Astrónomos descobrem a mais antiga colisão de galáxias conhecida

National Astronomical Observatory of Japan

Uma equipa internacional de investigadores descobriram o exemplo mais antigo de uma colisão entre duas galáxias. A luz dessa fusão teve de viajar durante 13 mil milhões de anos para chegar até nós, uma vez que foi produzida apenas algumas centenas de milhões de anos após o Big Bang.

O sistema é conhecido como B14-65666. Os astrónomos usaram o observatório ALMA (Atacama Large Millimeter / submillimeter Array) para estudá-lo e detetaram oxigénio, carbono e poeira. Este é o objeto mais antigo em que foram detetados sinais para todos os três. Os resultados são publicados na revista Publications of the Astronomical Society of Japan.

Estes sinais trazem informações complementares sobre a dinâmica e as estruturas de B14-65666. O sistema foi previamente observado usando o Telescópio Espacial Hubble. Foram identificadas duas manchas de estrelas. Os dados do ALMA mostraram que são parte do mesmo sistema, mas movem-se em velocidades diferentes, sugerindo fortemente que estamos a ver duas galáxias em conflito.

“Com dados ricos do ALMA e HST, combinados com análise de dados avançada, poderíamos juntar as peças para mostrar que B14-65666 é um par de galáxias em fusão na era mais antiga do universo”, disse Takuya Hashimoto, autor do estudo, em comunicado. “A deteção de ondas de rádio de três componentes num objeto tão distante demonstra claramente a alta capacidade do ALMA para investigar o Universo distante.”

A equipa estima que as duas galáxias tenham 10% das estrelas encontradas atualmente na Via Láctea. Mas são muito mais ativas, produzindo cem vezes mais estrelas por ano do que a nossa galáxia. Esta é outra característica de uma fusão ativa. Quando as galáxias colidem, gás é comprimido e o sistema experimenta explosões de formação estelar.

Fusões são um passo fundamental na evolução das galáxias. A Via Láctea experimentou várias no passado e experimentará mais no futuro, quando a Andrómeda colidir com ela em alguns milhares de milhões de anos. Para entender melhor como são as galáxias agora, precisamos sw estudar como poderiam ter sido no passado. É por isso que um objeto como B14-65666 é tão importante.

“O nosso próximo passo é procurar nitrogénio, outro elemento químico importante, e até mesmo a molécula de monóxido de carbono”, acrescentou o co-autor Akio Inoue, da Universidade de Waseda. “Em última análise, esperamos entender observacionalmente a circulação e a acumulação de elementos e materiais no contexto da formação e evolução das galáxias.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberto fóssil de macaco que viveu há 4,2 milhões de anos no Quénia

Uma equipa internacional de investigadores descobriu restos fósseis de um pequeno macaco que viveu no Quénia há 4,2 milhões de anos. Os responsáveis pela investigação, que será publicada na revista Journal of Human Evolution, são cientistas …

Air France acusada de negligência no desastre do voo Rio de Janeiro-Paris

A justiça francesa acusou a Air France de negligência, na sequência da investigação ao acidente aéreo do voo Rio de Janeiro-Paris, que causou 228 mortos em 2009, confirmou esta quarta-feira a AFP. O Ministério Público considerou …

Governo "está preparado” para eventual greve dos camionistas

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, disse esta quarta-feira que “não perdeu as esperanças no esforço de conversação” com os representantes dos camionistas, mas garantiu que “o Governo está preparado para o que vier …

Carga misteriosa e contradições nos passageiros. Revelados novos dados sobre o MH370

A França é o único país que continua a investigar o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines em Março de 2014. E emergem novos dados sobre o que apuraram os magistrados envolvidos no caso, …

Foi avistada uma alforreca gigante no Reino Unido

A alforreca gigante, a maior alguma vez encontrada em águas britânicas, foi avistada na Cornualha, no Reino Unido, no sábado, por uma bióloga e repórter da BBC. Segundo o Washington Post, a criatura foi avistada, no …

Montepio condenado a ressarcir cliente que culpou de ataque informático

O Tribunal da Relação de Guimarães condenou o banco Montepio a pagar a uma cliente de Barcelos os 28.596 euros que em quatro dias foram retirados da sua conta, na sequência de ataque informático. Por acórdão …

Crew Dragon. Já se sabe o que causou a misteriosa explosão da nave da SpaceX

A NASA e a SpaceX explicaram, finalmente, o motivo da explosão da nave espacial Crew Dragon. Apesar de terem sido divulgadas imagens da explosão, nenhuma das agências explicou as razões do desastre. As imagens da nave …

Turistas britânicos encorajados a afixar cartazes de Maddie durante as férias

Turistas britânicos com viagens marcadas para o estrangeiro estão a ser encorajados a levar cartazes de Madeleine McCann pela campanha oficial lançada pelos pais para encontrar a criança inglesa desaparecida em Portugal em 2007. “Vai de …

Crianças preferem ser YouTubers do que astronautas

A maioria das crianças entrevistadas prefere mais ser YouTuber do que ser astronauta. De uma lista de cinco profissões, a de cosmonauta foi a menos escolhida entre crianças americanas e britânicas. Há 50 anos, a ida …

Estamos a perder 10 piscinas olímpicas por hora. Setor da água precisa de 4 mil milhões de investimento

A AEPSA, que junta os concessionários privados que distribuem água canalizada a 20% da população portuguesa, quer estabilidade regulatória e legislativa, nomeadamente com a alteração do regime de gestão das empresas municipais. O presidente da AEPSA, …