As abelhas conseguem contar com apenas quatro neurónios

Carly & Art / Flickr

As abelhas conseguem resolver tarefas de contagem com um número muito reduzido de células nervosas no cérebro, segundo uma pesquisa recente levada a cabo por uma equipa de cientistas da Universidade Queen Mary, em Londres.

Para entender como é que as abelhas contam, uma equipa de cientistas da Universidade Queen Mary, em Londres, simulou um “cérebro” miniatura muito simples num computador com apenas quatro células nervosas – muito menos do que possui o cérebro de uma abelha real.

O cérebro simulado conseguiu facilmente contar pequenas quantidades de objetos ao inspecioná-los de perto, um de cada vez – ao contrário do que acontece com os seres humanos, que olham para todos os objetos e conseguem contá-los todos de uma só vez.

Neste estudo, publicado recentemente na revista iScience, os investigadores propõem que este comportamento inteligente das abelhas torna a tarefa complexa de contar muito mais fácil do que na verdade é, permitindo que os animais exibam habilidades cognitivas impressionantes com o mínimo de poder intelectual.

Estudos anteriores mostraram que as abelhas podem contar até quatro ou cinco objetos, podem escolher o menor ou maior número de um grupo e até mesmo escolher o “zero” contra outros números quando treinadas para escolher “menos”.

Os investigadores entendem que as abelhas conseguiram esta proeza não entendendo conceitos numéricos, mas sim usando movimentos de voo específicos para inspecionar de perto os objetos que moldam a sua entrada visual e simplificam, assim, a tarefa até ao ponto em que ela requer o mínimo de poder intelectual.

Esta descoberta demonstra que a inteligência das abelhas – e, potencialmente, de outros animais -, pode ser mediada por números muito pequenos de células nervosas, adianta o Phys.org.

Este estudo pode ter implicações na Inteligência Artificial (IA), dado que os robôs autónomos eficientes precisarão de contar com algoritmos robustos, computacionalmente baratos, e poderão beneficiar do emprego de comportamentos de varredura inspirados em insetos, nomeadamente nas abelhas.

Vera Vasas, da Universidade Queen Mary e autora principal do artigo, disse que este modelo “mostra que, apesar de a contagem geralmente exigir inteligência e cérebros grandes, pode ser facilmente feita com o menor dos circuitos de células nervosas“.

“Sugerimos que o uso de movimentos de voo específicos explique a capacidade de contagem de abelhas, o que significa que a tarefa de contar requer pouco poder intelectual”, concluiu.

As abelhas têm apenas um milhão de células nervosas, o que lhes confere muito pouco poder intelectual. Em comparação, os humanos têm 86 mil milhões de células nervosas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vigaristas burlaram mulher de 90 anos em 32 milhões de dólares

Uma mulher de Hong Kong, de 90 anos, foi defraudada em 32 milhões de dólares por burlões que se fizeram passar por agentes policiais chineses, via chamada telefónica. A Agence France-Presse (AFP) escreve que um jovem …

Descoberta casa onde viveu a histórica abolicionista negra Harriet Tubman

A casa do pai de Harriet Tubman foi descoberta por arqueólogos em Maryland, anunciaram autoridades do Harriet Tubman Underground Railroad Visitor Center esta terça-feira. O local onde Ben Ross viveu - apelidado de Ben 10 …

Autoridades da Austrália querem proibir uso de roupas casuais (no escritório e em teletrabalho)

Em fevereiro, um dos maiores departamentos governamentais da Austrália listou botas Ugg, chinelos e roupas desportivas, como camisolas de futebol, entre as peças de roupa consideradas demasiado casuais para o trabalho. As regras do Departamento de …

Cavaco cita o seu próprio livro para responder à comissão de inquérito ao Novo Banco

O ex-Presidente da República respondeu à comissão de inquérito ao Novo Banco recorrendo a transcrições do seu livro "Quinta-feira e Outros Dias". Nas respostas "ao grupo de questões relacionadas com a crise do BES", a que …

"Um dia histórico". Governo aprova Estatuto dos Profissionais da Cultura

A ministra da Cultura confirmou, esta quinta-feira, que foi aprovado o Estatuto dos Profissionais da Cultura, que vai seguir agora para consulta pública, lembrando que ainda "existe espaço para melhorias". Na conferência de imprensa depois do …

Biden prepara-se para reconhecer massacre arménio como genocídio

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, está a preparar-se para reconhecer formalmente os massacres arménios do início do século 20 como genocídio, cumprindo assim uma promessa que fez durante a sua campanha, decisão …

Football Leaks. Consultor de cibersegurança aponta para ataque único à Doyen

A intrusão no sistema informático da Doyen terá resultado de um único ataque conduzido por uma pessoa e não várias, defendeu na quarta-feira o consultor inglês de cibersegurança contratado pelo fundo de investimento, no julgamento …

Cavaco Silva volta a estar ausente das cerimónias do 25 de Abril

O ex-Presidente da República já informou que não vai marcar presença na cerimónia comemorativa dos 47 anos do 25 de Abril, este domingo, no Parlamento, por continuar "a respeitar as regras sanitárias". Fonte oficial do gabinete …

No dia da Terra, os líderes mundiais juntaram-se para "passar à ação"

A Casa Branca organizou uma Cimeira de Líderes sobre o Clima, que decorre de forma virtual e durante dois dias. Começou esta quinta-feira, dia em que se comemora o Dia da Terra, e junta cerca …

Detido em Itália homem que terá fornecido arma ao autor do atentado de Nice em 2016

Um homem que teria fornecido uma arma ao autor do atentado com um caminhão na cidade francesa de Nice, em 14 de julho de 2016, foi detido na Itália, anunciaram na quarta-feira vários veículos de …