A culpa é dos Neandertais

(dr) Joe McNally, National Geographic

Wilma, uma fêmea reconstituída a partir de DNA neandertal, era ruiva, de olhos claros, pálida e tinha sardas – como quase todos os neanderthals

De acordo com novos estudos genéticos que identificaram quantos dos nossos traços devemos aos nossos antepassados, se tem dificuldade se bronzear, é uma pessoa muito nocturna ou tem artrite, então os seus antepassados neandertais podem ser os culpados.

Segundo um estudo publicado no American Journal of Human Genetics de Neanderthal, estes nossos parentes ancestrais chegaram ao norte da Europa milhares de anos antes dos humanos modernos, o que lhes deu tempo para se adaptarem ao clima e à intensidade da radiação solar.

Quando os Homo neanderthalensis se cruzaram com os Homo Sapiens, os humanos modernos, esses genes pálidos foram transmitidos.

Também um outro estudo, publicado na revista Science, sustenta que algumas das características do homem moderno foram herdadas dos antigos neandertais, como as que predispõem as pessoas à artrite – ou a ser uma pessoa nocturna, que fica acordada até tarde em vez de render mais durante o dia.

Esta última característica deve-se ao facto de as latitudes do norte da Eurásia terem alterado o relógio circadiano dos neandertais.

Os cientistas compararam o DNA neandertal antigo com o de  112 mil britânicos que participaram num estudo do UK Biobank, que junta dados genéticos com informações sobre muitos traços relacionados com a aparência física, dieta, exposição ao sol, comportamento e doenças.

Os resultados da análise permitiram concluir que a cor de cabelo, humor, propensão a fumar ou a ter um transtorno alimentar são todos traços que podem estar relacionados com o cruzamento da espécie humana moderna com neandertais.

Quando os humanos modernos chegaram à Eurásia, há cerca de 100 mil anos, os neandertais já aqui viviam há milhares de anos e estavam provavelmente melhor adaptados a níveis mais baixos e variáveis de luz solar do que os recém-chegados de África.

“A cor da pele e do cabelo, os ritmos circadianos e o humor são todos influenciados pela exposição à luz”, diz Janet Kelso, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva, na Alemanha.

“A exposição ao sol pode ter moldado os fenótipos neandertais e esse fluxo de genes nos seres humanos modernos continua a contribuir para a variação destes traços nos dias de hoje”, diz a cientista.

Com base em novo material genético retirado de uma mulher neandertal que viveu na Croácia há cerca de 50 mil anos, os cientistas estimam agora que os europeus devem 2,6% do seu DNA aos neandertais, e não os 2,1% que se pensava anteriormente.

Endogamia

Um estudo separado da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, também deu indícios da razão pela qual as populações neandertais se extinguiram, enquanto os humanos modernos prosperaram. E não é porque não tinham agasalhos, mas pela consanguinidade.

Os primeiros humanos parecem ter sentido os perigos da endogamia, a união entre indivíduos aparentados, geneticamente semelhantes, há pelo menos 34 mil anos, e desenvolveram redes sociais e de acasalamento surpreendentemente sofisticadas para o evitar.

Estudos genéticos de esqueletos do Paleolítico Superior na Rússia não mostram endogamia nos seres humanos modernos, ao contrário dos neandertais, onde a consanguinidade pode ser encontrada em mutações genéticas.

Objectos e jóias encontrados no local, ligados a diferentes tribos, também sugerem que os seres humanos modernos seleccionavam parceiros a partir de grupos maiores de pessoas e realizavam cerimónias de casamento rudimentares, trocando objectos preciosos.

A variedade de parceiros é certamente importante do ponto de vista da evolução: a selecção natural actua escolhendo os melhores genes, de entre as variações disponíveis.

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. «O que lhes deu tempo para que a sua pele ficasse mais pálida, uma vez que os seus corpos se esforçavam mais para absorver a luz solar.» — Estes jornalistas ou não percebem nada do assunto ou já se esqueceram de que a “teoria dos caracteres adquiridos” de Lamarck — que é o que estão a descrever nessa frase — foi abandonada após o advento da teoria da evolução de Darwin (que também já está a ser posta em causa: há quem afirme que o ‘homo sapiens’ poderá ter sido criado por manipulação genética extraterrestre).

