ALMA descobriu ingrediente da vida em torno de estrelas bebé do tipo solar

Digitized Sky Survey 2/L. Calçada / ESO

A região de formação estelar onde foi descoberto o isocianato de metilo, encontrando-se destacada a estrutura molecular deste composto químico.

A região de formação estelar onde foi descoberto o isocianato de metilo, encontrando-se destacada a estrutura molecular deste composto químico.

O ALMA observou estrelas como o Sol numa fase muito inicial da sua formação e descobriu traços de isocianato de metilo — um bloco constituinte de vida.

Esta é a primeira vez que se deteta esta molécula prebiótica em protoestrelas do tipo solar, isto é, estrelas do tipo da protoestrela que deu origem ao Sol e, logo, ao Sistema Solar. A descoberta ajuda os astrónomos a perceber melhor a origem da vida na Terra.

Duas equipas de astrónomos utilizaram o ALMA, Atacama Large Millimeter / submillimeter Array, no Chile, para detetar a molécula orgânica complexa prebiótica de isocianato de metilo, substância muito tóxica que contém átomos de carbono, hidrogénio, azoto e oxigénio na configuração química CH3NCO, no sistema estelar múltiplo IRAS 16293-2422.

Uma das equipas foi liderada por Rafael Martín-Doménech, do Centro de Astrobiología de Madrid, Espanha, e por Víctor M. Rivilla, do INAF-Osservatorio Astrofisico di Arcetri, Florença, Itália, e a outra foi liderada por Niels Ligterink do Observatório de Leiden, Holanda e por Audrey Coutens do University College London, Reino Unido.

Este sistema estelar não pára de nos surpreender! Depois da descoberta dos açúcares, descobrimos agora isocianato de metilo. Esta família de moléculas orgânicas está ligada à síntese de péptidos e aminoácidos, os quais formam, sob a forma de proteínas, a base biológica da vida tal como a conhecemos,” explicam Niels Ligterink e Audrey Coutens.

As capacidades do ALMA permitiram às duas equipas observar esta molécula ao longo do espectro rádio, a vários comprimentos de onda diferentes e bem característicos.

L. Calçada / ESO

O ALMA observou estrelas como o Sol numa fase muito inicial da sua formação e descobriu traços de isocianato de metilo — um bloco constituinte de vida. Esta é a primeira vez que se deteta esta molécula prebiótica em protoestrelas do tipo solar, isto é, estrelas do tipo da protoestrela que deu origem ao Sol e, consequentemente, ao Sistema Solar. Esta descoberta ajuda os astrónomos a perceber melhor a origem da vida na Terra.

O ALMA observou estrelas como o Sol numa fase muito inicial da sua formação e descobriu traços de isocianato de metilo — um bloco constituinte de vida.

As equipas descobriram as impressões digitais químicas únicas desta molécula nas regiões internas e densas do casulo de gás e poeira que rodeia as estrelas jovens nas suas fases mais iniciais de evolução.

Cada equipa identificou e isolou as assinaturas da molécula orgânica complexa de isocianato de metilo. Seguidamente fizeram-se modelos químicos de computador e experiências em laboratório com o intuito de compreendermos ao máximo a maneira como esta molécula se forma.

O IRAS 16293-2422 é um sistema múltiplo de estrelas muito jovens situado a cerca de 400 anos-luz de distância na enorme região de formação estelar Rho Ophiuchi, na constelação do Ofiúco ou Serpentário. Estes novos resultados do ALMA mostram que o gás de isocianato de metilo rodeia cada uma destas estrelas jovens.

A Terra e os outros planetas do nosso Sistema Solar formaram-se a partir de material que restou da formação do Sol. O estudo de protoestrelas do tipo solar pode, por isso, abrir aos astrónomos uma janela para o passado, permitindo-lhes observar condições semelhantes àquelas que levaram à formação do nosso Sistema Solar há cerca de 4,5 mil milhões de anos atrás.

“Estamos entusiasmados com estes resultados porque estas protoestrelas são muito semelhantes ao Sol no início da sua vida, apresentando o tipo de condições propícias à formação de planetas do tamanho da Terra”, comentaram Rafael Martín-Doménech e Víctor M. Rivilla, autores principais de um dos artigos científicos que descrevem estes resultados.

“Ao encontrarmos moléculas prebióticas, temos agora outra peça do puzzle que é compreender como é que a vida começou no nosso planeta“, acrescentam.

Niels Ligterink, autor de outro dos artigos, está muito satisfeito com os resultados complementares de seguimento feitos em laboratório. “Para além de detetarmos moléculas, queremos também compreender como é que elas se formam”.

