Animal microscópico ressuscitou após 24 mil anos congelado no permafrost da Sibéria

(dr) Michael Plewka

Um dos rotíferos presentes na amostra de permafrost

Durante dezenas de milhares de anos, uma criatura microscópica ficou congelada no subsolo do permafrost siberiano. Agora, quando uma equipa de cientistas o decidiu descongelar, este animal multicelular não só ressuscitou, como ainda se reproduziu.

“O nosso estudo é a melhor prova até hoje de que animais multicelulares podem sobreviver dezenas de milhares de anos num estado de criptobiose, no qual o metabolismo fica quase completamente interrompido”, disse o biólogo Stas Malavin, do Institute of Physicochemical and Biological Problems in Soil Science, citado pelo site Science Alert.

A criatura em causa é um invertebrado microscópico e aquático chamado rotífero (estudos anteriores já tinham mostrado que pode sobreviver durante anos neste estado), do género Adineta.

Os cientistas encontraram-no numa amostra de permafrost que ficava a 3,5 metros abaixo do solo no rio Alazeya, no norte da Sibéria, e que continha argila rica em gelo do Taratiano. A datação por radiocarbono confirmou que tinha cerca de 24 mil anos.

A equipa manteve as culturas desta amostra, que continha uma variedade de organismos, incluindo vários rotíferos vivos. No laboratório, estas minúsculas criaturas reproduziram-se por meio de partenogénese, ou seja, clonagem assexuada, a única forma de se reproduzirem.

Os investigadores selecionaram então, aleatoriamente, 144 espécimes e congelaram-os novamente a uma temperatura de -15 graus Celsius durante uma semana. De seguida, os sobreviventes foram comparados com rotíferos (dos dias de hoje) congelados e que também voltaram à vida.

Curiosamente, conta o mesmo site, os rotíferos antigos não pareceram ser significativamente mais resistentes ao congelamento do que os modernos.

A análise desta equipa, cujo estudo foi publicado esta segunda-feira na revista científica Current Biology, sugere que, se o processo de congelamento for relativamente lento, as células dos rotíferos podem sobreviver à formação de cristais de gelo com danos mínimos, permitindo a sua sobrevivência (embora ainda se desconheça como o conseguem fazer durante dezenas de milhares de anos).

“A conclusão é que um organismo multicelular pode ser congelado e armazenado assim durante milhares de anos e depois voltar à vida – um sonho de muitos escritores de ficção”, brincou Malavin.

“É claro que, quanto mais complexo for o organismo, mais difícil é preservá-lo vivo e congelado. No caso dos mamíferos, isto ainda não é atualmente possível. No entanto, passar de um organismo unicelular para um organismo com intestino e cérebro, embora microscópico, é um grande passo em frente”, considerou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Iniciativa Liberal apoia recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto

A Iniciativa Liberal vai apoiar a recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto nas próximas eleições autárquicas, considerando “inquestionável a mudança e o desenvolvimento” da cidade desde que o independente assumiu a presidência do …

Comissária europeia diz que variante Delta “diminui” proteção da vacina

A comissária europeia para a Saúde disse esta terça-feira que estão a surgir provas que demonstram que a variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2 “diminui a força do escudo protetor” criado pelas vacinas, instando à aceleração …

DGS diz que demora de conclusões sobre eventos-piloto não é por erro técnico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) rejeitou, esta terça-feira, que tenha havido erro técnico no tratamento de dados dos eventos-piloto da Cultura, ocorridos em abril e maio, mas admitiu que o processo está demorado. Numa declaração enviada …

Governo quer fazer alterações na duração de cargos de dirigentes

As mudanças que estão a ser preparadas passam por reduzir a duração dos cargos em substituição e, por outro lado, pelo ajustamento do período das comissões do serviço em função da avaliação. Segundo o Jornal de …

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …

Sporting e Braga jogam Supertaça em Aveiro no dia 31 de julho

A Supertaça Cândido Oliveira, que vai ser disputada entre Sporting e Sporting de Braga, vai ser disputada em Aveiro, a 31 de julho, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "A decisão da Supertaça Cândido de …

Um quarto da população portuguesa já tem a vacinação completa

Em Portugal, 42% das pessoas já receberam a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 e 25% — cerca de um quarto da população — estão completamente vacinados. De acordo com o mais recente relatório …

Cardiologista do Tottenham admite ponto final na carreira de Eriksen

O cardiologista do Tottenham, Sanjay Sharma, admite um ponto final na carreira de Christian Eriksen, que caiu inanimado no jogo entre a Dinamarca e a Finlândia. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do …

ARS Norte conta avançar com recuperação de consultas em atraso ainda este mês

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte conta avançar durante este mês com o programa especial de incentivos financeiros para recuperação de consultas presenciais nos cuidados de saúde primários (CSP), propondo-se recuperar metade da …

Cristiano Ronaldo no Euro 2020

"Rei do Euro". Ronaldo fez história na Hungria (e ainda vai durar "mais uns 3 aninhos")

Cristiano Ronaldo marcou dois dos golos de Portugal na vitória frente à Hungria por 3-0, na estreia da Selecção no Euro 2020, e tornou-se no melhor marcador de sempre dos Campeonatos Europeus de futebol. Aos …