Cientistas descobrem que alguns peixes se reconhecem a si próprios ao espelho

Alex Jordan / Max Plant Institute

O bodião-limpador responde positivamente ao teste do espelho, considerado o padrão máximo para determinar a autoconsciência em animais.

A capacidade de se reconhecer numa imagem refletida foi testada em peixes por um grupo de investigadores alemães e japoneses. Os investigadores recorreram ao clássico teste do espelho, que, em caso de resultado positivo, é considerado um marco da cognição em todas as espécies.

O Labroides dimidiatus, conhecido como bodião-limpador, é encontrado facilmente em todos os recifes de coral. Os cientistas testaram a autoconsciência desta espécie, colocando uma marca colorida nos peixes que só podia ser vista ao espelho. Curiosamente, os peixes tentaram tirar as marcas esfregando o corpo contra superfícies duras depois de se verem ao espelho.

Segundo a Visão, nenhum dos peixes tentou tirar marcas transparentes quando se viam ao espelho e também nenhum tentou tirar marcas coloridas quando não havia espelho, o que aumenta a convicção de que a tentativa de as remover foi uma resposta ao estímulo visual.

Além disso, concluíram os investigadores, nenhum peixe sem qualquer marca agiu como se tentasse removê-la quando interagia com peixes marcados, nem tentou tirar marcas colocadas no próprio espelho. O estudo, publicado recentemente na PLOS Biology, sugere que os peixes podem ter capacidades cognitivas muito acima do esperado.

No entanto, a interpretação dos resultados não é assim tão clara. Quereraá isto dizer que os peixes têm autoconsciência, um traço que se pensava exclusivo em primatas e mais alguns mamíferos? Ou será que o teste do espelho pode ser resolvido através de outro processo cognitivo?

“Os comportamentos que observamos não deixam grandes dúvidas de que os peixes cumprem, a nível comportamental, os critérios originais do teste“, afirma Alex Jordan, um dos autores do estudo.

“O que é menos claro é se estes comportamentos devem ser considerados como prova de que os peixes têm consciência de si próprios – apesar de, no passado, estes mesmos comportamentos terem sido interpretados como autoconsciência em tantos outros animais”, continua o investigador.

Frans de Waal, um primatologista da Universidade de Emory, nos Estados Unidos, considera o estudo bastante intrigante e, por esse motivo, pede cautela na interpretação. E deixa a questão no ar: “E se a autoconsciência se desenvolver como uma cebola, camada sobre camada, em vez de aparecer de uma vez?”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

Gémeas alemãs nascem com 3 meses de diferença (e em anos distintos)

Um hospital alemão anunciou na segunda-feira o caso de duas meninas que, apesar de serem gémeas, nasceram com três meses de diferença e em anos distintos. Com apenas 26 semanas de gravidez, a 17 de novembro …

Avião hospital da Luftwaffe levou doze feridos da Madeira para a Alemanha

Doze feridos do acidente com um autocarro turístico partiram hoje do Aeroporto da Madeira, cerca das 12:00, a bordo de um avião alemão equipado com meios hospitalares, com destino a Colónia, após operação de transferência …

Família desalojada e nove casas atingidas em queda de grua no Porto

Uma grua caiu hoje em cima de várias habitações na rua da Corticeira, na zona das Fontainhas, na cidade do Porto, mas não há feridos a registar, disse fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto. A grua …

Mulheres são quase metade dos “100 mais influentes” da Time

Há 48 mulheres na lista das 100 personalidades mais influentes do mundo publicada esta quarta-feira pela revista norte-americana Time. A lista, publicada anualmente desde 2004, junta personalidades das mais diferentes áreas distribuídas por cinco categorias: “Pioneiros”, …