Assessor do ministro da Educação usa meios do Estado em negócios privados

Tiago Petinga / Lusa

O Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues

O assessor Lino Teixeira, que integra o gabinete do ministro da Educação, recorre ao telemóvel do Ministério para exercer a actividade profissional de gerente de uma empresa de comunicação, segundo apurou o jornal i.

De acordo com o jornal i, Lino Teixeira presta “serviços de consultoria e de assessoria de comunicação a várias entidades”, incluindo algumas que recebem fundos públicos, enquanto trabalha no Ministério da Educação.

O jornal frisa que o assessor do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, “usa o telemóvel do Ministério da Educação“, que é pago pelo Estado, “para estabelecer os contactos”.

Lino Teixeira é proprietário e gerente de uma empresa de assessoria e consultoria de comunicação no Porto, a “Há Festa no Largo”, que presta serviços a várias entidades que recebem financiamento do Estado – são os casos da Câmara de Braga, do Theatro Circo, na mesma cidade, e dos Encontros da Imagem, um festival de fotografia bracarense.

Contactado pelo i, o gabinete de Tiago Brandão Rodrigues não fala em concreto do caso, mas sublinha que “não existe qualquer razão que justifique que o técnico especialista cesse as respectivas funções”.

A mesma fonte frisa que o Ministério irá solicitar um “novo número de serviço” para que o assessor possa continuar a usar, na sua actividade profissional privada, “o número de telefone que já era o que usava há vários anos, muito antes de iniciar funções no gabinete”.

Quanto à despesa paga pelo Ministério, que incluirá as chamadas da actividade privada de Lino Teixeira, o gabinete de Tiago Brandão Rodrigues realça que este pagará “qualquer eventual facturação adicional de comunicações”.

Lino Teixeira começou por ser nomeado adjunto pelo ministro da Educação, mas esse estatuto obrigaria a que tivesse que assumir a função em regime de exclusividade.

Assim, Tiago Brandão Rodrigues acabou por indicá-lo como técnico especialista, cargo que lhe permite conciliar o trabalho no Ministério com a actividade privada, recebendo “80% do vencimento de um adjunto, o que representa 1.400 euros líquidos”, refere o i.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Infelizmente, nada de anormal naquilo que é a “gestão” (leia-se roubo) do que é de todos nós.
    O que me espanta é a crescente normalidade com que as entidades responsáveis encaram estes casos, quando devia ser exactamente ao contrário.
    Será que o roubo e saque estão instituídos na função e gestão públicas???

RESPONDER

"Síndrome do Inverno." Investigadores na Antártida em estado de hibernação psicológica

Os investigadores da Antártida entram em estado de "hibernação psicológica" para lidar com o stress provocado pela escuridão constante e o isolamento típicos do inverno a latitudes extremas. Passar longos períodos de tempo em isolamento e …

Cientistas revelam pela primeira vez como é o polo norte do Sol

Embora existam muitas missões da Agência Espacial Europeia (ESA) com o objetivo de analisar o nosso astro, a maioria das sondas tem focado as suas observações nas regiões equatoriais, deixando os polos relativamente inexplorados - …

Sporting vs Aves | Furacão Keizer volta a atacar

O Sporting deu seguimento ao bom momento que atravessa e goleou o Desportivo das Aves, no Estádio José Alvalade, por 4-1. Os visitantes até marcaram primeiro, mas dois golos no final da primeira parte e …

Ratos e pombos estão a substituir espécies emblemáticas

Animais como ratos e pombos estão a tomar o lugar de outros, como tigres, que apenas conseguem sobreviver em certos habitats. A agricultura e a construção está a favorecer as mesmas espécies em todos os …

Em sete anos, Comissão de Ética não advertiu um único deputado

Nos últimos sete anos, a Comissão de Ética foi chamada a pronunciar-se 52 vezes sobre incompatibilidades e impedimentos de deputados, mas nunca encontrou nenhuma. Segundo o Diário de Notícias, nas duas últimas legislaturas, a subcomissão parlamentar …

Pai castiga filha por praticar bullying e obriga-a a ir a pé para a escola

Depois de ter sido suspensa da escola por bullying, o pai de Kristen decidiu dar-lhe uma lição: castigou a filha obrigando-a a percorrer oito quilómetros até à escola. Kristen gozava com os colegas da escola. À …

Professora disse aos alunos que o Pai Natal não existia. Foi despedida

Uma professora substituta, numa cidade americana, já não vai voltar a ser chamado para dar aulas - além do Pai Natal, também "matou" o Coelhinho da Páscoa e a Fada dos Dentes. Por todo o país, …

Dinossauro desconhecido estava escondido em opalas da Austrália

Opalas encontradas por mineiros numa área deserta da Austrália acabaram por ser fragmentos de fóssil de uma espécie de dinossauro desconhecida até agora. Batizado como Weewarrasaurus pobeni, em honra do campo de opalas Wee Warra, que …

Descoberta espécie de salamandra que respira através de "árvores de Natal"

Uma equipa de biólogos norte-americanos identificou uma nova espécie de salamandra num anfíbio que, até agora, só foi encontrado em três locais nos estados norte-americanos da Flórida e do Alabama.  De acordo com a Universidade Estadual …

O maior puzzle do Mundo é uma ilha congelada na Rússia

Localizado entre o Oceano Ártico e os mares gelados do norte da Sibéria, o aglomerado de rochas, conhecidas como as Ilhas da Nova Sibéria, é frio e remoto. As ilhas são uma tela quase desabitada coberta …