Com 344 anos, Alagba morreu no palácio do Rei. Era a tartaruga mais velha de África

Rilwanola1 / wikimedia

Alagba, a tartaruga gigante considerada a mais velha em África morreu de doença súbita.

Era conhecida por Alagba, vivia no palácio do rei tradicional da cidade de Ogbomoso, no sudoeste da Nigéria, e morreu aos 344 anos de idade. Foi uma doença súbita que matou a tartaruga gigante considerada a mais velha em África.

A morte do animal foi anunciada pelo secretário particular do rei Oba Jimoh Oyewunmi. A tartaruga do sexo masculino, cujo nome Alagba significa, na Língua Iorubá, “o mais velho”, morreu nesta quinta-feira de doença súbita, conforme anunciou Toyin Ajamu aos média locais.

Alagba viveu no palácio durante séculos. A tartaruga recebeu muitos monarcas em Ogbomoso, no passado”, referiu o secretário particular do rei.

A tartaruga de uma espécie que é caracterizada por ter grande longevidade, tornou-se popular e o rei tradicional “utilizava os seus recursos pessoais para lhe dar bem-estar”, como revelou o seu secretário pessoal. Alagba “tinha dois funcionários do palácio dedicados” exclusivamente a ela, disse.

Esses funcionários “davam-lhe comida, assistência médica e tratavam de todas as questões logísticas para garantir que o animal recebesse o melhor tratamento”, explicou ainda Toyin Ajamu.

“Todos os dias, Alagba recebia turistas que a visitavam, de diferentes partes do mundo”, acrescentou o secretário particular do rei, realçando que o palácio e o sector de turismo “lamentam a morte” da tartaruga.

Para manter viva a memória do popular animal, o secretário anunciou que há planos para preservar o seu corpo para que os turistas continuem a poder visitá-la.

Estudos recentes têm apontado que as alterações climáticas ameaçam extinguir as tartarugas de sexo masculino. O sexo das tartarugas é determinado pelas temperaturas, sendo que os valores mais quentes favorecem o nascimento de fêmeas.

Uma investigação recente alertou para o risco de as tartarugas-marinhas-comuns nascidas numa zona de Cabo Verde poderem ser todas fêmeas por volta de 2100. Nalgumas áreas da Grande Barreira de Corais da Austrália, cientistas já identificaram populações de tartarugas quase totalmente femininas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Dez milhões de crianças "podem nunca voltar à escola" após coronavírus

A pandemia de coronavírus causou uma "emergência educacional sem precedentes", com 9,7 milhões de crianças afetadas pelo encerramento de escolas em risco de nunca voltar às aulas, alertou na segunda-feira a Organização Não Governamental (ONG) …

Nos Estados Unidos, há uma máquina obsoleta a dificultar a resposta à pandemia. Chama-se fax

O facto de vários departamentos de saúde pública norte-americanos ainda utilizarem o fax para trocarem informação com hospitais, centros de saúde e laboratórios que realizam testes de deteção do novo coronavírus é um grande problema …

Uber passa a estar disponível em todo o país

A plataforma de transporte pode, a partir desta terça-feira, ter operadores em todo o território nacional, considerando ser um passo importante num contexto em que o turismo interno ganha relevância, no âmbito da pandemia da …

Profissionais do SNS já trabalharam oito milhões de horas extra no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2020, contam-se mais 1,2 milhões de horas suplementares trabalhadas, sendo que só em maio a subida foi superior a 471 mil. Segundo o Jornal de Notícias, nos primeiros seis meses deste ano, …

Rui Moreira diz que não é possível prevenir festejos de adeptos do FC Porto

O presidente da Câmara Municipal do Porto disse, esta terça-feira, não ser possível tomar medidas de prevenção em relação a possíveis festejos de adeptos do FC Porto pela conquista do título, pedindo apenas que se …

Mulher assintomática provoca surto de 71 infetados na China. Bastou entrar sozinha num elevador

A passagem de uma mulher infetada com covid-19, mas assintomática, por um elevador de um edifício habitacional na China deu origem a um surto de 71 contagiados. De acordo com o estudo publicado pelo Centro de …

Detido em França um dos pedófilos da "darknet" mais procurados do mundo

A polícia francesa prendeu um suspeito de gerir portais na "darknet" que permitiram a "milhares de internautas de todo o mundo ter acesso a fotografias ou vídeos de caráter pedopornográfico", anunciou, esta segunda-feira, o Ministério …

Mais seis mortes e 233 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta terça-feira, mais seis mortes e 233 novos casos de infeção por covid-19 em relação a segunda-feira. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 233 novos casos, 143 são na região …

Itália restitui a França obra de Banksy roubada do Bataclan

Itália anunciou, esta terça-feira, que vai devolver a França uma obra atribuída a Banksy, uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas em Paris, em 2015, roubada em 2019 e encontrada numa quinta perto de Roma. Antes, …

Há corais vermelhos na costa algarvia (e vai haver multas para quem os apanhar)

Os corais vermelhos da costa portuguesa vão passar a estar protegidos por legislação pesqueira e ambiental que está a ser preparada pelo governo e coimas elevadas, anunciou o ministro do Mar. O ministro do Mar, Ricardo …