“Anã gorda”: queixas prolongam-se na ginástica britânica

Amy Tinkler tenta que o assunto dos maus tratos não seja esquecido e agora começa a revelar correspondência privada. Várias ex-ginastas já lançaram acusações a treinadores.

A controvérsia começou em julho, quando as ex-ginastas Catherine Lyons e Lisa Mason relataram publicamente alegados abusos por parte de treinadores, no Reino Unido.

Na altura, Catherine Lyons contou que passou fome durante uma semana porque os seus treinadores diziam que ela tinha peso a mais. No meio de muitos gritos por parte dos técnicos, a jovem também ficou presa num armário para se acalmar e, num treino, o seu corpo foi atingido com um bastão. Catherine abandonou a carreira de ginasta aos 19 anos, devido a estes maus tratos.

Lisa Mason, hoje com 38 anos, relatou os abusos que sofreu desde os seus 10 anos de idade: era forçada a treinar até as mãos sangrarem, em várias ocasiões esteve lesionada mas treinava na mesma, sob efeitos de analgésicos, e chegou a treinar sobre um solo com picos – colocados propositadamente pelos treinadores, para as ginastas andarem somente com as pontas dos pés.

Poucos dias depois destas denúncias, as irmãs Becky e Ellie Downie confessaram que esses abusos, sobretudo os mentais, eram tão frequentes por parte dos treinadores que se tornou “a norma” no mundo da ginástica britânica.

Antes, em janeiro deste ano, Amy Tinkler anunciou que tinha abandonado a ginástica, aos 20 anos. Especulou-se que os problemas constantes no seu tornozelo tinham originado esta decisão mas, afinal, e igualmente em julho, a própria Amy confessou que deixou a modalidade porque, apesar das várias queixas formais que apresentou junto da Federação Britânica de Ginástica, não recebeu qualquer resposta.

A federação reagiu e disse que as queixas foram apresentadas em dezembro de 2019, apenas um mês antes do anúncio da atleta, e que os pormenores só tinham sido divulgados em março de 2020, por isso a investigação estava em curso.

Amy Tinkler, que conquistou uma medalha de bronze na última edição dos Jogos Olímpicos, voltou a fazer um anúncio nesta terça-feira, revelando que vai começar a tornar pública a sua correspondência privada, para demonstrar que a federação está a mentir sobre este assunto.

A Federação Britânica de Ginástica reagiu novamente e diz que iniciou nova investigação, desta vez relacionada com queixas de Amy sobre Colin Still, o selecionador nacional.

Colin Still (que continua a ser o selecionador nacional) trocou mensagens sobre Amy Tinkler, depois de ver resultados de análises, que a ginasta “parecia estar um bocado pesada”. Quando foi elucidado por uma nutricionista sobre os números das análises, comentou: “Obrigado pela explicação. Agora vou voltar ao meu esqui, sabendo que a Amy não se está a transformar numa anã gorda!“. Amy Tinkler tinha 17 anos, na altura. Até hoje não recebeu qualquer pedido de desculpa do treinador.

“Eu odeio fazer isto em público. É injusto para mim e para as pessoas de quem vou falar, mas não encontro outra escolha. De que adianta fazer a coisa certa, seguindo as diretrizes, apenas para ser enganada e rejeitada. Os melhores profissionais da British Gymnastics não demonstraram qualquer empatia ou desejo de mudar, por isso é hora de demonstrar publicamente o seu comportamento”, escreveu Amy nas redes sociais.

  NMT, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …