Antártida está a derreter a um ritmo alucinante (e pode afetar Portugal)

Nos últimos 25 anos, a perda de gelo na Antártida contribuiu para uma subida do nível médio da água do mar de 7,6 milímetros. “Os impactos podem ser a vir muito grandes, principalmente em países que tenham linhas costeiras como Portugal”, alerta o investigador José Xavier.

A Antártida é o exemplo perfeito do efeito das alterações climáticas no nosso planeta, isto porque está a perder gelo continuamente. Aliás, desde 1950, já desapareceram 34 mil quilómetros quadrados da plataforma de gelo, indica um estudo publicado esta quinta-feira na revista Nature.

Uma edição especial da revista científica sobre a Antártida, denominada Choosing the future of Antárctica, vários cientistas explicam que a monitorização da região através de satélite mostra a contínua perda de gelo para os oceanos.

Esta análise tem por base os registos feitos durante décadas por cientistas das Universidades de Leeds (Reino Unido), da Califórnia (em San Diego, Estados Unidos) e de Maryland (Estados Unidos).

Embora o estudo indique que desde a era dos satélites não se tem aparentemente notado mudanças gerais muito significativas, há “sinais de um declínio de longo prazo“.

Assim, de acordo com os cientistas, as plataformas de gelo dos mares de Amundsen – que já teve três quilómetros de espessura – e de Bellingshausen estão 18% mais finas do que no início dos anos 90. Além disso, o aumento acentuado das temperaturas do ar fez colapsar plataformas de gelo na península antártica.

São mais de 150 os estudos tentam determinar quanto gelo o continente está a perder.

Um deles, também publicado nesta edição especial da Nature, envolveu 84 cientistas e 44 organizações, que combinaram 24 pesquisas por satélite. Com essas pesquisas concluíram que, entre 2012 e 2017, a Antártida perdeu 219 mil milhões de toneladas de gelo por ano, três vezes mais do que antes de 2012.

Com base nestes dados, os cientistas concluíram que as perdas de gelo da Antártida aumentaram os níveis do mar em 7,6 milímetros desde 1992, dois quintos desse aumento ou seja, três milímetros, nos últimos cinco anos.

Mas por que motivo a Antártida é um bom indicador para o estudo das alterações climáticas e da subida do nível do mar? No início do artigo sobre a perda de gelo, a resposta a esta pergunta surge bem evidenciada. “As camadas de gelo da Antárctida têm água suficiente para aumentar o nível global do mar em 58 metros.”

Assim, compreender o balanço da massa de gelo é fundamental para estimar as mudanças que ocorrem nessa região. Os estudos ganham dimensão se quisermos perceber os impactos – tanto atuais como futuros – das alterações climáticas.

Desde 1992, a Antártida já perdeu cerca de três biliões de toneladas de gelo, avança o Público. Andrew Shepherd, da Universidade de Leeds, frisou que as perdas de gelo aumentaram na última década, fazendo com que o nível da água do mar suba mais rapidamente do que em qualquer outro período nos últimos 25 anos.

Esta tem de ser uma preocupação dos Governos, reitera o cientista. Erik Ivins, da NASA, avisa que o estudo pode ser considerado o mais fiável sobre a massa de gelo do continente, tendo em conta o período de observação, o número de participantes e as técnicas utilizadas.

Em suma, segundo os cientistas, a Antártida Ocidental e a Península Antártica perderam gelo. Também o crescimento da camada de gelo na Antártida Oriental foi reduzido.

A Antártida Ocidental perdeu 53 mil milhões de toneladas de gelo por ano na década de 1990, passando para 159 mil milhões a partir de 2012. Desde o início do século o extremo norte do continente também está a perder anualmente 25 mil milhões de toneladas de gelo. A única zona de equilíbrio, a leste, ganhou apenas cinco milhões de toneladas de gelo por ano, nos últimos 25 anos.

José Xavier, investigador e professor da Universidade de Coimbra, envolvido no estudo, revela à TSF que se não tomadas medidas urgentemente, dentro de 10 anos grande parte dos efeitos que a ciência traça para 2070 já não poderão ser evitados.

“Os impactos podem ser a vir muito grandes, principalmente em países que tenham linhas costeiras como Portugal“, alerta o investigador.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E continuam mentindo querendo dizer que o que o Criador fez é imperfeito.Por que será que ninguém consegue provar que a Antártida é o que é?Por que será que não dizem que a Antártida cerca nosso planeta inteiro e que se navegarmos rumo ao sul independente de onde saímos ,em qualquer parte que estivermos nesta terra iremos bater na borda (Antártida),e que o norte é o centro da terra?
    Existe provas suficientes de que nenhum gelo está derretendo e que não existe” aquecimento global”.Qual será o verdadeiro motivo para que estas notícias mentirosas chegam até nós?Será que é porque a Nada é uma farsa também?

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …