90% dos idosos preferem ficar a viver em casa

(dr) Stannah

-

90% das pessoas com mais de 65 anos querem ficar na sua própria casa, por tanto tempo quanto possível – mesmo que, por razões de segurança, tenham que efetuar estruturais alterações na residência.

Quando compramos uma casa, por vezes, não nos lembramos de que com o passar dos anos esta poderá não estar devidamente adaptada para envelhecermos de forma segura e independente.

Há dez ou 15 anos atrás, comprar o duplex dos seus sonhos parecia-lhe uma grande ideia, não era?

Infelizmente, a maior parte das casas não foram construídas a pensar nas exigências de mobilidade que vão crescendo à medida que a nossa idade aumenta.

A par desta situação, diversos estudos de entidades como a Organização Mundial da Saúde comprovam que é no conforto do nosso lar que os acidentes graves acontecem, sendo as pessoas com mais de 65 anos as mais afetadas.

Estes estudos dão especial destaque às quedas nas escadas, que são a principal causa de morte nos idosos em acidentes que acontecem em casa.

No entanto, cair das escadas não é um resultado inevitável do envelhecimento. Adotar algumas das melhores práticas de prevenção de quedas permite diminuir dramaticamente este tipo de acidentes.

De acordo com um estudo realizado pela National Conference of State Legistatures em conjunto com a AARP, cerca de 90% das pessoas com mais de 65 anos desejam ficar na sua própria casa, por tanto tempo quanto possível, e 80% acredita que a sua residência atual é onde vão viver para sempre.

Do total dos inquiridos que admitiram já ter efetuado alterações nas suas casas com o objetivo de envelhecer no conforto do seu lar, 70% assumiram que o fizeram por razões de segurança e 60% afirmaram que queriam aumentar a sua capacidade de viver de forma independente.

Um elevador de escadas é muitas vezes a solução ideal para reclamar a mobilidade em casa

Um elevador de escadas é muitas vezes a solução ideal para recuperar a mobilidade em casa

Das diversas adaptações efetuadas para aumentar a segurança e a capacidade de viver de forma independente em casa, destaca-se a preocupação com o risco de queda nas escadas de casa, situação que leva a maior parte dos idosos a viverem inseguros e a dependerem de terceiros para conseguirem ter uma vida ativa.

Recupere o segundo andar da sua casa

Se pertence ao grupo de pessoas que preferem envelhecer em casa, mas para quem as escadas que há 15 anos atrás lhe pareciam “um problema menor” são agora um obstáculo, não desespere e pense duas vezes antes de mudar de casa.

A Stannah, empresa especialista em soluções de mobilidade para idosos, enumerou alguns cuidados simples a ter para prevenir a queda nas escadas da sua casa.

  • Suba e desça as escadas sempre com a luz acesa: certifique-se de que as escadas da sua casa estão iluminadas quando pretende utilizá-las. Objetos espalhados pelas escadas são mais fáceis de serem vistos quando existe uma boa iluminação.
  • Prefira corrimões fortes: um corrimão pode ajudá-lo a manter o equilíbrio enquanto sobe ou desce as escadas da sua casa, mas certifique-se que este equipamento é suficientemente resistente.
  • Utilize calçado apropriado: normalmente, preferimos andar descalços ou de chinelos quando estamos em casa, mas esta pode não ser uma boa solução especialmente quando as nossas escadas de casa são de madeira lisa. Sugerimos que calce uns sapatos quando pretender subir ou descer as escadas da sua residência.
  • Antes de subir, analise com atenção as suas escadas: principalmente se é frequente ter crianças em casa. Por vezes, os netos deixam objetos espalhados pelas escadas como brinquedos e nunca é demais verificar se as suas escadas estão desimpedidas deste tipo de obstáculos antes de subi-las ou desce-las.
  • Escolha um elevador de escadas de qualidade: poderá tomar várias precauções para evitar a queda nas escadas, mas a obtenção de um elevador de escadas é muitas vezes a melhor opção e, sem dúvida, a mais segura. Os elevadores de escadas praticamente eliminam o risco de queda nas escadas e este equipamento está munido de vários sistemas de segurança, desde sensores de paragem automática para evitar a colisão com algum obstáculo nas escadas, cinto de segurança ou a rotação automática da cadeira no topo das escadas.

Apesar de a Stannah considerar que um elevador de escadas é a solução mais segura quando se trata de reduzir o risco de queda nas escadas, poderá combinar algumas das sugestões acima com a instalação de um destes equipamentos.

Afinal, ter as escadas iluminadas e sem obstruções é sempre uma boa prática, mesmo com um elevador de escadas instalado – e como diz o ditado, “mais vale prevenir que remediar”.

AEIOU / Stannah

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …

Embaixada da China reage com "forte indignação” às declarações de Pompeo em Lisboa

A embaixada da China em Portugal reagiu esta sexta-feira com “forte indignação e firme oposição” às declarações do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, sobre o governo e empresas chineses, durante a visita que fez …