Amnistia acusa Bélgica de violação de direitos dos idosos em lares durante pandemia

Stannah

A Amnistia Internacional (AI) denunciou esta segunda-feira o “abandono” pelas autoridades belgas de milhares de idosos que morreram em lares e residências assistidas durante a pandemia de covid-19, o que classificou como “violação dos direitos humanos”.

Num relatório divulgado esta segunda-feira, a organização não-governamental (ONG) constatou que, entre março e outubro, 61,3% (6.467) de todas as mortes pela doença ocorridas no país foram de pessoas residentes em lares e residências assistidas, noticiou a agência Lusa.

A AI concluiu que “a Bélgica não cumpriu as suas obrigações em matéria de direitos humanos, com graves consequências para muitos dos seus residentes [em lares]. Muitos receberam cuidados de saúde abaixo das normas e alguns idosos provavelmente morreram prematuramente em resultado disso”, pode ler-se no relatório intitulado “As casas de repouso da Bélgica no ângulo morto da covid-19”.

Citando números divulgados pela ONG Médicos Sem Fronteiras, a AI referiu que apenas 57% dos casos graves em lares de idosos foram transferidos para hospitais devido a “uma interpretação errada das diretrizes de triagem”. “Algumas pessoas mais velhas provavelmente morreram prematuramente em resultado disso”, disse a ONG.

“Levou meses até que uma circular declarasse explicitamente que a transferência para o hospital ainda era possível, se estivesse de acordo com os interesses e desejos do paciente, independentemente da idade”, segundo o relatório.

Denunciando uma falta de pessoal “histórica e estrutural” nos lares de idosos na Bélgica têm, a AI recomendou que se façam “visitas de inspeção por parte dos serviços competentes”, de modo a evitar negligências. As denúncias da AI fazem eco com as de outras ONG, relatadas pela imprensa belga.

A AI explicou os problemas relatados com a existência de deficiências estruturais do setor subfinanciado dos lares de idosos e com falta de pessoal crónica.

Houve utentes que receberam nos lares cuidados que deveriam ter sido prestados em meio hospitalar, situação a que acrescem a redução de visitas de médicos, menos assistência informal (voluntários, familiares) e com muitos funcionários em baixa médica ou isolamento, segundo o relatório.

“O direito à saúde e mesmo à vida dos idosos foi violado, tendo havido residentes que não receberam todos os cuidados de que necessitavam, por vezes comida e água”, denunciou ainda a organização.

Segundo o diário Le Soir, a ONG Vie de Quallité (Vida de Qualidade – Aviq), sediada na região francófona da Valónia (sul), recebeu entre 20 de abril e 25 de setembro 185 queixas e reclamações de residentes de lares ou de pessoas próximas, sendo que a média anual varia entre 150 e 200 e em 2019 chegaram à Aviq um total de 116 queixas.

De acordo com dados desta segunda-feira, a Bélgica registou uma média diária de 5.057 novos casos de covid-19 entre 06 e 12 de novembro (-47% do que na semana anterior), para um total de 535.939 desde o início da pandemia, tendo morrido uma média de 170 pessoas por dia, num total de 14.421.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.313.471 mortos resultantes de mais de 54 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo a agência francesa AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …