/

Álcool em excesso na adolescência pode afetar genética de gerações futuras

1

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas durante a adolescência pode afetar as funções cerebrais de futuras gerações, revela um novo estudo divulgado esta segunda-feira.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Os cientistas expuseram um grupo de ratos adolescentes a uma quantidade de álcool comparável a seis episódios de consumo excessivo e, uma vez sóbrios, os ratos acasalaram.

Para que não se atribuísse os resultados da investigação à Síndrome Alcoólica Fetal, as fêmeas não consumiram qualquer bebida alcoólica durante a gravidez.

Após o nascimento das crias, os especialistas compararam os filhos dos ratos que ingeriram bebidas alcoólicas com os descendentes de outros que não foram expostos ao álcool.

A análise ao hipotálamo dos filhos de ratos que beberam álcool excesso revelou diversas mudanças no ADN que podem alterar o comportamento dos “interruptores genéticos” – que ativam ou desativam os genes, regulando a sua atividade.

Sem esses interruptores, os genes que codificam as proteínas não funcionam e as mutações nessas áreas podem provocar várias doenças.

Os investigadores encontraram 159 mudanças neurológicas nas crias cujas mães foram expostas ao álcool e 93 modificações naqueles cujos pais tinham passado pelo mesmo processo.

Nos casos em que os dois progenitores tinham consumido álcool em excesso, foram descobertas 244 mudanças nos descendentes.

O estudo foi realizado por especialistas da Universidade de Loyola, em Chicago, e foi apresentado esta semana na reunião anual da Sociedade de Neurociência dos EUA.

“Beber excessivamente não só é perigoso para o desenvolvimento do cérebro dos adolescentes, mas também pode afetar o cérebro dos seus filhos”, disse Toni Pak, professor da Universidade de Loyola, citado pelo Science Daily.

PUBLICIDADE

Apesar de a investigação ter sido realizada apenas em animais, os seres humanos e os ratos reagem ao álcool de maneira semelhante.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo abusivo de álcool é cada vez mais visível os entre adolescentes e é uma das principais causas de violência e mortes prematuras entre os jovens.

BZR, ZAP

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.