Arguido do caso Lava Jato detido em Portugal foi posto em liberdade

(dr) gallery.brasilenergia.com

Raul Schmidt Felippe Junior, operador financeiro luso-brasileiro detido no âmbito da Operação Lava Jato

Esta quinta-feira, o empresário Raul Schmidt, detido em Portugal a 3 de fevereiro por ser arguido na chamada operação Lava jato, no Brasil, foi libertado.

Raul Schmidt, operador financeiro luso-brasileiro detido em Portugal no âmbito da Operação Lava Jato, foi posto em liberdade pelo Tribunal da Relação de Lisboa.

“O cidadão português de origem Raul Schmidt Filipe Júnior foi hoje posto em liberdade, na sequência de incidente suscitado pela sua defesa, com vista a que os tribunais portugueses não executem a sua extradição para o Brasil, sem antes apreciarem e decidirem se, enquanto nacional português de origem, o mesmo pode ser extraditado para aquele país, que não extradita brasileiros de origem”, refere um comunicado da defesa do empresário enviado à Lusa.

De acordo com o Diário de Notícias, a justiça brasileira pretende que Schmidt seja extraditado para o Brasil, onde é suspeito de branqueamento de capitais, corrupção e organização criminosa.

Por sua vez, a defesa do arguido alega que “enquanto nacional português de origem” não deve ser extraditado para o Brasil, “país que não extradita brasileiros de origem”, segundo um comunicado enviado ao jornal.

Raul Schmidt Filipe Júnior “tem nacionalidade portuguesa originária, por nascimento (nasceu neto de portugueses), por força da Lei Orgânica nº 9/2015, de 29 de julho”, norma legal que entrou em vigor apenas a 1 de julho de 2017.

Ainda assim, a “nacionalidade originária produz efeitos desde o nascimento e não somente desde o registo por averbamento da atribuição de nacionalidade”, defendem os advogados do arguido.

Raul Schmidt fica agora a aguardar a decisão da justiça portuguesa.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Bonito…
    Montes de bandidos brasileiros cometem crimes em Portugal e depois fogem para o Brasil ondr andam à “vontade”, e agora já há brasileiros que cometem crimes no Brasil e fogem para Portugal, fazendo-se passar por portugueses só porque o avô era português?!!
    Por muito que inventem leis manhosas, este bandido não é nem nunca foi português, por isso há que o extraditar imediatamemte para o Brasil!!

  2. Quando Portugal se recusou a extraditar Duarte Lima para pagar pelo crime lá cometido, ficámos a saber que Brasil e Portugal estão em competição para provar qual o melhor abrigo para os bandidos de ambos os países.

RESPONDER

José Seguro acusa líderes europeus de "matar lentamente" a Europa

O antigo líder socialista António José Seguro defendeu no domingo que a ambiguidade dos líderes políticos e a morosidade dos processos de decisão nas instituições da União Europeia (UE) estão "a matar, lentamente, a Europa". O …

Marcelo não se pronuncia sobre pedidos de demissão de Cabrita

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou pronunciar-se sobre os pedidos de demissão de Eduardo Cabrita. Marcelo Rebelo de Sousa entende que os pedidos de demissão de ministros são "típicos da luta político-partidária" e …

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …

Trabalho ilegal. Bloco propõe alteração à lei para criminalizar "toda a cadeia"

Catarina Martins anunciou, esta segunda-feira, que o Bloco de Esquerda quer alterar a lei de 2016 para garantir uma melhor fiscalização e condenação dos responsáveis pela exploração de trabalhadores em Portugal. Em Odemira, a coordenadora do …

Laos regista primeira morte por covid-19 desde o início da pandemia

Uma mulher de 53 anos - que tinha diabetes e outros problemas de saúde - foi a primeira vítima mortal por covid-19 em Laos, em mais de um ano de pandemia. Segundo noticiou a agência …

Arábia Saudita vai impor vacinação aos funcionários que queiram voltar ao local de trabalho

A Arábia Saudita quer alcançar a imunidade de grupo o quanto antes. Para aumentar os esforços de vacinação, foram abertos mais de 580 locais de vacinação no país. Além disso, os residentes já podem reservar …