Relatório denuncia violação dos direitos dos trabalhadores em fábrica chinesa da Amazon

A Amazon está a ser alvo de várias críticas depois de um relatório internacional ter acusado a empresa de lucrar às custas de funcionários que trabalham em más condições na China.

A China Labor Watch, em conjunto com a revista The Observer do The Guardian, investigou as condições de trabalho na fábrica Foxconn, na China, na qual são confecionadas as colunas smart Echo e os leitores Kindle.

O relatório da investigação, realizada entre agosto do ano passado e abril de 2018, foi publicada no domingo no site da China Labor Watch e conclui que existem várias violações da lei laboral chinesa naquela fábrica. Entre elas destacam-se as semanas de trabalho com 60 horas e a falta de compensação adequada pela horas suplementares.

“Os lucros da Amazon são à custa dos trabalhadores que trabalham em condições chocantes e não têm escolha a não ser trabalhar horas extraordinárias excessivas para garantir a subsistência”, lê-se no relatório.

Em março, a Amazon admitiu ter descoberto “dois pontos preocupantes” na fábrica de Hengyang na sequência de uma auditoria. Na altura, solicitou de imediato “um plano de ação corretivo” para “remediar” os problemas encontrados na fábrica. Ty Rogers, porta-voz da Amazon, não adiantou mais pormenores sobre este caso.

Segundo a Visão, a Foxconn reagiu ao comunicado, afirmando ter conhecimento do relatório e estar a levar a cabo uma “investigação completa”. “Se for verdade, serão tomadas ações imediatas para fazer as operações cumprirem o nosso código de conduta”, garante.

A lei laboral chinesa estabelece um limite de 10% de trabalhadores temporários nas fábricas. No entanto, o relatório denunciou o recurso excessivo a trabalhadores temporários – cerca de 40% do total de trabalhadores – que não têm direito a baixa nem férias pagas.

Além disso, as horas extraordinárias estão a ser pagas como horas normais de trabalho, em vez da hora e meia prevista na lei. Outros dos problemas encontrados prendem-se com a falta de segurança em caso de incêndio na zona dos dormitórios e de equipamento de proteção, além da sujeição dos trabalhadores a “abuso verbal“.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se a Amazon tem “escravos” na Alemanha, no R. Unido, na Itália, etc, ia para a China preocupada com os trabalhadores?!
    Tá bonito!…

RESPONDER

Portugal foi o país da Europa que mais pagou a agentes de futebol

Em 2019, Portugal foi o país da Europa que mais gastou em comissões a agentes nos processos de venda de jogadores de futebol. Os números são de um relatório FIFA, citado esta quinta-feira pelo Jornal de …

"Agregar, agregar, agregar". Se vencer, Pinto Luz conta com Rio e Montengro

O candidato à liderança do PSD Miguel Pinto Luz disse que caso vença as diretas de 11 de janeiro quer contar os seus adversários nesta corrida - o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o …

Açores são o único arquipélago do mundo com certificado de destino turístico sustentável

Os Açores são a primeira região do país certificada como destino turístico sustentável, distinção atribuída a apenas 13 regiões no mundo e entregue esta quinta-feira com a categoria de "prata" pela certificadora Earthcheck. "É com profundo …

Kendrick Lamar atua em data extra do Alive

O rapper norte-americano Kendrick Lamar vai atuar a 8 de julho, num dia extra do festival Alive, no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras. Esta será a terceira vez que o rapper atua em Portugal, tendo …

Hugh Grant em campanha porta a porta contra Boris Johnson e o Brexit

Hugh Grant está em campanha contra o primeiro-ministro do seu país. O ator britânico decidiu juntar-se aos trabalhistas e liberais democratas para derrotar Boris Johnson e, nos últimos dias, tem participado em ações de campanha …

Sarah previu a vitória de Trump em 2016. Agora, alerta para o perigo das redes sociais

Sarah Kendzior, que previu a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de 2016, diz que as redes sociais podem ser utilizadas como uma arma política. Quando quase todos menosprezavam a corrida eleitoral de Donald Trump …

Marcelo "afasta-se" do encontro entre Pompeo e Netanyahu

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu esta quinta-feira que o encontro, que decorre em Lisboa, entre o secretário de estado dos Estados Unidos e o primeiro ministro israelita "é uma realidade que …

Economia portuguesa cresce acima da média europeia

As economias da zona euro e da União Europeia (UE) mantiveram, no terceiro trimestre, o ritmo de crescimento do período homólogo, respetivamente 1,2% e 1,4%, com Portugal a avançar acima da média (1,9%). Segundo revelou o …

Atendimento a sem-abrigo passa a ser feito independentemente da morada

O atendimento de emergência a pessoas sem-abrigo passa a poder ser feito em qualquer centro distrital da Segurança Social, independentemente da morada em que a pessoa está registada ou da existência de um processo familiar, …

Catarina Martins presente na contra-cimeira do clima em Madrid

A coordenadora do BE integra a comitiva bloquista que, na sexta-feira, vai a Madrid para a manifestação da contra-cimeira do clima, enquanto decorre na capital espanhola a cimeira da Organização das Nações Unidas, a COP25. Em …