Relatório denuncia violação dos direitos dos trabalhadores em fábrica chinesa da Amazon

A Amazon está a ser alvo de várias críticas depois de um relatório internacional ter acusado a empresa de lucrar às custas de funcionários que trabalham em más condições na China.

A China Labor Watch, em conjunto com a revista The Observer do The Guardian, investigou as condições de trabalho na fábrica Foxconn, na China, na qual são confecionadas as colunas smart Echo e os leitores Kindle.

O relatório da investigação, realizada entre agosto do ano passado e abril de 2018, foi publicada no domingo no site da China Labor Watch e conclui que existem várias violações da lei laboral chinesa naquela fábrica. Entre elas destacam-se as semanas de trabalho com 60 horas e a falta de compensação adequada pela horas suplementares.

“Os lucros da Amazon são à custa dos trabalhadores que trabalham em condições chocantes e não têm escolha a não ser trabalhar horas extraordinárias excessivas para garantir a subsistência”, lê-se no relatório.

Em março, a Amazon admitiu ter descoberto “dois pontos preocupantes” na fábrica de Hengyang na sequência de uma auditoria. Na altura, solicitou de imediato “um plano de ação corretivo” para “remediar” os problemas encontrados na fábrica. Ty Rogers, porta-voz da Amazon, não adiantou mais pormenores sobre este caso.

Segundo a Visão, a Foxconn reagiu ao comunicado, afirmando ter conhecimento do relatório e estar a levar a cabo uma “investigação completa”. “Se for verdade, serão tomadas ações imediatas para fazer as operações cumprirem o nosso código de conduta”, garante.

A lei laboral chinesa estabelece um limite de 10% de trabalhadores temporários nas fábricas. No entanto, o relatório denunciou o recurso excessivo a trabalhadores temporários – cerca de 40% do total de trabalhadores – que não têm direito a baixa nem férias pagas.

Além disso, as horas extraordinárias estão a ser pagas como horas normais de trabalho, em vez da hora e meia prevista na lei. Outros dos problemas encontrados prendem-se com a falta de segurança em caso de incêndio na zona dos dormitórios e de equipamento de proteção, além da sujeição dos trabalhadores a “abuso verbal“.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se a Amazon tem “escravos” na Alemanha, no R. Unido, na Itália, etc, ia para a China preocupada com os trabalhadores?!
    Tá bonito!…

RESPONDER

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …