Já não mostra só as filas do supermercado. App “Posso ir?” também diz se pode ir à praia

hoomygumb / Flickr

Praia do Tamariz, Estoril

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia.

Agora, a aplicação “Posso ir?” vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar um mergulho à praia. Fazendo proveito da tecnologia criada para o retalho, a app e a Deco Proteste juntaram-se para tentar promover “uma utilização em segurança” das praias portuguesas.

“No próximo dia 6 de junho, inicia-se a época balnear, este ano muito diferente. É fundamental saber o estado de ocupação de cada praia”, adiantam em comunicado, onde anunciam a parceria “para dar essa informação aos consumidores”.

De acordo com o ECO, baseando-se na informação oficial sobre o “nível de ocupação das praias” fornecida “pelos concessionários”, a app terá informação “fiável e validada” sobre a ocupação e ainda “o nível de qualidade da água das praias, o histórico de ocupação, a existência de bandeira azul e vigilância e as infraestruturas disponíveis”.

A aplicação contou também com a ajuda da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) neste projeto. Até aqui, a “Posso ir?” disponibilizava apenas a informação com base no que era recolhido e reportado pelos próprios utilizadores, mas sofreu uma evolução.

“Para oferecer uma informação mais fiável e validada, o projeto conta agora com a participação dos próprios estabelecimentos. Os gestores dos espaços registam-se de forma gratuita e reportam regularmente o nível de ocupação e os horários de funcionamento”, lê-se no comunicado.

“A app beneficia do financiamento da Fundação Gulbenkian e da Fundação EDP, garantindo, assim, a continuidade do projeto na mitigação dos efeitos da covid-19.″ A aplicação está disponível para sistema operativo IOS e Android, de forma gratuita.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.