Altos níveis de colesterol podem potenciar risco de cancro da mama

National Cancer Institute / Wikimedia

-

Os altos níveis de colesterol no sangue podem aumentar o risco de cancro de mama, indica um estudo conduzido em mais de um milhão de doentes no Reino Unido durante mais de uma década.

O estudo será apresentado no congresso “Frontiers in CardioVascular Biology (FCVB) 2014”, que começa esta sexta-feira em Barcelona, numa organização da Sociedade Europeia de Cardiologia em colaboração com 13 sociedades de ciências cardiovasculares europeias. Os investigadores fizeram uma análise retrospetiva de mais de um milhão de doentes no Reino Unido entre 2000 e 2013 a partir da base de dados clínica Algoritmo para as Comorbilidades, Associações, Dias de Hospitalização e Mortalidade (ACALM). Participaram no estudo 664.159 mulheres, das quais 22.938 sofriam de hiperlipidemia (excesso de gordura no sangue) e 9.312 cancro de mama.

Cerca de 530 mulheres com hiperlipidemia desenvolveram cancro de mama. Os investigadores usaram um modelo estatístico para estudar a associação entre a hiperlipidemia e o cancro de mama e concluíram que ter altos níveis de colesterol multiplica por 1,64 o risco de desenvolver cancro de mama. “O nosso estudo preliminar sugere que as mulheres com altos níveis de colesterol no sangue podem ter maior risco de sofrer de cancro da mama e abre a possibilidade de prevenir o cancro de mama com estaminas, que reduzem o colesterol”, disse Rahul Potluri, investigador da unidade de investigação ACALM e principal autor do estudo.

Estudo preliminar

O responsável ressalva, no entanto, que como se trata de um estudo preliminar e é “necessário um considerável período de tempo e investigação antes de se conseguir provar a ideia”. Os estudos de população realizados nos últimos anos sugerem uma associação entre a obesidade e o cancro de mama. Um estudo realizado em ratos no ano passado concluiu que reduzir o colesterol na circulação ou interferir no seu metabolismo pode servir para prevenir o cancro de mama. “Descobrimos que as mulheres com alto nível de colesterol tinham uma possibilidade significativamente maior de desenvolver cancro de mama. Foi um estudo de observação, pelo que não podemos concluir que o alto nível de colesterol seja a causa do cancro de mama, mas a solidez desta associação justifica que se continue a investigar”, acrescentou Rahul Potluri.

Para o investigador é agora preciso um estudo que controle o risco de cancro de mama em mulheres com e sem altos níveis de colesterol para confirmar estas conclusões. “Se se confirmar a ligação entre os altos níveis de colesterol e o cancro de mama, o passo seguinte seria comprovar se a redução do nível de colesterol com estatinas pode reduzir o risco de desenvolver cancro”, disse. “As estatinas são baratas e relativamente seguras e estão largamente disponíveis. Encaminhamo-nos possivelmente para um ensaio clínico de entre 10 a 15 anos para provar o efeito das estatinas na incidência de cancro da mama”, acrescentou.

Rahul Potluri considera que os resultados do estudo preliminar “são animadores”, mas aconselha prudência na análise dos dados agora divulgados. A Sociedade Europeia de Cardiologia representa mais de 80 mil profissionais de cardiologia da Europa e do Mediterrâneo.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Quinta do Lazareto rende 13 milhões à Sonangol

A alienação da Quinta do Lazareto, um dos ativos imobiliários que a Sonangol pôs à venda em Portugal, rendeu à petrolífera angolana 13 milhões de euros, 45% acima da expetativa inicial, segundo uma administradora da …

Professores exigem negociações sobre progressão da carreira e ameaçam avançar para tribunal

Cerca de 50 professores concentraram-se esta quinta-feira em Bragança, onde decorre o primeiro Conselho de Ministros descentralizado, para exigir a abertura das negociações com a tutela, avisando que, se o Governo não o fizer, a …

Governo dá mais dias de férias a funcionários que se mudem para o interior

O Governo aprova esta quinta-feira em Conselho de Ministros um regime de incentivos para os funcionários da Administração Pública que decidam ir trabalhar para o interior, com ajudas de custo ou compensações financeiras e mais …

Autarquias têm mais um ano para preparar descentralização

O Governo decidiu dar mais tempo às autarquias para estas se prepararem para a descentralização. O prazo passa para o primeiro trimestre de 2022. Segundo avançou o Jornal de Notícias, citado pelo ECO, após críticas aos …

Sá Fernandes ponderou sair do Livre (e apoia eventual candidatura de Ana Gomes a Belém)

Na sua primeira grande entrevista após o caso Joacine, Ricardo Sá Fernandes, dirigente do Livre, revelou ao Observador que ponderou sair do partido e admitiu apoiar uma possível candidatura da ex-eurodeputada socialista Ana Gomes às …

Medina diz desconhecer caso do alegado falso engenheiro

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse esta quarta-feira que não ter informação sobre o alegado falso engenheiro da empresa Tanagra, com quem a autarquia celebrou vários contratos para obras públicas. A TVI noticiou …

Parlamento debate fim das comissões bancárias no MB Way e nas prestações da casa

O Parlamento debate esta quinta-feira projetos do BE, do PCP, do PS, do PAN e do PSD sobre limitação e proibição de comissões bancárias, tendo os bloquistas, que agendaram esta discussão, expectativa de que os …

Castração química. Bloco de Esquerda é contra veto a projeto de lei do Chega (e explica porquê)

A Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias considerou que o projeto de lei do Chega "não preenche os requisitos do ponto de vista constitucional". O Bloco de Esquerda votou contra e explicou …

Estado pode deixar de ganhar dinheiro com empréstimo ao Novo Banco

Atualmente, o Fundo de Resolução paga juros de 2% e 1,38% pelos empréstimos contraídos junto do Estado para financiar as medidas de resolução do BES e do Banif, respetivamente. Porém, esse valor pode descer para …

Equipa de campanha de Trump processa The New York Times por difamação

A equipa de campanha de Donald Trump processou o The New York Times. Em causa está um artigo publicado em março do ano passado. A equipa de campanha de Donald Trump alega que o jornal publicou, …