Anta do neolítico foi destruída para plantar amendoal

Uma anta do neolítico em Torre de Coelheiros, Évora, foi intencionalmente destruída pelos proprietários com o objetivo de plantar um amendoal nessa área.

Ana Paula Amendoeira, diretora Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlen), denunciou a destruição de uma anta do neolítico em Évora com a intenção de ocupar essa área, na Herdade Vale da Moura, em Torre de Coelheiros, com um amendoal em regime intensivo.

Em declarações ao jornal Público, a diretora da DRCAlen defende que esta iniciativa exige “acompanhamento arqueológico e a prévia caracterização e averiguação do estado de conservação em que se encontram os sítios arqueológicos”. Ana Paula Amendoeira argumenta que houve um “incumprimento das medidas de salvaguarda do património arqueológico”.

A Sociedade Agrícola M. Amêndoas, Unipessoal Lda., proprietária do terreno, foi informada previamente que o sítio arqueológico estava salvaguardado no Plano Diretor Municipal de Évora, onde a “anta da Herdade do Vale da Moura 1 está incluída na categoria de valor A1”.

De acordo com a DRCAlen, isto significa que “qualquer tipo de obras ou de intervenções no subsolo em áreas que possam afetar ou colidir com sítios ou estruturas arqueológicas são precedidas de avaliação prévia de eventuais impactes sobre os vestígios de natureza arqueológica inventariados”.

O aviso não foi suficiente para evitar a destruição da anta. Para remediar a situação, os técnico da DRCAlen dirigiram-se ao local para informar que teriam de ser tomadas medidas consequentes de diagnóstico e minimização dos impactos arqueológicos. Além disso, estão a ser tomadas as devidas diligências para apurar outras “eventuais afetações patrimoniais”.

Ana Paula Amendoeira explica o monumento megalítico foi irremediavelmente danificado. “A anta, que se encontrava bem visível no terreno, era formada por oito esteios e pelo chapéu, tombado sobre os vestígios remanescentes da mamoa do monumento funerário. Toda a área foi profundamente ripada e observa-se claramente a tentativa de remoção do monumento megalítico, remexendo toda a área interior do monumento e deslocando os seus esteios e o chapéu”, disse, em declarações ao Público.

Eduardo Luciano, vereador com o pelouro da Cultura na Câmara de Évora, salienta o “desrespeito” da sociedade proprietária do terreno e garante que os autores do crime patrimonial vão ser responsabilizados.

  ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Qual prisão, isso não resolve nada. É preciso é uma pesadíssima multa, para que todo o lucro da porcaria das amêndoas vá para pagar a recuperação (possível) do monumento. Aliás, o amendoal era todo deitado abaixo. Ficava a pagar a multa e sem amendoal. Se o gajo vai preso, a família continua alegremente a lucrar com o amendoal.

    Acho estranho é a Ana Paula Amendoeira ser contra os amendoais… (estou feito um cómico)

  2. Entre estes que destruíram e aqueles que têm a seu cargo centenas de monumentos ao abandono e por vezes “reparados” com materiais modernos, não sei qual o mais criminoso! Possivelmente se aquele local estivesse devidamente assinalado como local a preservar, certamente não teria havido tal abuso, mas falo do local apenas e não de uma herdade inteira só porque lá existe 40 ou 50 metros quadrados com um monumento antigo.

RESPONDER

Mais de mil ovelhas e cabras tomaram conta das ruas de Madrid (por um bom motivo)

Mais de mil ovelhas e cabras encheram as ruas de Madrid, este domingo, a propósito do tradicional Festival da Transumância, que foi cancelado no ano passado devido à pandemia da covid-19. De acordo com a agência …

Crise de abastecimento provoca escassez de camisolas de Natal

Na próxima época natalícia, os Estados Unidos podem enfrentar uma escassez de Ugly Sweaters, causada pela crise mundial dos transportes marítimos. As Ugly Sweaters são as típicas camisolas de Natal - por norma, coloridas e com …

Erupção de La Palma. Cães salvos por um grupo misterioso

Um grupo misterioso - que se auto-denomina A-Team - afirma ter resgatado vários animais "presos" devido à erupção do vulcão Cumbre Vieja em La Palma, nas Canárias. De acordo com o jornal britânico The Guardian, as …

Alec Baldwin

Assistente que entregou arma a Alec Baldwin já teria tido práticas inseguras

Uma fabricante de adereços disse que, no passado, já tinha mostrado preocupação com o facto de o assistente de realização ter protagonizado situações inseguras. No fim-de-semana, um documento judicial obtido pela CNN mostrou que a arma …

Metade dos chefes de equipa da Urgência do Hospital de Braga demitiu-se em bloco

Uma dezena de chefes de equipa da Urgência do Hospital de Braga demitiu-se esta segunda-feira, em protesto contra a falta de condições de trabalho e o "desinvestimento" no Serviço Nacional de Saúde. Contactada pela agência Lusa, …

Primeiro-ministro da Polónia acusa UE de ter "arma apontada à cabeça" do país

O primeiro-ministro polaco acusou a União Europeia (UE), esta segunda-feira, de "ter uma arma pontada à cabeça" da Polónia, ao exigir que Varsóvia reveja as reformas judiciais, ameaçando-a com sanções. Numa entrevista publicada pelo Financial Times, …

Carlos César acusa BE e PCP de terem preferido "jogos de poder"

O presidente do PS acusou, esta segunda-feira, os partidos de esquerda de terem preferido "os jogos de poder", no seguimento do anúncio de ambos do voto contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "BE e …

O dirigente do PSD Paulo Mota Pinto

Mota Pinto aponta "irresponsabilidade" de marcar diretas. Rangel reforça importância de ter líder "fortemente legitimado"

O dirigente do PSD defendeu, esta segunda-feira, que o partido "está preparado" para legislativas antecipadas, defendendo que estas devem ocorrer "o mais rapidamente possível". Em declarações à agência Lusa, o presidente da Mesa do Congresso e …

EMA aprova terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu luz verde, esta segunda-feira, à administração da terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos. Em comunicado, a agência refere que os dados apontam que uma …

Câmara do Porto aprova sistema de videovigilância no centro histórico

Esta segunda-feira, na reunião do Executivo portuense, foi aprovado, com o voto contra da CDU e do BE, o protocolo a celebrar com a PSP para implementação da videovigilância na Baixa do Porto. O presidente da …