“As nossas experiências laboratoriais mostram que o isocianato de metilo pode, efetivamente, formar-se em partículas geladas sob condições de frio extremo, semelhantes às encontradas no espaço interestelar”, explica Ligterink.

“Isso implica que esta molécula, e por conseguinte, a base das ligações dos péptidos, tem efetivamente uma grande probabilidade de estar presente próximo da maioria das estrelas jovens do tipo solar”, conclui.

// CCVAlg

1 COMENTÁRIO

  1. “O IRAS 16293-2422 é um sistema múltiplo de estrelas muito jovens situado a cerca de 400 anos-luz de distância”. Eu apenas pergunto, como é possível analisar algo que está a 400 anos-luz, ou seja, a imagem transmitida (à velocidade da luz) demora 400 anos (!) a chegar até nós e com esta precisão molecular? Algo apenas imaginável e ao mesmo tempo poderá querer dizer que é algo que actualmente, após 400 anos, já poderá nem existir!
    Acho que deveriam investir mais tempo e dinheiro em fazer do nosso planeta um planeta melhor onde todos possamos viver e sobreviver, do que tentar encontrar outros planetas para podermos destruir como fizemos e fazemos no planeta Terra…

RESPONDER

-

Atirador canadiano abateu militante do Estado Islâmico à maior distância de sempre

Um sniper das forças especiais canadianas no Iraque bateu o recorde de distância ao eliminar um militante do Estado Islâmico a 3 540 metros de distância. O sniper canadiano eliminou o militante do grupo terrorista a …

Impressão de artista que mostra o possível aspeto da jovem e morta galáxia de disco MACS2129-1

Hubble capta disco galáctico "morto" que desafia as teorias da evolução das galáxias

Ao combinar o poder de uma "lente natural" no espaço com a capacidade do Telescópio Espacial Hubble da NASA, um grupo de astrónomos descobriu o primeiro exemplo de uma galáxia em forma de disco, compacta ainda …

-

200 crimes deram 5 penas de prisão perpétua para antigo paramilitar do Ulster

Gary Haggarty, antigo comandante da Força Voluntária do Ulster, admitiu culpa em 200 crimes - incluindo cinco homicídios - e vai cumprir cinco penas de prisão perpétua por isso. Na Irlanda do Norte, um antigo líder …

O estudante norte-americano Otto Warmbier, de 22 anos, detido em 2016 pela Coreia do Norte

Pyongyang nega ter torturado norte-americano que morreu depois de libertado

Pyongyang negou, esta sexta-feira, ter torturado o estudante norte-americano que esteve preso durante mais de um ano na Coreia do Norte e que acabou por morrer depois de ter sido libertado em estado de coma. O …

-

Este ano ardeu 12 vezes mais floresta do que em 2016 (sem contar com Pedrógão Grande)

Os incêndios florestais consumiram até 15 de junho 15.184 hectares, uma área ardida quase 12 vezes superior ao mesmo período de 2016, revelou o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório …

-

"Quando foi a última vez que um actor matou o presidente?", perguntou Johnny Depp

O actor Johnny Depp está envolvido numa nova polémica, depois de uma declaração que fez no Festival de Glastonbury, no Reino Unido, na quinta-feira à noite. "Quando foi a última vez que um actor matou …

-

Em 2018, empresas públicas têm de ter um terço de mulheres nos cargos de topo

Seis deputados do CDS, entre os quais a líder Assunção Cristas, e os votos do PS e do BE aprovaram, esta sexta-feira, uma lei para tornar mais paritárias a administração pública e empresas públicas e …

-

Comerciantes com prejuízos de 240 mil euros em balões de S. João querem apoios

A Associação de Comerciantes do Porto anunciou que vai pedir à Secretaria de Estado do Comércio uma "compensação" para os comerciantes que comprovem que compraram este ano balões de São João e cujo prejuízo ronda …

Dijsselbloem Nights

Eurodeputados do Sul da Europa organizam as "Dijsselbloem Nights"

Eurodeputados de Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia estão a organizar as "Dijsselbloem Nights", uma espécie de festival cultural de reacção aos comentários do político holandês que preside ao Eurogrupo e que acusou os países …

Um grupo de rapazes usou saia porque os calções eram proibidos

Eles vestiram saias porque não podiam usar calções

Em Inglaterra, um grupo de 30 estudantes vestiu saias para protestar contra as regras de uniforme da escola, que não permitem o uso de calções. Na ISCA Academy, em Exeter, Inglaterra, um grupo de estudantes pediu …