Álbum póstumo com novas canções de Leonard Cohen lançado hoje

Takahiro Kyono / Wikimedia

Leonard Cohen em Odense, na Dinamarca, 17 de Agosto de 2013

O álbum “Thanks for the Dance”, de novas canções do músico Leonard Cohen, vai ser lançado esta sexta-feira a nível mundial, três anos depois da morte do artista canadiano.

Com nove faixas, o disco resulta do trabalho feito pelo filho — e produtor — Adam Cohen, que, após a morte do pai, se “retirou para uma garagem convertida no seu quintal, ao fundo da rua onde vivia o seu pai, para voltar a trabalhar [com ele] e estar na companhia da sua voz”.

“Da sua colaboração anterior em ‘You Want It Darker’, existiam alguns esboços musicais, por vezes, pouco mais do que a parte vocal. Leonard pediu ao filho que concluísse essas letras”, pode ler-se no comunicado de setembro da Sony Music Portugal, que replicava o divulgado no site oficial de Cohen.

Já conhecidos eram os temas “The Goal” e “Happens to the Heart”, ou até a canção que encerra o disco, “Listen to the Hummingbird”, que Leonard Cohen cantou numa conferência de imprensa em Los Angeles, semanas antes de morrer, e cuja gravação Adam Cohen recuperou.

A voz de Leonard Cohen nas oito canções anteriores foi gravada ao mesmo tempo que o disco que saiu pouco tempo antes de o cantor morrer, intitulado “You Want It Darker”, mas Adam Cohen rejeita, citado pelo The New York Times, que sejam considerados “lados B”.

“Thanks for the Dance” conta com as colaborações do espanhol Javier Mas, que acompanhou Cohen em palco nos últimos oito anos de concertos, para além de nomes como Damien Rice, Feist, Beck, Jennifer Warnes, Richard Reed Parry (dos Arcade Fire), Bryce Dessner (dos National), ou o pianista Dustin O’Halloran.

O disco tem ainda contributos dos coros Cantus Domus e Shaar Hashomayim, da Orquestra Stargaze, bem como de Patrick Watson como coprodutor de uma das canções. A mistura esteve a cargo de Michael Chaves.

No mês passado, chegou às livrarias portuguesas a biografia do músico escrita ainda em vida, com ajuda do ‘cantautor’, pela jornalista Sylvie Simmons, especializada na área musical, editada pela Tinta-da-China e ilustrada com fotografias e documentos.

Nascido em 1934, Leonard Cohen começou a carreira artística como escritor. Nos anos 1960, ainda antes de editar o álbum de estreia, “Songs of Leonard Cohen”, publicou poesia e dois romances.

Em Portugal, estão editados esses romances iniciais, intitulados “O Jogo Favorito” (1963) e “Vencidos da Vida” (1966), o livro de poesia e desenhos “Livro do Desejo” e as antologias “Filhos da Neve” (Assírio & Alvim) e “Poemas e Canções”.

“You Want it Darker”, o último álbum lançado em vida, era já apresentado como uma autorreflexão sobre mortalidade, uma interrogação sobre a natureza do homem e de um Deus todo-poderoso.

No sábado, no começo do festival Porto/Post/Doc vai ser exibido, no teatro Rivoli, o filme “Marianne & Leonard: Words of Love”, de Nick Broomfield sobre a relação entre Cohen e a sua “musa” Marianne Ihlen.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …