Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois).

As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre os outros em pequenos frascos e caixões. Mas como é que tinham acesso a tantas aves desta espécie?

De acordo com o Live Science, há muito que os especialistas teorizam que os Egípcios faziam criação desta espécie para fazer face à procura. No entanto, uma nova pesquisa sugere que, afinal, o mais provável era que os arrancassem dos seus habitats naturais.

A investigação, cujo estudo foi agora publicado na revista PLOS One, recolheu amostras de ADN de 40 íbis-sagrados mumificados retirados de seis catacumbas diferentes. As múmias foram enterradas há cerca de 2.500 anos (cerca de 481 A.C.). Segundo o mesmo site, o sacrifício destes pássaros era prática comum no Egito, entre 650 A.C. e 250 A.C.

Os investigadores obtiveram genomas completos das mitocôndrias de 14 pássaros, organito do citoplasma celular com funções importantes nas trocas de energia das células e que contem o seu próprio ADN especial.

Os autores do estudo compararam este material genético antigo com o de 26 íbis-sagrados dos dias de hoje para ver qual o grupo que parecia ser mais diversificado geneticamente, o que poderia revelar pistas sobre a origem dos pássaros antigos.

Se os Egípcios tivessem criado estes pássaros, a consanguinidade faria com que o seu ADN fosse mais semelhante ao longo do tempo, dizem os cientistas. Mas a análise revelou que os pássaros antigos e modernos mostraram uma diversidade genética semelhante.

A equipa sugere que os sacerdotes provavelmente encurralavam estes pássaros selvagens em locais húmidos ou quintas temporárias e depois cuidavam deles durante um curto período de tempo, pouco antes de serem sacrificados.

Mas nem todos os especialistas concordam com esta teoria. “Ainda estamos a falar de milhões de animais em locais diferentes em todo o Egito, por isso depender apenas da caça dos animais selvagens não me convence“, disse à National Geographic Francisco National-Puche, arqueólogo da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Em setembro, um novo estudo também sugeriu que os os antigos Egípcios matavam crocodilos de propósito, com uma forte pancada na cabeça, para depois mumificá-los.

Esta era uma prática comum em honra dos deuses e acontecia com vários animais, sendo que cada um deles estava associado a um deus diferente e servia como ponte para a comunicação com a divindade.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …