Aeroporto do Montijo tem despertado interesse de investidores no imobiliário

ANA / VINCI Aeroportos

Projeto para novo Aeroporto no Montijo

O setor imobiliário diz que o novo aeroporto do Montijo tem despertado o interesse de investidores no concelho, no distrito de Setúbal, mas explicam que o aumento de preços na habitação se deve sobretudo à proximidade com Lisboa.

“Nota-se que há investidores à procura de lotes de terreno ou casas para recuperar, fazer apartamentos e colocar à venda. Acho que estão a apostar no Montijo porque vem o aeroporto”, referiu à Lusa a gerente da Paula Imobiliário, que tem duas lojas no concelho.

Na visão de Paula Gonçalves, que trabalha no setor há mais de 20 anos, a explicação para este aumento da procura é a possibilidade de construção do novo aeroporto na Base Aérea N.º 6, entre o Montijo e Alcochete, até porque “grande parte” dos investidores não são da região e alguns são estrangeiros.

Também Nuno Brioso, da imobiliária Side4You, confirmou que “se tem assistido a uma maior procura de investimentos em armazéns, logística e terrenos para urbanizar”, numa perspetiva de que “venha o aeroporto para depois ganharem mais-valias”.

O preço das casas no Montijo e Alcochete subiu mais de 30% nos últimos dois anos, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgados em janeiro, no entanto, os agentes imobiliários discordam de que o novo aeroporto já tenha alguma influência no custo das habitações.

“Quando vem uma lufada de notícias sobre o aeroporto, realmente notamos que há uma maior procura por parte das pessoas, mas não considero que seja só o aeroporto. Atendendo aos preços que são praticados em Lisboa, as pessoas não conseguem chegar a esses valores e acabam por escolher a nossa cidade, porque fica perto e os preços são mais baratos”, explicou Paula Gonçalves.

A mesma opinião tem Nuno Brioso, que admitiu um “ligeiro aumento da procura a nível de pessoas para habitação” quando são divulgadas notícias, mas frisou que a principal causa para a subida de preços é a proximidade com a capital do país.

“Os habitantes de Lisboa estavam habituados a comprar casa a 300 ou 400 mil euros, mas agora custam entre 600 e 700 mil euros e muitos deles já não conseguem, por isso têm de vir para a periferia”, indicou.

Segundo as imobiliárias, no Montijo, a renda de um apartamento com três quartos custa, em média, 750 euros por mês, enquanto a compra já ronda os 250 mil a 280 mil euros.

No concelho vizinho de Alcochete, também se tem verificado um aumento da procura e, de acordo com Nuno Brioso, os preços são até “um bocadinho mais caros”.

“Alcochete tem menos imóveis, é mais pequeno e é um bocadinho mais caro. É uma vila mais pitoresca, tem aquele centro de vila piscatória e acaba por dar um encanto físico diferente do Montijo, que é muito maior. Alcochete está a tornar-se numa Cascais da Margem Sul”, mencionou.

Neste sentido, o agente imobiliário admitiu que os preços da habitação nos dois concelhos podem “subir ainda mais”, caso o novo aeroporto se concretize na localização anunciada.

“O ‘boom’ do aeroporto na procura, a vir, é realmente quando as coisas estiverem 100% definidas, com as obras já começadas, porque enquanto não acontecer não sei se vem para cá”, apontou.

Ainda assim, Nuno Brioso mostrou-se positivo quanto aos benefícios que a infraestrutura trará à Margem Sul, como “mais emprego, logística e hotelaria”.

A 8 de janeiro, a ANA — Aeroportos de Portugal e o Estado assinaram o acordo para a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, com um investimento de 1,15 mil milhões de euros até 2028 para aumentar o atual aeroporto de Lisboa (Aeroporto Humberto Delgado) e transformar a base aérea do Montijo num novo aeroporto.

Já no passado dia 30 de outubro, a Agência Portuguesa do Ambiente emitiu a proposta de Declaração de Impacte Ambiental relativa ao aeroporto do Montijo e respetivas acessibilidades, tendo a decisão sido “favorável condicionada”, que viabiliza o projeto.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …