Alemã vende “marido usado” no eBay por 18 euros

Leon7 / Wikimedia

Uma alemã de 40 anos estava farta dos maus modos do marido. Por isso, decidiu colocar o seu marido à venda no eBay por apenas 18 euros.

De acordo com o jornal The Sun, Dorte L, tal como é chamada na plataforma de vendas, referiu no anúncio que estava casada com o companheiro há sete anos, mas que já não aguentava mais o seu mau feitio.

“Queridas mulheres, nesta época de Natal percebi que simplesmente já não pertencemos um ao outro. Vou desistir do meu marido e quero negociar o preço. Enviem-me perguntas por email”, escreveu a mulher, referindo-se ao homem como “marido usado”.

A mulher diz ainda que “o artigo” estava disponível para entrega no dia de Natal e que poderia ser “testado” no dia seguinte, o chamado “Boxing Day”.

A mulher, que vive em Hamburgo, definiu o preço de 18 euros, uma vez que disse ser o seu número da sorte.

Em declarações ao jornal alemão Hamburger Abendblatt, a mulher revelou que o marido não tinha conhecimento do anúncio e só soube quando o caso foi revelado na comunicação socialem que o mesmo jornal descobriu a história.

“O anúncio teve boas reações. Recebi muito feedback positivo e algumas pessoas enviavam muitos emoticons sorridentes”, disse “Dorte L”. “Não queria fazer um drama. Foi só por diversão”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …