“Parem o petróleo”: adepto prende-se num poste durante o Everton-Newcastle

1

Reprodução

Momento muito invulgar neste jogo da Premier League, que terminou aos 105 minutos e que foi decidido com um golo aos 98 minutos.

Várias coisas anormais decorreram no jogo da Premier League, nesta quinta-feira, entre Everton e Newcastle. Um encontro em atraso, da 20.ª jornada.

O momento mais insólito verificou-se logo no arranque da segunda parte, ao quarto minuto do segundo tempo: o duelo foi interrompido porque estava um adepto…preso num poste.

O adepto saltou da bancada, aproximou-se da baliza onde estava o guarda-redes do Everton e amarrou-se ao poste, com um atilho aparentemente resistente – a situação não se resolveu rapidamente e só um alicate bem grande acabou com a situação.

O jovem apresentava uma camisola que indicava: “Parem o petróleo”. Seria um manifestante contra a utilização de combustíveis fósseis.

Ah, e sobre o jogo: o Everton venceu por 1-0 e assim quebrou uma série de quatro derrotas consecutivas (e oito nos últimos nove jogos), estando agora três pontos acima da zona de descida de divisão. O Newcastle está um pouco mais acima, no 14.º lugar.

A primeira parte não foi muito interessante. O Everton rematou uma vez na direcção da baliza e o Newcastle nunca foi capaz de incomodar muito a defesa de Liverpool.

Aos 82 minutos a equipa da casa ficou com menos um jogador: Allan foi expulso depois de uma falta dura – embora a decisão tenha originado muitos protestos.

Mesmo com 10 jogadores, e já com André Gomes no relvado (entrou aos 87 minutos), o Everton marcou aos 98 minutos, por Alex Iwobi. Foi o golo mais tardio na Premier League desde o golo que Bruno Fernandes apontou em Setembro de 2020, no Manchester United-Brighton.

E o jogo terminou aos…105 minutos. O treinador do Everton, Frank Lampard, não se cansou de abraçar os seus jogadores, num ambiente de euforia evidente.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.