As eleições foram repetidas em Istambul. Erdogan voltou a perder (e por mais)

Daniel Kopatsch / EPA

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan

O candidato da oposição Ekrem Imamoglu ganhou hoje de novo as eleições municipais em Istambul, após a anulação de uma primeira votação, infligindo ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, o pior revés eleitoral em 17 anos.

Segundo resultados preliminares divulgados pela agência Anadolu, quando estão contados cerca de 99% dos votos, Ekrem Imamoglu obteve 54,03% dos votos contra 45,09% do candidato apoiado por Erdogan, o antigo primeiro-ministro Binali Yildirim.

Estas eleições decorreram quase três meses após as municipais de 31 de março, ganhas também por Imamoglu, mas por apenas 13.000 votos, quando hoje terá obtido uma vantagem de 777 mil votos em relação ao seu rival.

O resultado das eleições de março foi invalidado depois de um recurso do partido islamo-conservador do presidente, AKP, que alegou irregularidades. O partido de Erdogan conseguiu na altura anular as eleições alegando que haviam participado pessoas que tinham sido banidas de o fazer e que milhares de nomes haviam sido retirados ilegalmente.

Erdogan já felicitou o candidato da oposição, assinalando que aceita o resultado das eleições. “Felicito Ekrem Imamoglu, que ganhou as eleições, de acordo com resultados não oficiais”, afirmou Erdogan numa mensagem na rede social ‘Twitter’, horas após a divulgação dos resultados que apontavam o candidato da oposição como vencedor.

Antes desta mensagem, Binali Yildirim já tinha reconhecido publicamente a derrota nas urnas e também felicitou o seu adversário. Por sua vez, Imamoglu considerou que a vitória marca “um novo começo para a Turquia” e convidou Erdogan “a trabalhar em conjunto para servir Istambul”.

“Agora temos que abrir uma nova página em Istambul, todos juntos, com justiça, tolerância e igualdade. Quero esquecer os ataques e a linguagem agressiva usada contra mim e contra a minha família”, afirmou, acrescentando que está disposto “a trabalhar em sintonia” com Erdogan.

Estas eleições locais e municipais foram as primeiras desde que Erdogan assumiu poderes extraordinários como Presidente, com a nova Constituição, no ano passado – desapareceu a figura do primeiro-ministro e todo o poder é agora do chefe de Estado.

Por esse motivo, estas eleições eram consideradas um barómetro do apoio ao Governo. Cerca de 57 milhões de eleitores turcos foram chamados a votar em mil presidentes de câmara e 30 presidentes de outras tantas áreas metropolitanas.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia.
    Cerca d e9% de diferença não se pode considerar esmagador mesmo considerando a “limpeza” de pessoas e registos eleitorais. Os 45% de apoiantes é preocupante.
    Saber os resultados nacionais também será interessante.
    Espero a actualização desta ou o surgimento de outra notícia com esses dados.

    De qualquer modo pouca coisa muda de fundo. Como se noticia “todo o poder é agora do chefe de Estado”.
    Cumprimentos

RESPONDER

DiCaprio explica como reverter a crise climática

Ice on Fire é um documentário HBO produzido e narrado pelo ator norte-americano Leonardo DiCaprio que retrata a atual crise climática. A grande produção foi discutida esta segunda-feira em Lisboa, onde se falou do contexto …

Descoberto fóssil de macaco que viveu há 4,2 milhões de anos no Quénia

Uma equipa internacional de investigadores descobriu restos fósseis de um pequeno macaco que viveu no Quénia há 4,2 milhões de anos. Os responsáveis pela investigação, que será publicada na revista Journal of Human Evolution, são cientistas …

Air France acusada de negligência no desastre do voo Rio de Janeiro-Paris

A justiça francesa acusou a Air France de negligência, na sequência da investigação ao acidente aéreo do voo Rio de Janeiro-Paris, que causou 228 mortos em 2009, confirmou esta quarta-feira a AFP. O Ministério Público considerou …

Governo "está preparado” para eventual greve dos camionistas

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, disse esta quarta-feira que “não perdeu as esperanças no esforço de conversação” com os representantes dos camionistas, mas garantiu que “o Governo está preparado para o que vier …

Carga misteriosa e contradições nos passageiros. Revelados novos dados sobre o MH370

A França é o único país que continua a investigar o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines em Março de 2014. E emergem novos dados sobre o que apuraram os magistrados envolvidos no caso, …

Foi avistada uma alforreca gigante no Reino Unido

A alforreca gigante, a maior alguma vez encontrada em águas britânicas, foi avistada na Cornualha, no Reino Unido, no sábado, por uma bióloga e repórter da BBC. Segundo o Washington Post, a criatura foi avistada, no …

Montepio condenado a ressarcir cliente que culpou de ataque informático

O Tribunal da Relação de Guimarães condenou o banco Montepio a pagar a uma cliente de Barcelos os 28.596 euros que em quatro dias foram retirados da sua conta, na sequência de ataque informático. Por acórdão …

Crew Dragon. Já se sabe o que causou a misteriosa explosão da nave da SpaceX

A NASA e a SpaceX explicaram, finalmente, o motivo da explosão da nave espacial Crew Dragon. Apesar de terem sido divulgadas imagens da explosão, nenhuma das agências explicou as razões do desastre. As imagens da nave …

Turistas britânicos encorajados a afixar cartazes de Maddie durante as férias

Turistas britânicos com viagens marcadas para o estrangeiro estão a ser encorajados a levar cartazes de Madeleine McCann pela campanha oficial lançada pelos pais para encontrar a criança inglesa desaparecida em Portugal em 2007. “Vai de …

Crianças preferem ser YouTubers do que astronautas

A maioria das crianças entrevistadas prefere mais ser YouTuber do que ser astronauta. De uma lista de cinco profissões, a de cosmonauta foi a menos escolhida entre crianças americanas e britânicas. Há 50 anos, a ida …