Aliados sabiam de campos de concentração nazis e não fizeram nada

H. L. Clyn Hughes / Wikimedia

Libertação do Campo de Concentração Nazi de Berger-Belsen, em 17 de Abril de 1945.

Libertação do Campo de Concentração Nazi de Berger-Belsen, em 17 de Abril de 1945.

Documentos secretos agora divulgados pela Livraria Wiener de Londres revelam que os EUA, o Reino Unido e a União Soviética sabiam da existência dos campos de concentração nazis, mas não fizeram nada para acabar com os mesmos.

Segundo os arquivos até agora guardados na sede das Nações Unidas, os Aliados já tinham conhecimento do extermínio dos judeus em 1942, ou seja, dois anos e meio antes do que se pensava.

Os EUA, o Reino Unido e a União Soviética estavam cientes da escala do Holocausto e até tinham preparado acusações de crimes de guerra contra Adolf Hitler e os seus principais comandantes nazis. No entanto, pouco fizeram para tentar resgatar ou providenciar abrigo para os judeus que estavam em perigo, destaca o Independent.

“As grandes potências comentaram sobre o assassinato em massa de judeus dois anos e meio antes do que se supunha”, disse Dan Plesch, autor do livro Human Rights After Hitler, ao jornal britânico.

Plesch, professor do Centro de Estudos Internacionais e Diplomacia da Universidade de Londres, disse que os Aliados começaram a elaborar acusações de crimes de guerra baseadas em depoimentos de testemunhas nos campos de concentração. Entre as suas descobertas estão documentos de 1944 que acusavam Hitler de crimes de guerra.

Human Rights After Hitler

Vários países acusaram Hitler e outros líderes nazis de crimes de guerra

Vários países acusaram Hitler e outros líderes nazis de crimes de guerra

Os dados que constam no livro de Dan Plesch, tornado público esta terça-feira, concluem que os EUA nada terão feito por receio de ver prejudicada a sua relação económica com a Alemanha na altura.

“Alguns arquivos têm mais de 2 mil páginas, e esta é a primeira vez que estão disponíveis para qualquer pessoa no Reino Unido”, adiantou Howard Falksohn, da Biblioteca Wiener, sublinhando que poderá ser possível “reescrever capítulos cruciais da História“.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Mais do isso, foram os próprios aliados quem (1) financiou Hitler, para que ele chegasse ao poder, e (2) quem o ajudava a gerir os campos de concentração.

    1) Quando Hitler chegou ao poder, a Alemanha estava economicamente de rastos, por causa das indemnizações ao vencedores da Primeira Grande Guerra. Ora, com o país de rastos, onde é que foram os nazis buscar tanto dinheiro para financiar a sua máquina de guerra e toda a sua economia? Resposta: Aos banqueiros estadunidenses. (Leiam Antony C. Sutton)

    2) Como é que se geria a enorme quantidade de pessoas que eram levadas para os campos de concentração? Resposta: Com máquinas de cartões perfurados da IBM, antecessoras dos computadores, que era emprestadas por esta companhia, também responsável pela manutenção das mesmas. (Leiam Edwin Black)

    E aquela viagem de Rudolf Hess à Escócia, em 41, ainda envolta em mistério? Porque razão haveria um dirigente de topo nazi querer reunir-se com alguém do lado do suposto “inimigo”?

  2. Da União Soviética não seria de esperar grande coisa por duas razões:

    1) Estaline era anti-semita
    2) Estaline quis aliar-se com Hitler e fazer parte das potências do Eixo. Só não fez parte do Eixo porque Hitler recusou.

    • Desculpe mas isso é uma tolice. Desde o inicio que o objectivo era a riqueza mineira da U.S. e matar o comunismo no ovo, que estava em crescimento espetacular. Sabe que nos Estado Unidos. a população está convencida que foram eles que ganharam a a 2ª G.G. Você parece estar a lêr livros desatualizados. Quanto a denunciar os crimes nazis em 42, a U.S. estava mais preocupada em defender-se da invasão, que destruiu 1700 cidades, matava todos os habitantes que não fugissem, perderam 27 milhões de russos. Na Bielorussia, arrasaram 600 aldeias matando todos os seus habitantes. Acha mesmo que eles tinham a oportunidade de investigar os campos de concentração. Isso de misturar a União Sovietica, com a Inglaterra e E.U., foi concerteza para amaciar o choque de acusar as potencias que ajudaram Hitler- Não se esqueça que a França que era uma potencia, entregou-se quase sem lutar permitindo que Hitler, se service das fabricas, materias primas e mão de obra.

  3. Grande novidade… Já se imaginava, não é? Com tanta espionágem e não haviam de saber? E como diz O Fernando, se sabiam e não faziam nada, é porque tinham o rabo preso. Mas depois cheios de autoridade moral enforcaram os gajos tods que os podiam denunciar.

    Os Nazis eram um nojo, porque a ganância pelo poder é toda ela um nojo! Como tal, os do outro lado não eram melhores. A natureza humana, que se revela quando o poder lhes cai nas mãos… É um verdadeiro asco! Esqueçam se foram Alemães, Chineses, Africanos, Americanos ou Portuguêses… A semente mora dentro de cada um de nós. A única guerra que importa combater é uma guerra interior contra o medo e o egoismo.

  4. Não estou a compreender o que mais os aliados podiam fazer em 1942. A guerra tinha começado em 1939. Não seria só por falta de vontade dos aliados que nao se fez nada. O Exercito Alemão era demasiado poderoso para deixar seja quem fosse que entrasse por ali a dentro só porque queriam..

  5. A elite sionista é que planeou o extermínio do judeus considerados por eles como inferiores para garantir o seu estatuto de intocáveis. Por isso hoje não se pode reclamar dos judeus, e quem o fizer é chamado logo de Nazi e pregado na cruz. Leiam “Os Protocolos dos Sábios de Sião”. A Wikipedia diz que é propaganda anti semita, mas leiam e tirem a vossas conclusões, o texto é antigo e menciona muitas coisas que se concretizaram.

  6. Atrás do rabo do “holocau$to”, se escondem os assassinos comunistas judeus Lênin, Trotsky, Yagoda, Frenkel, Kaganovich, Beria, Ana Pauker e o georgiano Stalin, que mataram “só” 80-90 milhões de pessoas no GULAG e na Sibéria! Se escondem a morte de 8 milhões de alemães, as cidades bombardeadas e o roubo da tecnologia nazista de Foguetes em 300 vagões junto com os seus cientistas geniais como o genial Wernher von Braun, tudo isso avaliado em mais de Um Trilhão de Dólares! A, esqueci que escondem também o banditismo democrata ianque que jogou Bombas Atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki! Mas a “democracia” continua até hoje na Afegantistão, Líbia, Síria, Iraque e na África e também o genocídio da Europa com parasitas afro-asiáticos como “migrantes”!

RESPONDER

Siza Vieira abriu imobiliária um dia antes de entrar no Governo

O ministro Adjunto do primeiro-ministro abriu uma empresa imobiliária um dia antes de tomar posse, acumulando a gerência não remunerada com o cargo governamental. Pedro Siza Vieira abriu uma empresa de compra e venda de bens …

Lisboa, Porto e Coimbra podem vir a ter megatribunais

O Governo prevê investir quase 275 milhões de euros na próxima década na construção e requalificação de tribunais. Lisboa, Porto e Coimbra deverão ganhar um novo grande tribunal. Em Lisboa, Porto e Coimbra, o Governo defende …

Desmantelamento de base nuclear na Coreia do Norte vai começar

A Coreia do Norte deve iniciar esta quarta-feira o desmantelamento de uma base nuclear em Punggye-ri. Depois de terem negado o acesso aos jornalistas, o Governo volta atrás e permite a cobertura jornalística Vai começar o desmantelamento …

Zuckerberg foi ao Parlamento Europeu pedir desculpa

Mark Zuckerberg desculpou-se no Parlamento Europeu pela incapacidade demonstrada pela sua empresa para evitar que os dados pessoais dos cidadãos europeus fossem erradamente usados A dois dias da entrada em vigor da legislação europeia para a …

Lasers podem deixar computadores um milhão de vezes mais rápidos

Uma nova técnica promete fazer com que a computação seja até um milhão de vezes mais rápida do que é atualmente, através do uso do laser na propagação de informações. Mil milhões de operações por segundo …

Morreu o escritor norte-americano Philip Roth

O escritor norte-americano morreu de insuficiência cardíaca, aos 85 anos, disse o agente literário à agência noticiosa Associated Press. Natural de Newark, Nova Jérsia, Philip Roth, habitualmente mencionado como candidato ao Nobel da Literatura, era considerado …

Contacto com germes pode prevenir leucemia em crianças

Análise baseada em 30 anos de estudos aponta que a leucemia linfoblástica aguda tem a sua origem em infâncias sem exposição de germes ao sistema imunitário. Uma das causas mais comuns de cancro nas crianças, a …

250 siberianos tornaram-se nos primeiros nativos americanos

Uma recente análise genética sugere que a população fundadora dos nativos americanos que migrou da Sibéria era composta por aproximadamente 250 indivíduos. Apesar dos inúmeros estudos genéticos, os cientistas ainda não tinham chegado a um consenso …

Afinal, o maior anfíbio do mundo são cinco

A salamandra-gigante-da-china não é uma espécie, mas cinco. Estas espécies estão em risco de extinção devido à má gestão da conservação. O maior anfíbio do mundo, a salamandra-gigante da-China (Andrias davidianus) são cinco espécies diferentes. A …

Cientistas chineses descobrem possível origem dos misteriosos sinais extraterrestres

Cientistas chineses encontraram uma nova explicação para as misteriosas e rápidas rajadas de rádio. Os especialistas acreditam que os "sinais extraterrestres" são originados por um tipo específico de estrela de neutrões: as "estrelas estranhas". Em 2001, …