Andorra reabre fronteira e é invadida por franceses em busca de tabaco, álcool e produtos de limpeza

Andorra reabriu esta segunda-feira as fronteiras com França e Espanha e foi praticamente invadida, sobretudo por franceses, que aproveitaram para comprar álcool, cigarros e combustível sem taxas e até mesmo produtos de limpeza.

“Pelas 4h da manhã já havia gente nas ruas à espera. As pessoas estão dispostas a tudo por causa dos cigarros”, brincou um guarda-fronteira do principado nos Pirenéus ao verificar os bilhetes de identidade de quatro jovens na casa dos vinte anos.

Pouco depois da abertura do comércio, praticamente asfixiado pelos dois meses de encerramento devido à pandemia de covid-19, a sinuosa estrada que conduz a Pas-de-la-Case, primeira localidade andorrenha após a fronteira, estava saturada, com longas filas de automóveis ao longo dos dez quilómetros.

As autoridades locais controlaram a chegada de cerca de 6.000 veículos de localidades próximas e, segundo Jean-Michel Rascagneres, presidente adjunto da freguesia de Encamp, em Pas-de-la-Case, cerca das 11h locais (10h em Lisboa) já tinham atravessado a fronteira cerca de 5.000 viaturas.

Os “turistas expresso” faziam o regresso a França em poucas horas e mostravam todo o seu humor em relação às medidas de segurança e sanitárias.

O obrigatório uso de máscaras e de gel à entrada das lojas, sentidos únicos de circulação nos passeios, agentes da polícia e voluntários ao sol para fazerem respeitar o espaço de metro e meio entre as pessoas trouxeram um clima de segurança.

“Tudo isso dá-me segurança”, disse Éléonore Ducris, 76 anos, vinda de Ariège, departamento francês limítrofe, para comprar cigarros com uma amiga e para beber o primeiro café numa esplanada há dois meses.

Numa outra esplanada de um café-restaurante, Carmel Alcarraz deliciava-se com uma cerveja e com um pacote de batatas fritas. “Isto faz-me ressuscitar. Tinha mesmo necessidade disto”, realçou o “cliente habitual” de Pas-de-la-Case, destacando que costuma vir a Andorra de carro e que demora normalmente uma hora a conduzir, mas que hoje demorou mais de duas.

No saco que o acompanhava, nem tabaco nem álcool, apenas produtos de limpeza. “Sou a rainha dos produtos de limpeza e adoro vir aqui comprá-los”, disse uma sexagenária vinda de Espanha, sublinhando que costuma viajar uma vez por mês a Andorra para se abastecer.

Os comerciantes de Pas-de-la-Case, para quem os turistas franceses representam mais de 95% das compras durante o período estival, mostram o seu sentido de humor atrás das máscaras. “Enfim, começamos a trabalhar e nem conseguimos ficar em casa”, afirmou Arnaud Monségu, vendedor de bebidas alcoólicas e espirituosas.

A epidemia de covid-19 asfixiou a economia andorrenha, que depende essencialmente do comercio transfronteiriço e do turismo, o que provocou um grande aumento do desemprego, ameaçando os cerca de 78 mil habitantes com uma recessão económica.

Embora os preços sejam substancialmente mais baixos do que em França, numerosos são os comerciantes que colocam cartazes nas montras a indicar reduções de 20%, 30% ou mesmo 50%. “Avancei com saldos porque todos nós estamos com um stock bastante grande”, disse Jean-Jaques Carrié, presidente de uma associação de comerciantes de Pas-de-la-Case.

Mas, para relançar a economia do pequeno Estado já algo fragilizado mesmo antes da pandemia do novo coronavírus e que não vai beneficiar do plano de relançamento económico da União Europeia (UE), uma vez que não faz parte da comunidade, o Governo de Andorra quer atrair muitos consumidores do espaço europeu.

“O território [andorrenho] tem 90% de zonas verdes, naturais. E isso é a outra Andorra que as pessoas desconhecem e que desejamos que possam vir a conhecer”, explicou a ministra do Turismo do pequeno Estado, Véronica Canals.

Andorra registou 764 casos de covid-19, de que resultaram 51 mortes. O total de casos recuperados é de 692. A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 372 mil mortos e infetou mais de 6,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,5 milhões de doentes foram considerados curados.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Lei aprovada no Parlamento pretende facilitar prescrições de multas a partidos políticos

O projeto foi aprovado na generalidade no Parlamento, e está em discussão na especialidade. A Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) teme os efeitos da nova legislação sobre as prescrições de multas a partidos …

Noiva de Khashoggi processa príncipe herdeiro saudita

Hatice Cengiz, noiva de Jamal Khashoggi, colocou um processo contra o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman e outros alegados mentores do assassínio. A noiva do jornalista Jamal Khashoggi, assassinado na Turquia em outubro de …

Papa Francisco defende pela primeira vez uniões de facto para casais homossexuais

O Papa Francisco defendeu a regulação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, afirmando que os homossexuais têm direito a constituir família. "Homossexuais têm o direito de constituir família. São filhos de Deus", defendeu o …

“Uma desgraça completa”. Ex-ministro do PSD arrasa atuação do Ministério da Saúde no combate à pandemia

O antigo governante do PSD Fernando Leal da Costa acusou esta quarta-feira o Ministério da Saúde de “falta de liderança” na gestão da pandemia de covid-19, e falou até de “uma desgraça completa” do ponto …

Ministro defende que investimento nas Forças Armadas “é tão relevante” como na saúde

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, destacou o papel das Forças Armadas no combate à pandemia de covid-19 e defendeu que o investimento público nesta área “é tão relevante” quanto na saúde ou …

Giro. João "Rosa" Almeida segura liderança da geral

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) manteve esta quarta-feira a liderança da Volta a Itália em bicicleta, numa 17.ª etapa ganha pelo australiano Ben O'Connor (NTT). O'Connor, de 24 anos, cumpriu os 203 quilómetros entre Bassano del …

Investimento público atinge máximo de uma década em 2021

Dados do relatório do Orçamento do Estado mostram que o Governo conta terminar 2020 com um investimento público de 4.884 milhões de euros (75 milhões de euros a menos do que a previsão do Orçamento …

Audições urgentes pedidas pelo PS sobre StayAway Covid são por escrito ou em dezembro

O Parlamento aprovou, esta terça-feira, a audição de entidades e personalidades sobre a obrigatoriedade da aplicação Stayaway Covid, proposta pelo PS, "com caráter de urgência", por escrito ou em dezembro, após o debate do Orçamento …

Taxa de nascimentos de linces no Vale do Guadiana é a mais alta da Península Ibérica

A taxa de nascimentos na população de linces ibéricos no Vale do Guadiana é a mais elevada da Península Ibérica, segundo os resultados dos censos 2019 divulgados hoje pelo Instituto da Conservação da Natureza e …

Pai de aluna teria ligações ao assassino do professor decapitado em França

Os investigadores encontraram uma possível ligação entre o assassino do professor francês Samuel Paty, decapitado em Paris, e o pai de uma aluna. Em declarações à AFP, citadas pelo Diário de Notícias, uma fonte próxima do …