ADN de civilização antiga revela novos dados sobre ascendência dos habitantes da Ásia Meridional

O ADN dos restos mortais de um indivíduo da Civilização do Vale do Indo revelou novos dados sobre a ascendência dos asiáticos modernos da Ásia Meridional.

Quando caçadores-coletores se decidiram estabelecer no Vale do Indo — onde hoje estão partes do Afeganistão, do Paquistão e da Índia — como agricultores, originaram uma das primeiras sociedades urbanas do nosso mundo: a Civilização do Vale do Indo, que atingiu o seu pico entre 2.600 e 1.900 a.C.

Mas o que é que levou estas pessoas a mudarem drasticamente os seus hábitos? Uma teoria é que a agricultura chegou à Ásia Meridional através do movimento em grande escala dos agricultores iranianos.

Segundo o Science Alert, sugestões desta ascendência iraniana nos asiáticos desta parte do continente levaram os investigadores a suspeitar que, quando estes iranianos migraram do Crescente Fértil no Médio Oriente (onde foram encontradas as primeiras evidências da agricultura), levaram consigo o seu novo estilo de vida agrícola.

Pela primeira vez, uma equipa de cientistas conseguiu sequenciar o genoma de uma pessoa que estava enterrada num antigo cemitério desta civilização em Rakhigarhi, na Índia. Os resultados foram agora publicados na revista científica Cell.

A análise mostrou que os genes associados à ascendência iraniana vieram antes da época em que agricultores e caçadores-coletores dessa área se separaram uns dos outros. Ou seja, os ancestrais iranianos desta pessoa foram-se embora antes de a agricultura se ter espalhado pelo Irão.

“O nosso estudo mostra que a agricultura surgiu na Ásia Meridional ou através de invenção local, ou de adoção de ideias dos seus vizinhos ocidentais, ou alguma combinação entre ambas”, explica o geneticista David Reich, da Universidade de Harvard, nos EUA.

Ao comparar este genoma com os de outro estudo, publicado na revista Science, a equipa também teve algumas luzes sobre o comércio e os movimentos entre essas civilizações antigas. Onze indivíduos de Gonur, no Turquemenistão, e Shahr-i-Sokhta, no Irão, pertenciam ao mesmo grupo genético que o indivíduo da Ásia Meridional.

“Isto sugere que esses onze indivíduos eram migrantes ou descendentes recentes da Civilização do Vale do Indo”, declara Reich, apoiado pelas conexões culturais verificadas nos dois locais.

“Este indivíduo agora analisado fazia parte de uma população que é a maior fonte de ascendência em quase todos os asiáticos modernos da Ásia Meridional”, conclui.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …