Arqueólogos descobrem um Super-henge perto de Stonehenge

Roel Wijnants / Flickr

-

Arqueólogos britânicos descobriram vestígios de um enorme círculo de pedras, muito maior do que Stonehenge, na mesma região do monumento arqueológico, no sul da Grã-Bretanha.

O “Super-henge” descoberto era composto por cerca de 60 pedras enormes, que formavam uma circunferência de 1,5 km de diâmetro.

O diâmetro do círculo exterior de Stonehenge é de cerca de 110 metros – 14 vezes mais pequeno.

Além desta enorme estrutura, a equipa de arqueólogos britânicos e alemães identificou ainda um conjunto de outros monumentos na região circundante.

Após quatro anos de investigação, os cientistas traçaram um mapa detalhado das estruturas, localizadas numa vasta área à volta de Stonehenge.

Os investigadores descobriram que o icónico círculo de pedras fazia parte de uma enorme área de importância religiosa, com pelo menos 17 outros monumentos e estruturas arqueológicas.

“Costumamos imaginar Stonehenge da forma como a vemos hoje, isolado no seu esplendor”, diz à BBC o coordenador da pesquisa, Vincent Gaffney, da universidade de Birmingham.

“Mas, na verdade, Stonehenge fazia parte de uma série de monumentos, quase todos mais pequenos, mas que faziam parte da paisagem circundante”, acrescenta o cientista.

Ludwing Boltzam Institute, University of Birmingham / Microsoft

Stonehenge não estava sozinho. Pelo contrário, fazia parte de uma rede de inúmeras estruturas arqueológicas.

Stonehenge não estava sozinho. Pelo contrário, fazia parte de uma rede de inúmeras estruturas arqueológicas.

A descoberta foi feita recorrendo a um conjunto de técnicas de monitorização com as quais foi criado um mapa tridimensional de uma área de 12 quilómetros quadrados.

As técnicas usadas permitiram aos arqueólogos “ver através da terra”, conseguindo analisar dados até 3 metros debaixo do solo, criando condições para a descoberta de novos vestígios.

Rituais

Entre as 17 estruturas encontradas está uma construção de madeira de 33 metros de comprimento, construída há cerca de 6 mil anos, que teria sido usada para rituais de cremação e outras práticas relacionadas.

“A construção tem três fileiras de pilares de sustentação. Mede cerca de 300 metros quadrados e tem uma forma levemente trapezoidal”, diz Wolfgang Neubauer, director do Instituto Ludwig Boltzmann e membro da equipa de arqueólogos.

“A estrutura ser trapezóide é um facto interessante porque, na mesma época, cerca de 100 ou 200 anos antes, podia-se encontrar este tipo de estrutura construídas com megalitos, ou pedras gigantes”, acrescenta.

DR / BBC

-

Como as construções são separadas por séculos, os cientistas não acreditam que as estruturas à volta de Stonehenge tenha sido planeadas como um único complexo.

“As estruturas foram guiando os construtores. Uma vez que algumas das construções já existiam, as outras eram construídas à volta”, afirma o professor Gaffney.

Segundo Gaffney, a investigação ajuda a entender como as outras estruturas estavam relacionadas com Stonehenge.

E afinal o que é Stonehenge?

Quando o assunto são os círculos de pedra, a derradeira questão é sempre a mesma. O que significam?

A resposta do arqueólogo é filosófica.

“A pergunta está errada. O que significam para quem? O significado de Stonehenge muda constantemente através dos tempos”, diz Gaffney.

“Até hoje, ele tem um significado para os milhares de pessoas que vão celebrar os solstícios todo ano.”

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …