Astrónomos detetaram o oxigénio mais antigo do Universo

Uma equipa internacional de astrónomos detetou a mais antiga emissão de oxigénio no Universo, a partir da observação de uma galáxia distante com concentrações abundantes de poeira cósmica, revelou esta quarta-feira o Observatório Europeu do Sul (OES).

A poeira cósmica (pequenas partículas de matéria formadas a partir da morte de gerações de estrelas mais antigas) é a base para a constituição de novas estrelas, dos planetas e das moléculas complexas, incluindo das que dão origem à vida. Atualmente abundante, a poeira interestelar era, no entanto, escassa nos primórdios do Universo, antes de as primeiras gerações de estrelas morrerem.

A equipa de astrónomos, liderada por Nicolas Laporte, da University College London, no Reino Unido, usou o maior radiotelescópio do mundo, o ALMA, e observou a emissão de oxigénio ionizado pela galáxia “A2744_YD4”.

Para os investigadores, trata-se da deteção mais distante, logo mais antiga, de oxigénio no Universo, de acordo com um comunicado do OES, organização astronómica da qual Portugal faz parte e que gere o ALMA.

A “A2744_YD4” é a galáxia mais distante e jovem captada pelo ALMA, quando o Universo tinha 600 milhões de anos e as primeiras estrelas e galáxias estavam a formar-se.

Segundo o grupo de astrónomos, a deteção de muita poeira interestelar na “A2744_YD4” indicia que supernovas (explosões de estrelas moribundas) mais antigas “devem ter contaminado esta galáxia”.

Para os cientistas, a observação de poeira cósmica no Universo primitivo fornece nova informação sobre o momento em que ocorreram as primeiras explosões estelares e as estrelas quentes, as brilhantes, tiraram o Universo das trevas.

A determinação do tempo da ‘aurora cósmica’ é vista como um ‘Santo Graal’ para a astronomia moderna e pode ser procurada indiretamente através do estudo da poeira interestelar (composta essencialmente por silício, carbono e alumínio) mais antigo.

As observações da “A2744_YD4” com o ALMA foram possíveis porque a galáxia está por detrás do aglomerado de galáxias “Abell 2744”, que atuou como um ‘telescópio cósmico gigante’, ampliando a “A2744_YD4”, um fenómeno chamado lente gravitacional (formada devido a uma distorção no espaço-tempo, causada por um corpo de grande massa entre uma estrela e um observador).

Os astrónomos estimam que a galáxia “A2744_YD4” tenha uma quantidade de poeira cósmica equivalente a seis mil milhões de massas solares e uma massa estelar de dois mil milhões de massas solares.

A equipa descobriu que estão a formar-se estrelas na galáxia a uma média de 20 massas solares por ano (na Via Láctea, a média é de uma massa solar por ano), o que pode explicar por que a poeira cósmica se formou tão rapidamente na “A2744_YD4”.

// Lusa

RESPONDER

Antigos romanos de Pompeia podem ter morrido envenenados pela água

Uma análise química feita a um cano de água do abastecimento da antiga cidade romana de Pompeia detectou a presença de antimónio em altas concentrações, o que leva os investigadores a concluir que os habitantes …

Pais da portuguesa desaparecida em Barcelona chamados a verificar identidade

Os pais da jovem portuguesa dada como desaparecida em Barcelona esta quinta-feira foram chamados pelas autoridades espanholas para verificarem a identidade de uma das vítimas no Instituto Forense, disse à Lusa o secretário de Estado …

Negócio de bunkers em crescimento devido à tensão com a Coreia do Norte

O aumento da tensão com a Coreia do Norte fez crescer o interesse pelos abrigos nucleares subterrâneos e em reforçar os protocolos de segurança na costa oeste dos Estados Unidos, a mais próxima de Pyongyang …

Adolescente convence presidente de Câmara a obrigar casas a ter painéis solares

Delaney Reynolds, adolescente norte-americana com 16 anos, conseguiu convencer o presidente da Câmara de South Florida a instalar painéis solares ou telhados verdes em todas as casas do Estado. A jovem adolescente ouviu falar na lei …

Matou-os a (quase) todos: quatro dos cinco terroristas foram mortos pela mesma agente

Podia ser apenas um filme de ação, mas aconteceu mesmo: sem olhar a medos, uma agente da polícia catalã disparou contra os atacantes quando estes se dirigiam a ela de facas, machados, machetes, cutelos e …

Serviços Secretos investigam senadora que "esperava que Trump fosse assassinado"

A senadora de Estado do Missouri, Maria Chappelle-Nadal, está a ser investigada pelos serviços secretos norte-americanos, depois de ter publicado um comentário no Facebook onde dizia que esperava que Donald Trump fosse assassinado. Segundo o St. …

Polícia detém suspeito de esfaqueamento em massa na Finlândia

A polícia finlandesa disparou sobre o suspeito que terá esfaqueado várias pessoas na cidade de Turku. Foi feita uma detenção. Há dois mortos e seis feridos. A polícia finlandesa abateu um homem suspeito de ter esfaqueado …

Terroristas de Barcelona preparavam grande atentado (mas a bomba explodiu em casa)

Os autores dos atentados de Barcelona e Cambrils, que provocaram pelo menos 14 mortos e 135 feridos, estavam a preparar uma ação de "grande envergadura", afirmou hoje em conferência de imprensa o porta-voz da polícia …

Greve dos SEF pode afetar 30 mil passageiros e 85 voos

A greve dos inspetores dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras que está marcada para os dias 24 e 25 - quinta e sexta-feira - da próxima semana, pode deixar em terra até 30 mil passageiros …

André Ventura defende prisão perpétua e trabalho obrigatório para os presos

André Ventura, o polémico candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, confessa-se "um defensor acérrimo da prisão perpétua" e diz que "o trabalho em prol da sociedade deve ser uma obrigação dos presos". Ideias defendidas …