Antigo secretário-geral da FIFA banido do futebol por 12 anos

Tânia Rego / ABr

O secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke

O secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke

O francês Jérôme Valcke, antigo secretário-geral da FIFA, foi suspenso por 12 anos de toda a atividade ligada ao futebol pelo Comité de Ética, por envolvimento no escândalo de corrupção que abalou o organismo.

Valcke, de 55 anos, foi suspenso a 8 de outubro e acusado de estar implicado num processo de revenda de bilhetes para o Mundial 2014 no mercado negro, envolvendo um alegado suborno de Benny Alon (JB Sports Marketing), acabando por ser despedido em janeiro deste ano.

As acusações, negadas pelo dirigente, foram feitas por um consultor de uma empresa que selou acordo com a FIFA para a venda de bilhetes para o evento no Brasil, mas o contrato foi cancelado.

O período de suspensão de Jérôme Valcke, anunciado esta sexta-feira, é superior ao aplicado pelo Comité de Ética ao suíço Joseph Blatter, presidente demissionário da FIFA, e ao francês Michel Platini, que liderava a UEFA, suspensos por oito anos em dezembro.

O dirigente foi culpado de violar várias regras de conduta (artigo 13.º do Código de Ética da FIFA), de lealdade (artigo 15.º), confidencialidade (16.º), dever de revelação, cooperação e informação (18.º), conflito de interesses (19.º), oferecer e receber prendas e outros benefícios (20.º) e obrigação geral de colaboração (43.º).

Os investigadores do Comité de Ética da FIFA tinham solicitado nove anos de suspensão para o francês, arredado das suas funções desde setembro de 2015, e que sempre se assumiu como fiel a Blatter, de quem era braço direito desde 2007.

“Sempre disse que era o secretário-geral de Sepp Blatter. No início de 2016, haverá um novo presidente da FIFA e, em geral, um presidente escolhe o seu secretário-geral”, afirmou Valcke a 3 de junho.

Antes deste escândalo, Valcke começou por ser denunciado pelo New York Times, que noticiou em junho que o gaulês tinha transferido 10 milhões de euros para contas de Jack Warner, um dos implicados no escândalo de corrupção do organismo, e que então era presidente da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF).

“Não tenho qualquer razão para dizer que não devo continuar como secretário-geral, não tenho nenhuma responsabilidade, não tenho nada a apontar-me, não tenho de provar que sou inocente”, justificou-se, na altura, o francês, em entrevista à estação de rádio France Info.

Futebol365

PARTILHAR

RESPONDER

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …

"Ganhámos a primeira batalha". Presidente renova estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou oficialmente a renovação do estado de emergência nesta quinta-feira por mais quinze dias, prolongando-se este estado de exceção até 17 de abril. Numa mensagem ao país a …

João Félix e companhia com corte salarial de 70%

Os futebolistas do Atlético de Madrid, incluindo o português João Félix, viram esta quinta-feira confirmada a redução salarial de 70% devido ao Expediente Temporário de Regularização Temporário de Emprego (ERTE) requerido na semana passada pelo …

Depois da Covid-19, cidade chinesa proibe criação e consumo de animais selvagens

Uma das mais prósperas cidades chinesas, Shenzhen, emitiu a proibição mais abrangente até à data de criação e consumo de animais selvagens, num esforço para evitar um surto futuro de coronavírus. A Covid-19 foi detetada pela …

Coronavírus chega às tribos indígenas da Amazónia

No Brasil, uma mulher de 20 anos, da tribo Kokama, testou positivo à Covid-19. Este é o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus num elemento de uma tribo indígena da Amazónia. Segundo noticiou a Sábado, …

Sindicato dos Enfermeiros avança com providência cautelar contra o Estado

O Sindicato dos Enfermeiros (SE) entregou no Tribunal Administrativo de Círculo do Porto uma providência cautelar contra o Estado alegando falta de equipamento de proteção individual dos profissionais face à pandemia de covid-19. A apresentação do …