O apocalipse das abelhas não passa de um mito

Um estudo recente do Departamento de Agricultura dos EUA assinala que o número de colónias de abelhas de mel cresceu no país desde 2008.

Vários cientistas assinalaram que o alarme que anuncia um apocalipse de abelhas prestes a acontecer não tem fundamento, informa a Real Clear Science, citada pela RT.

No final de 2006, os meios de comunicação dos EUA começaram a falar de colapsos de colmeias, um fenómeno que se produz quando uma grande quantidade de abelhas obreiras desaparece e não volta às colmeias, abandonando assim as suas abelhas rainhas.

A situação descrita era grave, já que o contínuo desaparecimento de abelhas punha em perigo a produção de mel e a polinização de flores em plantas silvestres e cuturas agrícolas.

No entanto, segundo os dados do Departamento de Agricultura dos EUA, o número de colónias de abelhas de mel está em crescimento no país desde 2008. Dave Gulson, professor da Universidade de Sussex, assegurou durante uma entrevista ao podcast Science Vs que esta se trata de uma tendência global.

Apesar de tudo, as populações de abelhas, especialmente as silvestres, enfrentam muitas dificuldades. Mais do que pelo colapso de colónias, o seu declínio nos últimos anos deve-se a doenças, o uso de pesticidas e alterações climáticas.

Entre estas causas, o professor destaca o varroa, um ácaro que infesta colmeias inteiras de abelhas. Além disso, o crescente desenvolvimento industrial e das mononculturas está a fazer desaparecer muitos dos habitats naturais das abelhas.

Os especialistas acreditam, no entanto, que ainda é cedo para falar de um “apocalipse” das abelhas de mel, mas assinalam para preservar a sua população é necessário prestar mais atenção à proteção do meio ambiente.

//

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A natureza encarregar-se-á de mostrar o resultado das nossas acções. Estão a tentar agora negar o que já se sabe: cada vez mais abelhas e colmeias morrem passado pouco tempo, a produção de mel em Portugal desceu para cerca de metade este ano, com cada vez mais mortes prematuras. Basta falar com apicultores e eles podem confirmar a evolução ao longo dos anos que é a que transmiti no início.

Responder a Nuno Cancelar resposta

Ciência explica porque é que alguns cheiros desencadeiam memórias fortes

O cheirinho de pão acabado de sair do forno pode, por exemplo, funcionar como um portal do tempo, levando-nos de volta àquele pequeno café em Paris que visitámos há alguns anos. Os cheiros têm a capacidade …

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …