A Apple poderá estar a preparar-se para comprar a Disney

matteoartizzu / Flickr

Sede da Apple, em Cupertino

Sede da Apple, em Cupertino

Já é habitual no mundo dos negócios da tecnologia e entretenimento ver uma empresa comprar outra – é até algo relativamente comum. No entanto, a coisa muda um pouco de figura quando falamos de duas gigantes, como é o caso de Apple e da Disney.

Segundo rumores que surgiram com alguma insistência nos últimos dias, a Maçã de Cupertino estará a ponderar comprar nada menos do que a Casa do Mickey e todas as marcas que se encontram debaixo do seu tecto.

O boato surgiu depoisde o analista de mercado Steven Cahall ter enviado uma nota aos seus clientes com a sugestão de que essa aquisição poderia acontecer.

Cahall não dá muitos detalhes acerca da origem da informação, nem sobre o que se pode de facto esperar dela, mas foi o suficiente para deixar meio mundo em polvorosa com a possibilidade.

Segundo o Business Insider, num mercado de entretenimento numa constante guerra pela atenção (e pelo dinheiro) dos utilizadores, vencerá quem tiver conteúdo que motive esses utilizadores a comprar produtos relacionados. E a Disney sempre foi uma referência no tema, seja com as suas animações ou o recém-adquirido universo Marvel e Star Wars.

Outros analistas apontam no mesmo sentido. Samantha Greenberg, da Margarete Capital, diz, numa carta enviadas aos investidores, que a compra da Disney pela Apple seria a aquisição mais lógica para a empresa fundada por Steve Jobs. Segundo a analista, isso expandiria o valor da marca ainda mais.

John Malone, da Liberty Media, concorda com esse ponto de vista, e lembra que ter controle sobre a ESPN — que também pertence à Disney — seria mais do que interessante para os negócios da Apple.

Apesar do optimismo e excitação do mercado, a verdade é que não há nenhum indicativo concreto que tal venha realmente a acontecer.

Mas a junção das duas gigantes formaria um colosso do entretenimento e da tecnologia. A Disney detém os direitos de franquias muito valiosas, e activos bastante populares. Nas mãos da Apple, isso tornar-se-ia mais um atractivo para as suas plataformas.

A exclusividade dos filmes e conteúdos Disney no iTunes seria um golpe violento na estratégia de crescimento da Netflix, por exemplo.

Mas, uma vez mais, tudo não passa de um rumor.

Os analistas de marcado acreditam que a capitalização de 200 mil milhões de dólares da Apple possa ser o suficiente para concretizar a compra, mas numa operação deste tipo há sempre factores que vão para além do dinheiro.

No entanto, caso as duas marcas realmente se juntem, é mais do que certo que a quantidade de dinheiro envolvida não será nada pequena. O cofre do Tio Patinhas — que também é da Disney — vai ser pouco para guardar todas as moedas envolvidas na milionária trransacção.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A nova fábrica da Tesla não vai ser no Reino Unido por causa do Brexit

O presidente executivo da Tesla admitiu que as incertezas à volta do Brexit tiveram peso na decisão de abrir a primeira fábrica da empresa na Europa antes em Berlim. A Tesla anunciou, esta terça-feira, que vai …

Esta sexta-feira, a condenação ao comunismo e ao nazismo vai ser debatida no Parlamento

O debate sobre a resolução do Parlamento Europeu que condenou o comunismo e o nazismo chega esta sexta-feira à Assembleia da República, em Lisboa. De acordo com o Observador, de um lado, os partidos mais à …

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco "namoradas" e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …