A amizade improvável entre um cão e uma girafa bebé teve um final infeliz

The Rhino Orphanage / Facebook

Jazz, a girafa, e Hunter, o cão guarda

Jazz, uma girafa bebé, foi abandonada pela mãe à nascença. Hunter, um pastor belga malinois, acarinhou-a desde o primeiro momento. A amizade durou três semanas, uma vez que o pequeno Jazz acabou por morrer.

Há três semanas, Jazz, uma pequena girafa bebé, foi acolhida com poucos dias de vida num orfanato de animais na África do Sul. A girafa foi rápida a fazer amigos: depressa criou uma ligação especial com Hunter, um cão que lá vivia.

A girafa foi encontrada já desidratada, por um agricultor que a entregou no orfanato. Há poucos dias, o animal começou a perder a força nas pernas e acabou mesmo por morrer de hemorragia cerebral.

“Colapsou de repente, vimos sangue a acumular nos seus olhos. O ritmo cardíaco de Jazzie caiu. O seu amigo Hunter sabia que algo estava mal porque, de repente, ficou ao lado girafa sem ir lá fora. Jazz deu o seu último suspiro com o Hunter“, escreveu o orfanato.

A equipa do orfanato desconfia que a mãe de Jazz suspeitava da doença da sua cria, tendo sido por isso que a abandonou – ao contrário de Hunter, que nunca largou a girafa. “Agora sabemos que Jazz não teve uma mãe má. Ela apenas sabia.”

Ainda assim, é possível que o pastor belga malinois também tenha tido a mesma intuição, mas optou pelo comportamento contrário ao da mãe. A história prova que a capacidade de amar dos cães não é um exclusivo que reservam aos humanos, mas sim uma consequência provável de um gene que a ciência já identificou, avança o Expresso.

* Update Jazz & Hunter *Amazingly the past 2 or 3 days our AP Dog Hunter has noticed that his giraffe friend Jazz, has…

Publicado por The Rhino Orphanage em Quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Os cientistas que estudam o comportamento dos cães podem não ficar surpreendidos com esta amizade improvável, uma vez que estes animais podem não ser apenas o melhor amigo do homem, mas sim o melhor amigo – sem nenhuma distinção.

Experiências anteriormente realizadas neste campo revelaram que se um cão for criado com uma ovelha será o melhor amigo da ovelha. Aquilo que torna os cães tão especiais poderá não ser a capacidade de compreender os humanos, mas a de ter emoções e de amar.

Uma equipa de investigadores da Universidade Estatal do Arizona, nos Estados Unidos, concluiu que, sem contacto com humanos, os cães conseguem ser animais selvagens, tanto quanto outros. No entanto, a exposição dos cães aos humanos ou a outros seres vivos torna-os dóceis.

Já a facilidade com que criam relações tem a ver como uma predisposição natural para uma hipersociabilização.

Uma outra equipa, liderada por Bridgett vonHold, bióloga molecular na Universidade de Princeton, identificou genes nos cães que, nos humanos, podem ser associados com a síndrome Williams-Beuren, uma desordem genética que tem, entre outras consequências, a de uma excessiva pulsão para fazer amizades.

Ainda assim, os cientistas não sabem se a existência destes genes nos cães é uma decorrência de uma história iniciada há mais de 15 mil anos, quando os humanos começaram a alimentá-los.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. As mães humanas no passado também sabiam das doenças dos filhos mesmo sem irem ao médico mas elas agora se transformaram em autómatos e nada sabem estando dependentes de tudo e todos.

  2. A verdade é que os humanos tem coragem de abandonar os seus bebés sem motivos, estejam eles doentes ou não. Isso é o que mais me decepciona no género humano. Nesse caso é melhor criar um cachorro ou um gato.

  3. “A história prova que a capacidade de amar dos cães não é um exclusivo que reservam aos humanos”
    E com esta, o lobby dos cães aqui do ZAP arrasa em definitivo qualquer tentativa do lobby dos pequenos felinos em se sobrepor ao poderio dos cães.
    Os cães amam tudo. Sobretudo comer e dormir 🙂

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …