Alcochete. Arguido iliba Mustafá de dar ordem para o ataque à academia

Manuel Almeida / Lusa

O líder da Juve Leo, Nuno Miguel Mendes “Mustafá”, é apontado como suspeito de terror em Alcochete

O arguido Valter Semedo disse hoje em tribunal que o objetivo da ida a Alcochete no dia da invasão à academia do Sporting consistia em mostrar aos jogadores “descontentamento de uma maneira não simpática”. Além disso, ilibou Mustafá, o líder da Juve Leo, de ordenar o ataque.

“A ideia era mostrar-lhes o nosso descontentamento de uma maneira não simpática. Chamar-lhes mercenários e dizer-lhes que eles não eram dignos de usar a camisola do Sporting”, disse o arguido, na 34.ª sessão do julgamento da invasão, ocorrida em 15 de maio de 2018, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa.

Valter Semedo, de 25 anos, admitiu ter criado o grupo de WhatsApp denominado ‘Academia Amanhã’, no qual foi combinada a invasão ao centro de treinos do Sporting, e disse saber que a “ida não era do conhecimento do Sporting”.

O arguido, que entrou na academia com “a cara tapada com uma t-shirt”, admitiu que Nuno Mendes, ‘Mustafá’, líder da claque Juventude Leonina, também não sabia dos planos.

“Se ele soubesse dessa vontade [de ir à academia], ia entrar em contacto com alguém do Sporting e, como a final [da Taça de Portugal] estava próxima, eu sabia que, o mais provável, era o pedido ser rejeitado”, referiu.

Valter Semedo, que garantiu não ter entrado no balneário, explicou que o jogador William Carvalho o reconheceu e lhe disse: “Valter, o que é isto?”.

“Eu respondi: não sei, vínhamos aqui para falar com vocês e para mostrar o nosso descontentamento”, contou o arguido, acrescentando que William Carvalho lhe disse “que falar era normal, mas não era preciso agredir”.

Na sessão da manhã, foi também ouvido o arguido Pedro Lara que, tal como outros ouvidos anteriormente, admitiu que o objetivo da ida à academia era “criticar os jogadores por o Sporting não se ter qualificado para a Liga dos Campeões e dar um incentivo para a final da Taça de Portugal”.

Pedro Lara referiu já ter ido à academia numa ocasião anterior, “para falar com o treinador José Peseiro”, dessa vez com autorização e sem a cara tapada.

O arguido disse ter tapado a cara “com uma gola, porque sabia que iam estar jornalistas à porta da academia” e ter entrado na ala profissional da academia, mas não no balneário, “onde havia muita gente e barulho”, tendo saído pouco depois.

Percebi que alguma coisa correu mal, pois eles diziam: ‘vamos embora, vamos embora’”, disse Pedro Lara, admitindo que “se tivesse pensado friamente não teria ido”.

O julgamento prossegue à tarde com a audição de dois arguidos, entre os quais Mustafá, que está detido preventivamente desde maio do ano passado.

O processo da invasão à Academia tem 44 arguidos, acusados da coautoria de 40 crimes de ameaça agravada, de 19 crimes de ofensa à integridade física qualificada e de 38 crimes de sequestro, todos estes (97 crimes) classificados como terrorismo.

Bruno de Carvalho, ‘Mustafá’ e Bruno Jacinto, ex-oficial de ligação aos adeptos do Sporting, estão acusados de autoria moral de todos os crimes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Entrevista a Bruno Cunha, que quase morreu 7 vezes numa jogada

Postura descontraída, sorriso permanente, adora o voleibol e não procura maior reconhecimento. Bruno Cunha, 23 anos, internacional português. Reforçou a Fonte do Bastardo para a nova época e já foi uma das figuras no «jogo grande» …

Inventor português e Huawei chegam a acordo

O jornal Público avança esta sexta-feira que a produtora de telemóveis inteligentes Huawei chegou a acordo com Rui Pedro Oliveira, o empresário português que a acusava de lhe ter roubado uma ideia. Em causa estava …

OLX regista queda na procura de casas, mas oferta de imóveis subiu 228% em relação a 2019

A pandemia afetou várias áreas da economia e o setor imobiliário não fugiu à regra. De acordo com o Público, a procura de casas para alugar na plataforma OLX teve uma queda abrupta entre os …

Recurso de Sócrates distribuído a Rangel foi redigido por Fátima Galante

Um recurso de José Sócrates, no âmbito da Operação Marquês, distribuído em 2015 ao juiz Rui Rangel, foi, afinal, redigido pela desembargadora Fátima Galante, sua mulher, revela a acusação da Operação Lex. Segundo a acusação do processo …

Filme sobre Snu Abecassis e Francisco Sá Carneiro estreia na RTP1

Snu, a produção realizada por Patrícia Sequeira e lançada nos cinemas portugueses em março do ano passado, chega à RTP1, esta segunda-feira (21), às 22h30. O filme retrata a história romântica de Snu Abecassis e …

Há mais recuperados do que apontam os dados oficiais

A diretora-geral da Saúde admitiu esta segunda-feira que o número de doentes recuperados de covid-19 é superior ao apontado pelos dados oficiais, disponibilizados no boletim diário da DGS, por atrasos na notificação. “Sabemos que há mais …

E agora, o Famalicão-Benfica em versão musical

Senhoras e senhores, bem-vindos à CoronaLiga 2020/2021. Não é ao mambo número cinco. O Lou Bega não sabe o que está a dizer. Ou a cantar. David Lubega. Talvez muita gente não saiba que nasceu em …

StayAway Covid conta mais de um milhão de utilizadores

StayAway Covid, a aplicação móvel que permite rastrear as redes de contágio de covid-19, já foi descarregada por mais de um milhão de pessoas, 19 dias após o seu lançamento. O administrador do Instituto de Engenharia …

Bielorrússia. 440 pessoas detidas violentamente após se juntarem na "marcha da justiça"

Mais de 440 pessoas foram detidas no domingo em várias cidades da Bielorrússia por participarem em protestos contra o Presidente do país, Alexander Lukashenko, informou esta segunda-feira o Ministério do Interior bielorrusso. Em todo o país, …

"Sim" vence referendo para reduzir um terço dos deputados em Itália

O “sim” à redução em um terço dos deputados em Itália venceu o referendo realizado no domingo e hoje com 60% a 64% dos votos, segundo sondagens à boca das urnas citada pela agência Lusa. O …