Preservativo criado por adolescentes muda de cor em contacto doenças

TeenTech Awards

Os preservativos S.T.EYE mudam de cor quando detectam DST

Os preservativos S.T.EYE mudam de cor quando detectam DST

Um grupo de adolescentes ingleses criou um preservativo capaz de mudar de cor ao entrar em contacto com doenças sexualmente transmissíveis (DST).

A invenção foi a vencedora na categoria Saúde no TeenTech Awards, em Londres, prémios destinados a adolescentes com idades entre 11 e os 16 anos que tenham ideias tecnológicas capazes de melhorar a qualidade de vida.

O preservativo inclui uma fina camada impregnada com moléculas que mudam de cor ao se depararem com diferentes vírus. Por exemplo, fica verde se for clamídia, amarelo em caso de herpes genital, roxo na presença do HPV e azul nos casos de sífilis.

O produto batizado S.T.EYE, que tem como objetivo combater as crescentes taxas de infeção, foi criado pelos jovens Daanyaal Ali, de 14 anos, Muaz Nawaz, de 13, e Chirag Shah, de 14.

“Criamos o S.T.EYE como uma nova forma de detetar DST para ajudar no futuro da próxima geração”, afirmou Ali, que estuda na Isaac Newton Academy.

Os jovens ganharam mil libras e uma visita ao Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha de Inglaterra.

Move

PARTILHAR

RESPONDER

ANA avança com plano de "saídas voluntárias"

A ANA, gestora dos aeroportos nacionais, vai avançar com "um plano de saídas voluntárias", no âmbito do redimensionamento das equipas. A ANA - Aeroportos de Portugal, gestora dos aeroportos nacionais, vai avançar com “um plano de …

Cientistas detetaram estranhos objetos astronómicos circulares (e não fazem ideia do que são)

Recorrendo a telescópios, uma equipa de astrofísicos detetou quatro estranhos objetos astronómicos. Foram encontrados nos comprimentos de onda de rádio e são circulares e mais brilhantes do que as suas bordas. Estes estranhos e inesperados …

Especialista alerta sobre possíveis vírus extraterrestres que podem chegar à Terra em futuras missões

O cientista e antigo colaborador da NASA Scott Hubbard alertou para a possível chegada de vírus extraterrestres à Terra em futuras missões espaciais, notando que o interesse pela exploração do Espaço tem aumentado. O antigo …

Covid-19. A morada e a cor da pele são um fator de risco no Brasil

Enquanto que na Europa a idade é um fator de risco da covid-19, no Brasil, o sítio onde moram e a cor da sua pele definem essa fronteira entre os que têm maior ou menor …

Lagos dos Estados Unidos estão a ficar cobertos de verde. Nem os mais remotos escapam

Vários lagos montanhosos dos Estados Unidos estão a tornar-se verdes devido ao crescimento de algas que prosperam por causa das alterações climáticas, concluiu um estudo conduzido por cientistas da Universidade do Colorado. De acordo com a …

No Algarve, metade dos casos de infeção resultaram de transmissão social

Um estudo apresentado na última reunião do Infarmed, em Lisboa, veio estabelecer uma relação entre a propagação do vírus no Algarve e o fator social. De acordo com o estudo, apresentado na última reunião do Infarmed, …

Numa operação inédita de 18 horas, gémeas siamesas unidas pelo crânio foram separadas com sucesso

Ervina e Prefina, com 2 anos, nasceram com os crânios unidos, uma das formas mais raras e complexas de fusão craniana e cerebral conhecidas como "craniófago total posterior". Agora, médicos em Itália conseguiram separá-las numa operação …

Família de Pablo Escobar está a processar um rapper norte-americano. Exige-lhe 10 milhões

A família Pablo Escobar, morto em dezembro de 1993 na Colômbia, está a processar o rapper norte-americano Tauheed Heakeen Epps, mais conhecido como 2 Chainz, por usar o nome do narcotraficante num negócio. De acordo com …

Steve Jobs acreditava na eficiência do teletrabalho já em 1990

O fundador da Apple, Steve Jobs, que faleceu em outubro de 2011, dizia acreditar na eficiência do trabalho remoto já em 1990. A pandemia de covid-19, que já matou mais de 500 mil pessoas me todo …

Era mais do que uma nota. Sobrevivente de Auschwitz vai conhecer família de soldado que a libertou

Lily Ebert, de 90 anos, sobreviveu ao Holocausto. No campo de concentração de Auschwitz, recebeu uma nota alemã de um soldado judeu norte-americano que a libertou e lhe deu esperança. Agora, vai conhecer a família …