Um asteróide do tamanho de uma casa passou hoje pela Terra

O asteróide 2012 TC4 passou esta quinta-feira perto da Terra, a um oitavo da distância do nosso planeta à Lua. À escala cósmica, é um fio de cabelo. Mas com “apenas” o tamanho de uma casa, o 2012 TC4 era um asteróide… inofensivo.

O asteróide 2012 TC4 tem 13 metros de diâmetro, pelo que é considerado pequeno, o que significa que, mesmo no momento em que esteve à sua menor distância da Terra – 43 mil quilómetros – foi necessário um telescópio bastante potente para o poder observar.

O pequeno asteróide foi descoberto em 2012 pelo telescópio Pan-STARRS, do observatório Haleakala, da agência espacial norte-americana NASA, no Havai. No entanto, pouco tempo depois, o 2012 TC4 desapareceu do alcance dos telescópios terrestres.

Com a ajuda do Astro-Model, um instrumento de modelação de processos e fenómenos espaciais, cientistas da Universidade Federal Báltica de Immanuel Kant, na Rússia, traçaram a trajectória do 2012 TC4 e estudaram-no. Passou perto da Terra, mas não houve qualquer risco. Não foi este, certamente, o asteróide do fim do mundo.

Também a NASA confirma: não havia motivo para alarme. Mesmo que o asteróide chegasse a entrar na atmosfera terrestre – o que nunca esteve perto de acontecer -, seria fragmentado e apenas um pequeno meteorito, do tamanho do que caiu em Chelyabinsk em 2013, atingiria o solo.

Ainda assim, recorde-se que o impacto do meteorito de Chelyabinsk libertou uma energia equivalente a várias bombas atómicas, tendo causado 1300 feridos – a maior parte dos quais, com pequenos cortes provocados pelos estilhaços de vidros de janelas partidas.

À meia-noite, o 2012 TC4 passou a 43 mil quilómetros do nosso planeta. Em dimensões espaciais, é muito, muito perto: por comparação, a distância entre a Terra e a Lua é oito vezes maior.

Não é todos os dias que corpos celestes passam tão perto. Segundo o JPL, da NASA, a probabilidade de impacto era praticamente nula, mas havia uma probabilidade muito baixa de que o corpo celeste se aproximasse a apenas 11 mil km da superfície da Terra.

Este é o segundo dos cinco asteróides conhecidos que passam perto da Terra por estes meses, e que deixaram os astrónomos de olhos no céu. Mas como diz Ron Baalke, astrónomo principal da NASA, o que preocupa mesmo os cientistas são os asteróides que não conhecemos.

PARTILHAR

RESPONDER

Emissões que estão a destruir camada de ozono vêm de duas províncias da China

A produção do clorofluorocarboneto (CFC) 11 foi proibida em todo o mundo em 2010. Mas, em 2018, verificou-se que a taxa de declínio do CFC tinha abrandado cerca de 50% desde 2012, o que significava …

O Japão fez um pedido ao mundo: Digam corretamente o nome do primeiro-ministro

Num momento em que se preparam uma série de eventos importantes no Japão, como a cimeira G20 e os Jogos Olímpicos de verão 2020, o ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Taro Kono, fez um pedido …

Ministério Público pede libertação do antigo líder da Juve Leo

O Ministério Público pediu esta sexta-feira a libertação de Fernando Mendes, antigo líder da claque do Sporting Juventude Leonina, justificando o pedido com o grave problema de saúde que enfrenta. Fernando Mendes foi detido a 7 …

Entender o que as pessoas mais temem pode ajudar a prevenir desastres naturais

Entender o que preocupa as pessoas é crucial para enfrentar perigos naturais e para a mitigação dos seus efeitos. Segundo uma análise avançada na quinta-feira, para evitar desastres, a população local, as autoridades municipais e …

Afinal, foi Banksy. Artista confirma autoria de mural em Veneza

O artista Banksy deixou a sua marca em Veneza ao pintar um mural sobre os migrantes no Mediterrâneo, uma certeza que chegou esta sexta-feira através do Instagram do artista, depois das suspeitas levantadas na semana …

"Engarrafamento" no Evereste. Já morreram cinco pessoas

Um norte-americano de 54 anos e uma mulher indiana morreram na quarta-feira na descida do monte Evereste, num dia que ficou marcado por um "engarrafamento" na montanha mais alta do mundo. O alpinista Nirmal Purja …

Se as europeias se disputassem nas redes sociais, ganharia o PAN

Se as eleições europeias, que se realizam no próximo domingo, fossem disputadas nas redes sociais, o Partido das Pessoas, Animais e Natureza, cuja lista é encabeçada por Francisco Guerreiro, teria fortes probabilidades de vencer. A …

Japão. Aplicação que protege as vítimas de assédio nos metros descarregada em número recorde

As mulheres no Japão estão a descarregar a aplicação Digi Police em número recorde. Trata-se de uma aplicação gratuita para 'smartphones', criada pela Polícia Metropolitana de Tóquio com o intuito de proteger as vítimas de …

Explosão em Lyon faz pelo menos oito feridos. Macron fala em "ataque"

Uma explosão de origem desconhecida numa rua pedonal do centro da cidade de Lyon, no leste de França, fez esta sexta-feira pelo menos oito feridos, noticiou a agência AFP. A Reuters adianta que serão dez …

Jesus foi abordado por clubes portugueses (mas só volta para disputar títulos)

O treinador português Jorge Jesus, que em janeiro deixou o comando técnico do  Al Hilal da Arábia Saudita, confirmou ter sido abordado por dois clubes portugueses, não adiantando os nomes dos emblemas.  Em declarações à SportTV …