Adiamento do Brexit ainda em cima da mesa. Juncker fala em situação “extremamente complicada”

Patrick Seeger / EPA

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker

Apesar de Londres ter chegado a acordo com Bruxelas, o acordo ainda não passou pelo Parlamento britânico. Em cima da mesa continua o adiamento do Brexit.

Os líderes mundiais mostram-se agradados e, acima de tudo, aliviados por finalmente terem chegado a um consenso para a saída ordenada do Reino Unido da União Europeia. Contudo, estão de pé atrás, porque pode voltar a haver um adiamento da saída — algo que todos querem ao máximo evitar.

O acordo passou por Bruxelas, mas não chegou ao Parlamento britânico. Os 27 da União Europeia mostraram ser flexíveis, cederam e acabaram com o backstop que incomodava o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. Mas nem tudo foram cedências por parte da UE, com, por exemplo, a Irlanda do Norte a ter de cumprir as regras europeias para bens, que ia contra as intenções de Boris.

“Concluímos um acordo, por isso não há justificação para um adiamento. Tem de ser feito agora”, reiterou Juncker.

No entanto, segundo o Expresso, Boris não tem maioria garantida no Parlamento e, em caso de chumbo no sábado, um pedido de extensão do prazo para o Brexit pode avizinhar-se. Desta forma, a batata quente passaria para a União Europeia, que poderia rejeitar o adiamento e forçar um “hard Brexit” no dia 31 de outubro.

A decisão cabe aos 27 da UE e basta apenas um “não” para que o adiamento caia por terra. “Não devíamos continuar esta discussão para além de outubro”, disse o presidente francês, Emmanuel Macron, há seis meses.

Na eventualidade de um pedido de adiamento, os chefes de Estado e de Governo deverão querer uma explicação mais plausível do que as oferecidas das restantes vezes. Por muito que ninguém queira prolongar este impasse, a situação pode descambar e levar a uma saída desordeira do Reino Unido.

Situação “extremamente complicada”

O presidente da Comissão Europeia alertou, na quinta-feira, para uma situação “extremamente complicada”, caso o Parlamento britânico rejeite o novo acordo para o ‘Brexit’, entre Bruxelas e Londres.

“Se isso acontecer, vamos encontrar-nos numa situação extremamente complicada”, disse Jean-Claude Juncker aos jornalistas, no final do primeiro dia da cimeira da UE em Bruxelas.

No mesmo dia, o presidente da Comissão Europeia descartou um novo adiamento da saída do Reino Unido da UE, prevista para 31 de outubro, defendendo que perante um acordo reformulado não há argumentos para novas extensões, mesmo que o Parlamento britânico rejeite o texto.

O acordo de saída revisto do Reino Unido da UE foi alcançado na quinta-feira entre a Comissão Europeia e o Governo britânico, e foi aprovado no mesmo dia pelos chefes de Estado e de Governo dos 27.

“O Conselho Europeu endossou este acordo […] Nessa premissa, o Conselho Europeu convida a Comissão, o Parlamento Europeu, e o Conselho a empreenderem os passos necessários para assegurar que o acordo entra em vigor a 1 de novembro de 2019”, declarou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

“A principal alteração é o facto de o primeiro-ministro [Boris] Johnson ter aceitado a existência de controlos alfandegários nos pontos de entrada na Irlanda do Norte. Este compromisso permite-nos evitar controlos entre a Irlanda e a Irlanda do Norte e assegura a integridade do mercado único”, notou.

O acordo tem agora de ser ratificado pelo Parlamento Europeu e pelo Parlamento britânico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …

Encontrado templo milenar usado em rituais pagãos de veneração da água

O local tem 3.000 anos, onde investigadores encontraram 21 sepulturas, bem como várias peças de cerâmica e anéis de cobre. O templo era usado em rituais pagãos de veneração da água. Uma equipa de arqueólogos encontrou …

Elon Musk diz que inovações da Neuralink vão conseguir curar o autismo

Musk disse que a sua empresa Neuralink iria "solucionar uma série de doenças neurológicas", entre as quais o autismo. Contudo, o autismo não é uma doença relacionada com o cérebro, mas sim uma perturbação do …

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …

A desertificação está progredir na Índia. Mas a solução pode estar no conhecimento tradicional

Quase 45% da área de Maharashtra está a transformar-se em deserto, assim como uma grande parte da Índia. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ritmo da desertificação no país é agora …

Um dos videojogos mais famosos do mundo é acusado de propaganda anti-Rússia

Call of Duty é uma das franquias de maior sucesso na história dos videojogos, mas atualmente existem pedidos para boicotar o seu último lançamento devido à descrição de conflitos militares do jogo. Call of Duty: Modern …

Nova aplicação rastreia todos os seus passos em troca de descontos

Todas as pessoas gostam de aproveitar descontos, negócios e saldos. A Miles é uma nova aplicação que lhe oferece isso em troca de algo: a sua privacidade. A app rastreia todos os seus movimentos, disponibilizando descontos …