Apollo controla casas compradas à Fidelidade a partir das ilhas Caimão

As novas proprietárias dos 271 imóveis comprados à Fidelidade por 425 milhões de euros têm como beneficiários três fundos no paraíso fiscal das Ilhas Caimão.

Os novos donos dos imóveis adquiridos pela Apollo à Fidelidade no verão passado estão sediados nas Ilhas Caimão, segunda a investigação do Público publicada esta terça-feira.

O jornal explica que, para concretizar esse negócio, a gestora de fundos de investimento norte-americana montou uma construção acionista em cascata que passa por duas praças financeiras. No topo estão três fundos sediados no paraíso fiscal das Ilhas Caimão, território a sul de Cuba, havendo ainda duas sociedades estabelecidas no Luxemburgo.

As novas donas dos imóveis são quatro empresas portuguesas: a Meritpanorama, a Fragrantstrategy, a Notablefrequency e a Neptunecategory. Quem detém diretamente o seu capital é a sociedade de responsabilidade limitada luxemburguesa AEPF III 35. Esta é, por sua vez, detida a 100% por outra empresa da Apollo sediada na mesma morada, a AEPF III 13.

De acordo com o mesmo jornal, é através da morada Box 309 da Ugland House nas Ilhas Caimão, que é sede de 18 mil sociedades, que o grupo Apollo controla as novas proprietárias dos 271 imóveis comprados à Fidelidade por 425 milhões de euros.

É onde estão sediados os três fundos da Apollo: o Apollo European Principal Finance Fund III (Dollar A), o Apollo European Principal Finance Fund III (Master Dollar B) e o Apollo European Principal Finance Fund III (Master Euro B).

Em meados de novembro, esta operação gerou polémica também porque não houve lugar ao pagamento do imposto municipal sobre transações de imóveis (IMT).

Ao Público, a Apollo não deu qualquer justificação sobre o motivo desta estrutura dos seus fundos de investimento. No entanto, a Ugland House faz questão de indicar no seu site que “os seus investidores e consultores escolhem as ilhas Caimão por razões comerciais e empresariais prudentes, uma das quais é a neutralidade fiscal, e não a invasão fiscal. Os investidores são responsáveis pelos impostos no seu país de origem”.

Ao que o jornal apurou, o grupo tem também subsidiárias no estado norte-americano do Delaware, Ilhas Marshall, Maurícias, Guernesey ou Hong Kong.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …