Afinal, funcionários prometidos chegam às escolas no arranque do ano

A maioria dos 1067 funcionários prometidos pelo Ministério da Educação (ME) vai chegar às escolas no arranque do novo ano letivo.

Apesar de haver atrasos no lançamento dos concursos em cerca de 50 agrupamentos, há mais de mil assistentes operacionais com colocação garantida durante o primeiro mês de aulas, confirmam a tutela e os diretores escolares.

O Governo abriu o processo de contratação dos funcionários em março, mas cada um dos agrupamentos tinha que lançar os respetivos concursos para cada um dos lugares atribuídos. No último balanço de que dispõe o ME, feito há três semanas, cerca de 60 escolas ainda não tinham iniciado o procedimento. Com o arranque do mês em que começa o ano letivo, o total terá baixado para cerca de 50.

Em fevereiro deste ano, o Ministério da Educação disse que iria contratar mais mil funcionários para as escolas. Além disso, o ministério anunciou que ia criar uma bolsa que permita aos diretores substituir trabalhadores que estejam de baixa médica, duas medidas aplaudidas pelos diretores escolares. Os novos funcionários contratados teriam um contrato de trabalho por tempo indeterminado.

A medida dos ministérios da Educação e Finanças, que a classificaram como “inédita”, é uma resposta às inúmeras queixas de diretores que, em alguns casos, já tiveram de encerrar serviços destinados aos alunos — bar, biblioteca ou ginásios – ou mesmo que encerrar a escola por falta de funcionários que garantissem a segurança dos estudantes.

O presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima, acredita, porém, que o valor real seja bem mais baixo. A tutela contabiliza as escolas que ainda não publicaram em Diário da República o aviso de abertura das contratações, que é obrigatório por lei.

“Os concursos estão todos, pelo menos, lançados”, garante o dirigente. Mesmo com os atrasos existentes, há garantias de que cerca de 1000 funcionários vão ser colocados nas escolas durante o primeiro mês do novo ano letivo – que começa nesta terça-feira. Alguns destes já estão mesmo ao serviço e outros chegarão até ao final da semana, assegura Lima.

Manuel Pereira, da Associação Nacional de Diretores Escolares (ANDE), confirma que não estão previstos atrasos na generalidade das contratações de assistentes operacionais. O diretor tem, porém, dúvidas de que as 1067 colocações resolvam o problema de falta de funcionários nas escolas. “Não sabemos se serão, efetivamente, novos trabalhadores, ou apenas regularização de situações laborais.”

Os assistentes operacionais agora contratados entram nos quadros da função pública. As escolas têm dezenas de trabalhadores com vínculos precários, que podiam concorrer a este concurso e que, se forem colocados, vão largar os seus anteriores postos de trabalho.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Colisão gigante de asteróides no Espaço provocou um boom de vida na Terra

Os asteróides desempenharam um "papel divino" na história da vida na Terra. Um novo estudo sugere que um gigantesco boom de biodiversidade na Terra, há cerca de 470 milhões de anos, poderá ter acontecido devido …

Alguns planetas podem orbitar um buraco negro supermassivo em vez de uma estrela

Estamos habituados à ideia de que um planeta orbita estrelas. No entanto, estes corpos celestes podem também existir em torno de buracos negros supermassivos. Os cientistas já haviam adotado a ideia de que há planetas a …

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …