curdos na Turquia e já contactou Ancara a este respeito, declarou hoje a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

Numa nota divulgada no Twitter, Mogherini adiantou estar “extremamente inquieta com a detenção” de Selahattin Demirtas e Figen Yüksekdag.

A alta representante para a Política Externa e de Defesa da UE salientou ainda estar já “em contacto com as autoridades” turcas e ter convocado uma reunião dos embaixadores da UE em Ancara.

Yüksekdag foi detida na sua residência, em Ancara, enquanto Demirtas em Diyarbakir, a “capital” das regiões curdas.

Demirtas e Yüksekdag têm sido alvo de diferentes investigações nos últimos meses, mas esta foi a primeira vez que foram detidos.

O Parlamento turco aprovou em maio uma controversa reforma constitucional que implica o levantamento da imunidade aos deputados com processos judiciais.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …

Covid-19. México investiga mercado negro de atestados de óbito falsos

As autoridades da Cidade do México anunciaram que estão a investigar um suposto mercado negro de atestados de óbito relacionado com a covid-19, no dia em que o país registou 625 mortes nas últimas 24 …

Astrónomos descobrem "réplica" do Sol e da Terra a três mil anos-luz

O que diferencia esta descoberta de outros exoplanetas parecidos com a Terra é que a sua estrela tem uma semelhança impressionante com o nosso Sol. Entre os dados da missão Kepler, uma equipa de investigadores identificou …

Sem romarias e festas, milhares de famílias estão a entrar em falência

Milhares de famílias cujo rendimento depende das romarias e festas populares estão a atravessar sérias dificuldades económicas. Os prejuízos ultrapassam os 50 milhões de euros. A suspensão das festas populares e romarias religiosas em todo o …

Corpo de Maria Velho da Costa ficou 11 dias na morgue. Filho critica MP e fala em "massacre psicológico"

Os restos mortais da escritora Maria Velho da Costa, que faleceu a 23 de Maio, ficaram no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, durante 11 dias, sem que a família tivesse conhecimento de que já …

"Vocês são uns ingratos". Vieira arrasa equipa após empate com o Tondela

Luís Filipe Vieira foi ao balneário falar com os jogadores após o empate com o Tondela. O presidente benfiquista mostrou-se irritado e acusou os futebolistas de ingratidão. Depois do empate do SL Benfica com o CD …

Costa tirou o tapete ao seu "super-ministro" (que é cada vez mais candidato a líder do PS)

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, já foi um peso-pesado do Governo de António Costa, mas o primeiro-ministro desautorizou-o na discussão sobre o futuro da TAP, num claro sinal de que a "lua-de-mel" entre os …

Há dois candidatos na calha para suceder a Centeno. Siza Vieira fora da corrida

Pedro Siza Vieira era apontado como o favorito a suceder a Mário Centeno na pasta das Finanças, mas recusou essa possibilidade. Nelson de Souza e João Leão são agora os dois principais candidatos. Com a saída …

Ventura chega-se à "família Bolsonaro" e vai trabalhar com a extrema-direita europeia

O Chega de André Ventura tem mantido contactos internacionais, nomeadamente nos EUA e no Brasil, no sentido de estabelecer ligações que consolidem a sua força política. Terá mantido reuniões com elementos "próximos da família Bolsonaro" …

Surtos em Lisboa levam a que cirurgias e consultas não urgentes voltem a ser suspensas

O governo suspendeu novamente a atividade não urgente nos hospitais de Lisboa, Amadora, Sintra, Loures e Odivelas, devido à concentração de casos de covid-19, disse hoje à agência Lusa fonte do Ministério da Saúde. “As orientações …