Antigos corais revelam terramoto em “câmara lenta”. Durou 32 anos

Aron Meltzn

Uma equipa de investigadores descobriu um terramoto em “câmara lenta” que durou 32 anos – o mais lento já registado. O sismo levou eventualmente ao catastrófico terramoto de Sumatra em 1861.

Terramotos de “câmara lenta” ou “eventos de deslizamento lento” referem-se a um tipo de fenómeno de libertação de stresse prolongado, no qual as placas tectónicas da Terra deslizam umas contra as outras sem causar grande abalo ou destruição do solo. Normalmente envolvem movimentos entre alguns centímetros por ano a alguns centímetros por dia.

A equipa de investigadores da Nanyang Technological University fez a descoberta por acaso ao estudar os níveis históricos do mar usando corais antigos chamados microatóis’ na Ilha Simeulue, localizada na costa de Sumatra.

Crescendo lateralmente e para cima, os microatóis de coral em forma de disco são registadores naturais das mudanças no nível do mar e na elevação da terra através dos seus padrões de crescimento visíveis.

Usando dados dos microatóis e combinando-os com simulações do movimento das placas tectónicas da Terra, a equipa descobriu que, de 1829 até ao terramoto de Sumatra em 1861, o sudeste da Ilha Simeulue estava a afundar-se mais depressa do que o esperado.

Este evento de deslizamento lento foi um processo gradual que aliviou o stresse na parte rasa de onde duas placas tectónicas se encontravam, segundo os investigadores. No entanto, esse stresse foi transferido para um segmento vizinho mais profundo, culminando no enorme terramoto e tsunami de magnitude 8,5 em 1861, que causou enormes danos e perda de vidas.

A descoberta marca o evento de deslizamento lento mais longo já registado e muda as perspetivas globais sobre o intervalo de tempo e os mecanismos do fenómeno.

Anteriormente, os cientistas acreditavam que os eventos de deslizamento lento acontecem apenas ao longo de horas ou meses, mas esta descoberta mostra que poderiam continuar durante décadas sem desencadear o tremor desastroso e os tsunamis vistos em registos históricos.

“É interessante o quanto conseguimos descobrir em apenas alguns locais de corais idealmente localizados. Graças à longa extensão de tempo dos antigos corais, conseguimos sondar e encontrar respostas para os segredos do passado. O método que adotámos será útil para estudos futuros de outras zonas de subducção – locais que são propensos a terramotos, tsunamis e erupções vulcânicas. O nosso estudo pode, portanto, contribuir para melhores avaliações de risco no futuro”, disse Rishav Mallick, aluno de doutoramento na Escola Asiática de Ambiente, em comunicado.

As descobertas levaram os autores a sugerir que as avaliações atuais de risco de terramotos podem estar a negligenciar eventos de deslizamento lento em andamento e, portanto, a não considerar adequadamente o potencial de eventos de deslizamento lento para desencadear futuros terramotos e tsunamis.

Localizada longe da terra, abaixo de quilómetros de água, a parte mais rasa da zona de subducção é normalmente “mais silenciosa” e não produz tantos terramotos. A sua localização distante também torna difícil para os instrumentos científicos terrestres detetarem atividades e para os cientistas entenderem o que está a acontecer.

Muitos cientistas tendiam a interpretar a “quietude” da parte rasa da zona de subducção como significando que as placas tectónicas estão a deslizar de forma constante e inofensiva. Embora isso possa estar correto em alguns casos, este estudo mostra que o deslizamento não é tão constante quanto presumido e pode ocorrer em eventos de deslizamento lento.

“Como estes eventos de deslizamento lento são tão lentos, podemos tê-los perdido, já que os registos instrumentais atuais geralmente duram apenas dez anos”, disse Rishav. “Se um comportamento semelhante for observado a levar a terramotos noutros lugares, este processo pode eventualmente ser reconhecido como um precursor do terramoto.”

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Nature Geoscience.

  Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Pandora Papers são "embaraço também para Portugal". Caso vai ser analisado pelo Fisco

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais garantiu que, tal como já aconteceu noutros casos deste género, os Pandora Papers vão ser analisados pela Autoridade Tributária. No início de outubro, uma nova investigação do Consórcio Internacional …

Gonçalo Esteves, Sporting

"Gonçalo Esteves é o futuro do Sporting". Adeptos rendidos ao ex-portista de 17 anos

O lateral-direito Gonçalo Esteves, de apenas 17 anos, estreou-se na equipa principal do Sporting, no jogo da Taça de Portugal contra o Belenenses, e o treinador Ruben Amorim diz que é "o futuro" do clube. …

Portugal regista mais 10 mortes e 612 novos casos de covid-19

Portugal registou, este sábado, mais 10 mortes e 612 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 612 novos …

Toda a herança de Rendeiro foi para o "rei dos táxis". MP investiga presidente da ANTRAL e o filho motorista

O Ministério Público está a investigar o ex-motorista de João Rendeiro e o seu pai, o presidente da ANTRAL, a maior associação de táxis portuguesa. Em causa estão suspeitas de lavagem de dinheiro quando se …

Depois do polémico golo de Mbappé, UEFA pondera mudar regra do fora de jogo

A UEFA defendeu uma reformulação da regra do fora de jogo, depois do polémico golo de Kylian Mbappé que, no último domingo, deu a vitória a França na final da Liga das Nações. Apesar da polémica, …

Nova deputada do PSD condenada por falsificação de documento

A nova deputada do PSD, que toma posse na Assembleia da República na próxima terça-feira, já foi condenada por falsificação de documento há dois anos. Segundo avança o Jornal de Notícias, Eugénia Duarte vai substituir Carla …

Presidente avisou partidos sobre cenário de eleições antecipadas: "Se tiver de ser, é"

Em caso de chumbo do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), o Presidente da República prefere não perder tempo e "matar o mal pela raiz". Findas as audiências com os partidos no Palácio de Belém, a …

"A maior descida de sempre". Galamba sublinha redução dos preços da luz para empresas e famílias

As tarifas de electricidade propostas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) para 2022 representam uma descida nos preços da ordem dos 3,4%. O Secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba, fala de …

Administração Biden vai reativar programa anti-imigração de Trump

A Administração Biden anunciou, esta sexta-feira, que vai reativar a política anti-imigração nas fronteiras da era Trump, que forçou milhares de requerentes de asilo a aguardarem a conclusão dos seus processos no México, muitas vezes …

José Sena Goulão / Lusa

"Rangel fez o roteiro da carne assada" (e Rio pode não sobreviver à "golpada")

Rui Rio ainda não desfez o tabu sobre a sua recandidatura, ou não, à presidência do PSD, mas está pressionado a tomar uma decisão. No seio do partido, e mesmo entre os seus apoiantes, só …