    • Caro Joca,
      Sendo fanaticamente darwinista, devo confessar-lhe que considero mais verosímil que o pescoço das girafas cresce à moda lamarckiana do que que o ‘homo sapiens’ possa ter sido criado por manipulação genética extraterrestre.
      Mas gostei muito do Prometheus.

  2. «O que lhes deu tempo para que a sua pele ficasse mais pálida, uma vez que os seus corpos se esforçavam mais para absorver a luz solar.» – as peles pálidas não se esforçam mais para absorver a luz solar, são sim mais eficientes a absorver a luz solar, o que é uma adaptação a climas com menor radiação solar por unidade de área. Não é por acaso que as peles muito brancas (com pouca melanina) se queimam facilmente quando em exposições prolongadas ao sol. Em climas mais próximos dos trópicos a necessidade é, pelo contrário, de resistir à radiação solar, pelo que as peles ficam mais escuras (por efeito da protectora melanina)

RESPONDER

Afinal, "cura milagrosa" para o cancro pode matar

O jornal britânico The Guardian denuncia o esquema do autoproclamado "Genesis II Church of Health and Healing" - que na verdade não é nem uma igreja nem uma instituição de saúde. Este sábado terá lugar em …

Há uma cidade na Venezuela que é "invisível"

Guanta está lá, embora não seja fácil vê-la. Vistas a partir de El Morro, do outro lado da baía, as suas luzes piscam sob uma nuvem baixa. É uma nuvem diferente das outras, mais espessa, mais …

Há novas regras para subir ao Everest. E é preciso apresentar currículo

O Nepal acaba de anunciar novas regras para escalar o Evereste. Com 8848 metros de altitude, é a montanha mais alta do mundo e verdadeira obsessão para alguns alpinistas, colecionadores de cumes, e cujo número …

"Não há comida, nem dinheiro". Bolsonaro reduz horário do exército

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse esta sexta-feira que todo o país "está sem dinheiro", o que levará o Exército a trabalhar em horário reduzido, acrescentando que há falta de comida para os recrutas. "O Exército …

“Vacinada contra o socialismo”, Zita Seabra troca PSD pelo Iniciativa Liberal

A ex-dirigente comunista Zita Seabra, que até há poucos meses era militante do PSD, deixou os sociais-democratas para os trocar pela recém-criada Iniciativa Liberal. Zita Seabra disse ao Expresso que acredita que “os caminhos para refazer …

O bom gigante que quis voltar agora não quer sair

O Sporting ainda está a preparar o plantel para a época que acaba de arrancar, e a cada vez mais provável permanência de Bruno Fernandes obriga a SAD a vender alguns dos seus ativos. Bas …

"Lá vai o 'experto' dos pneumáticos". Ana Gomes volta a provocar Luís Filipe Vieira

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes, utilizou um artigo publicado na revista económica norte-americana Forbes para voltar ao tema do financiamento de clubes de futebol. Nas redes sociais, Ana Gomes provocou o "experto dos pneumáticos" com a …

Fenprof acusa Governo de eleitoralismo com antecipação de colocação de docentes

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) acusou o Ministério da Educação de ter mais interesse nas eleições do que nas escolas e nos professores, comentando desta forma a antecipação da divulgação das listas de colocação …

Guimarães vê perigo em pedreiras e fecha estrada. Ministério do Ambiente não

A freguesia de Airão Santa Maria tem uma estrada encerrada entre duas pedreiras desde março. A Câmara Municipal de Guimarães entendeu que estava em causa a segurança da população e mandou cortar o caminho com …

Água do mar está mais fria no Algarve do que no Minho (e já se sabe porquê)

Nas regiões mais a sul do país, em especial na costa ocidental mas mesmo em algumas zonas do Algarve, a água do mar está mais fria do que no norte do país. A culpa, escreve o …