Algarve rejubila em outubro graças aos turistas ingleses

1

Luís Forra / EPA

O Algarve está a recuperar turistas em outubro, principalmente nesta última semana, marcada pelo período intercalar de férias escolares no Reino Unido e na Alemanha.

Os dados são confirmados ao Expresso por João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), que diz que chegaram ao aeroporto de Faro “215 voos no último fim de semana, com mais de 30 mil passageiros desembarcados, e 41% provenientes do Reino Unido, o maior número verificado no Algarve desde o início de 2020″.

“São sinais claros de retoma dos nossos mercados externos mais tradicionais, em particular dos britânicos”, resume.

As famílias britânicas estão a regressar ao Algarve, para aproveitarem o verão tardio que se faz sentir este mês. Mas há outro fator que contribui para este crescimento de turistas: “uma época de golfe que está a correr muitíssimo bem”, segundo João Fernandes.

“Desde meados de setembro até final de novembro, as perspetivas são de ter a maioria dos 40 campos da região praticamente cheios”, afirma o presidente da RTA, lembrando que o impacto se deve sobretudo aos “mercados do Reino Unido e Irlanda, que representam 73% das voltas no Algarve, e até aqui têm estado deficitários”.

O jornal noticia ainda que, além de estar a haver um rebooking de reservas que tinham sido adiadas, “também se notam muitas reservas de last minute”.

Em novembro, mantém-se a perspetiva de crescimento turístico, com o Algarve a acolher o Grande Prémio Moto GP (no dia 7) e o torneio de golfe Portugal Masters (de 4 a 7).

“Pela recuperação dos mercados externos, sente-se que estamos a aproximar-nos do que seria um ano normal, mas ainda longe de 2019, em que o aeroporto de Faro movimentava um milhão de passageiros no mês de outubro”, sublinhou o presidente da Região de Turismo do Algarve.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.