Alunos vão poder fazer queixa da praxe ao Ministério

a@k / Flickr

-

Além da distribuição de folhetos sobre praxes académicas, os estudantes universitários têm agora um endereço electrónico para onde podem denunciar abusos no âmbito de praxes assim como receber apoio do Ministério da Educação.

O Ministério da Educação e Ciência (MEC) anunciou hoje que esta semana, altura em que arrancam as inscrições dos caloiros, irão começar a ser distribuídos folhetos informativos sobre as praxes académicas nas diferentes instituições de ensino superior.

O secretário de Estado do Ensino Superior, José Ferreira Gomes, enviou um conjunto de recomendações sobre as práticas de praxes académicas que as instituições devem seguir.

Segundo o documento assinado por Ferreira Gomes, a que a Lusa teve acesso, “o Ministério da Educação e Ciência criou um endereço de correio electrónico (praxesabusivas@mec.gov.pt) onde abusos ocorridos no âmbito das actividades de praxe devem ser denunciados”, garantindo ainda que será disponibilizado apoio a quem o requerer.

Sublinhando a autonomia disciplinar das instituições, o MEC recomenda às instituições que incluam nos seus regulamentos disciplinares normas sobre actos de violência ou coação física ou psicológica sobre outros alunos, no sentido de tal prática ser considerada uma infracção disciplinar, quer seja por “acção ou omissão”.

“Considera-se infracção disciplinar o comportamento do estudante, por acção ou omissão, que implique a prática de actos de violência ou coação física ou psicológica sobre outros estudantes, designadamente no âmbito das praxes académicas”, recomenda Ferreira Gomes.

O Ministério defende ainda que as praxes “não podem, em caso algum, revestir natureza vexatória ou de ofensa de natureza física ou moral dos participantes ou de quaisquer outras pessoas, nem podem prejudicar o normal funcionamento da instituição, nomeadamente impedir ou dificultar a ida dos estudantes às aulas ou perturbar a sua participação nas demais actividades escolares”.

É também sugerido aos dirigentes das instituições assim como às associações de estudantes que mantenham contactos com as entidades que coordenam as actividades de praxe, no sentido de clarificar procedimentos e precaver situações abusivas.

O MEC lembra também que cabe ao Provedor do Estudante e aos gabinetes de apoio ao estudante de cada instituição um papel activo na preparação da integração dos novos estudantes e na disponibilização de recursos de acompanhamento psicológico e jurídico a quem solicite apoio e denuncie situações violentas ou não consentidas.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Esquecer a Tragédia do Meco é dar luz verde a que nossos filhos possam desaparecer em mistério e mentiras!! Este não foi um caso qualquer!! Há acusações gravissimas á justiça portuguesa que a não serem refutadas é o descrédito total!! É importante que o Sr. ministro da justiça se pronuncie e até o Sr. Presidente da República sobre a investigação muito estranha do Sr. procurador de Almada!! Se ficarmos calados perante isto e não exigirmos esclarecimentos é porque não nos importamos que matem nossos filhos!!!!!

RESPONDER

Governo aberto para suspender pagamento por conta do IRC

O deputado do PEV José Luís Ferreira afirmou hoje que o Governo demonstrou abertura para suspender este ano o pagamento por conta do IRC e para criar um fundo de tesouraria destinado às pequenas e …

Consumo de vinho aumentou "acentuadamente" durante confinamento

Um estudo europeu divulgado esta segunda-feira concluiu que a frequência do consumo de vinho "aumentou acentuadamente" em Espanha, França, Itália e Portugal com o confinamento e que as principais fontes de abastecimento foram os supermercados …

João Félix lesiona-se a poucos dias do regresso da La Liga

João Félix contraiu uma lesão no ligamento lateral interno do joelho esquerdo durante um treino, informou esta segunda-feira o Atlético de Madrid. "João Félix sofreu uma entorse do ligamento colateral medial de baixo grau do joelho …

"Agiu com responsabilidade, legalidade e integridade". Boris Johnson segura assessor

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apoiou este domingo o seu principal conselheiro, Dominic Cummings, acusado de violar as regras de confinamento impostas para combater a pandemia covid-19, assegurando que o assessor agiu legalmente e com …

Dieselgate. Volkswagen condenada a indemnizar cliente

A justiça alemã condenou hoje a Volkswagen a indemnizar em parte um cliente que comprou um automóvel equipado com um motor diesel falsificado, numa sentença que deve influenciar dezenas de milhares de processos cinco anos …

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …