Francês arrancou cabeça a um pombo em Lisboa. É “macabro, mas não é crime”

Jolly Janner / wikimedia

Pombos na Praça do Comércio, em Lisboa

Um homem de nacionalidade francesa irritou-se com os pombos da praça do Rossio, em Lisboa, que roubaram batatas fritas ao seu filho de 3 anos, e esmurrou e decapitou um deles à frente de outras crianças. Mas “não há crime nenhum, por mais macabro que possa parecer”, salienta fonte da PSP.

O caso foi relatado nas redes sociais e ocorreu no passado dia 22 de Julho numa esplanada de um restaurante na praça do Rossio, em Lisboa, onde são habituais os bandos de pombos.

“A certa altura os pombos atacaram as batatas fritas da criança e o pai começou ao soco aos pombos e agarrou num e com grande violência arrancou a cabeça ao animal e jogou no chão”, conta a utilizadora do Facebook Susana Almeida.

Esta mulher presenciou o momento e diz que a filha de 12 anos, com quem estava a almoçar na mesma esplanada, “começou a chorar assim que viu o sangue espalhado sobre as mesas e chão”.

“Eu comecei aos gritos com o homem e a impedi-lo de se ir embora, pois ia chamar a polícia”, relata ainda, questionando “como pode um pai agir desta forma à frente do filho” e “à frente de outras crianças”.

Susana Almeida ainda escreve que “o sujeito foi levado para a esquadra da polícia”, mas a PSP nega essa informação.

Lei só defende animais de estimação e espécies protegidas

Uma fonte da PSP de Lisboa confirma o incidente ao Observador, salientando que “houve uma denúncia, feita por uma funcionária de um restaurante”, e que os agentes foram ao local.

“O homem, de nacionalidade francesa, foi identificado mas, como não há crime nenhum, por mais macabro que possa parecer, não foi levado à esquadra”, salienta a mesma fonte.

As agressões contra animais só são crime nos casos de animais de companhia ou de espécies protegidas, como explica ao Público a provedora dos Animais de Lisboa, Marisa Quaresma dos Reis.

Sobre o incidente com o pombo no Rossio, esta responsável fala de um “acto gratuito de agressão” e considera que “os maus tratos a animais estão também associados a um carácter violento também contra as pessoas”.

Marisa Quaresma dos Reis lembra ainda o caso de um jovem de 26 anos que, em 2019, foi condenado a uma multa de 900 euros por ter esmagado um hamster até à morte com as mãos. Naquele caso, como era um animal de estimação, foi possível haver condenação.

Mas a actual lei de protecção dos animais não implica sanções para os outros casos.

É proibido, mas pode-se fazer. Não há coima, nenhuma multa, nem nunca vai ser condenado a pena de prisão”, realça Marisa Quaresma dos Reis, defendendo que é preciso “alargar a legislação para proteger também todos os outros animais”.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A legislação deveria ligar ao contexto do acto em si e não à questão propriamente animal. Os pombos são conhecidos como as “ratazanas do ar”. Sim claro… devemos proteger pombos, ratazanas e todos os outros animais. Portanto, somos todos esquizofrénicos quando pensamos em extermina-los. Quando compramos uma ratoeira, por exemplo. Lol… Só espero que olhem para o conceito de “praga” quando o fizerem. Ganhem juízo, pá….

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …