Alto político russo demitido por Vladimir Putin recorre ao Supremo

Yuri Kochetkov / EPA

Um alto responsável político russo, demitido pelo Presidente Vladimir Putin em janeiro devido a acusações de vários escândalos, contestou a decisão perante a mais alta instância judicial do país.

É a primeira vez em vinte anos que uma decisão deste tipo é contestada em tribunal.

Em causa está o afastamento de Mikail Ignatiev, ex-dirigente da região de Tchouvachie, situada a cerca de 700 quilómetros de Moscovo, que interpôs um recurso no dia 20 de maio no Supremo Tribunal da Rússia contra o decreto presidencial que o afastou do cargo.

De acordo com a página oficial do Supremo Tribunal na Internet, o recurso vai ser examinado pelos juízes no próximo dia 30 de junho.

Responsável político máximo da região de Tchouvachie entre 2012 e janeiro de 2020, Ignatiev foi afastado na sequência de um incidente considerado “piada de mau gosto” pelo Kremlin, segundo relata a agência Lusa. Imagens divulgadas através da Internet mostravam Mikail Ignatiev a segurar a chaves da ignição de um veículo pesado sobre a cabeça de um socorrista que teve de saltar para as conseguir.

As imagens vídeo indignaram os russos sendo que dias antes o mesmo político provoca escândalo ao ameaçar jornalistas e políticos que criticam o poder.

Poucos dias depois da divulgação das imagens, Vladimir Putin, que dispõem do poder de demitir responsáveis regionais decidiu afastar Ignatiev afirmando que tinha perdido a “confiança” no político. De acordo com a imprensa local trata-se da primeira vez que um caso deste tipo é levado perante a Justiça desde que Putin alcançou o poder, em 2000.

Anteriormente, dois casos semelhantes chegaram ao Supremo Tribunal, nos anos 1990, na altura da presidência de Boris Yeltsin.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma "possibilidade real" de trocar capitalismo pelo socialismo no século XXI, diz PCP

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, assinalou na quinta-feira os 150 anos da Comuna de Paris com um discurso de fidelidade ao ideal comunista e definiu a "substituição do capitalismo pelo socialismo" como uma …

Moçambique. Ministro da Defesa diz que ataque a Palma não coloca em causa exploração de gás

O ministro da Defesa de Moçambique, Jaime Neto, disse esta quinta-feira que o ataque à vila de Palma não coloca em causa o projeto de exploração de gás natural liderado pela petrolífera Total em Afungi, …

Nova Zelândia quer tornar a próxima geração completamente não fumadora

A Nova Zelândia anunciou um conjunto de propostas que visam banir os cigarros entre a próxima geração e aproximar o país da sua meta de ser livre de fumo até 2025. Desta forma, o Governo pretende …

Porto lança cartão da cidade para munícipes. Vantagens incluem descontos na cultura

O cartão foi lançado no dia 5 de abril e permite que os utilizadores tenham acesso a descontos em museus, teatros, piscinas e utilização gratuita do elevador dos Guindais. Destina-se aos moradores da cidade e …

Afinal, o SEF ainda não foi extinto. Governo vai publicar decreto-lei

Afinal, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ainda não foi extinto. Segundo o Ministério da Administração Interna, o Governo vai "aprovar por decreto-lei a orgânica do novo serviço público [SEA] e as novas competências …

Mais quatro mortes e 553 casos nas últimas 24 horas

De acordo com a Direção-Geral da Saúde, Portugal registou nas últimas 24 horas 553 novos casos de covid-19 e quatro mortes associadas à doença. Portugal regista hoje mais quatro mortes relacionadas com a covid-19, 553 novos …

Familiares das vítimas do voo MH-17 na Ucrânia vão pedir indemnizações

Uma das advogadas das vítimas do voo MH-17 da Malaysia Airlines anunciou que 290 familiares apresentaram pedido de indemnização contra os quatro suspeitos do acidente. Uma advogada das vítimas do derrube do voo da Malasya Airlines …

1.º de Maio. CGTP duplica lotação, UGT festeja online com ex-ministros socialistas

As centrais sindicais voltam a estar divididas quanto às comemorações do 1.º de Maio. A CGTP vai organizar dois desfiles e duplicar a concentração na Alameda Dom Afonso Henriques; a UGT cancelou qualquer iniciativa presencial …

"Vice" da bancada do PS contestado por pedir autocrítica do partido sobre Sócrates

Pedro Delgado Alves defendeu que o PS deveria refletir sobre a ação de José Sócrates. O deputado foi contestado por outros dirigentes do grupo parlamentar, nomeadamente Ana Catarina Mendes, que reagiu de forma dura à …

Japão responde à China e garante que derrame de Fukushima será seguro

O vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso, reafirmou esta sexta-feira, em resposta às críticas da China, que a descarga da central nuclear de Fukushima aprovada pelas autoridades japonesas estará dentro dos limites de segurança da água potável. "Estou …