Plantar 80 mil árvores na capital até 2021 é o objetivo de Medina

Fernando Medina quer que a capital aumente os seus espaços verdes. Esta terça-feira, anunciou que é sua intenção que a capital venha a contar com mais 80 mil árvores até ao final do mandato, em 2021.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa anunciou, esta terça-feira, que é sua intenção que Lisboa venha a contar com mais 80 mil árvores e mais áreas verdes até ao final do seu mandato, em 2021. Fernando Medina avançou com esta informação na reunião da Assembleia Municipal de Lisboa.

Durante a sua intervenção, o autarca debruçou-se maioritariamente sobre o facto de Lisboa ter sido escolhida na semana passada como Capital Verde Europeia em 2020.

Nos últimos anos, houve em Lisboa um aumento de “mais de 200 hectares de zonas verdes”. “É um aumento que queremos prosseguir com mais corredores verdes, com mais zonas verdes, com mais parques, com zonas integradas, com mais zonas de lazer”, disse Medina.

O presidente da Câmara de Lisboa quer assim dotar a cidade de “zonas verdes que cumpram o objetivo de redução da onda de calor“.

Isto passa pela “plantação de mais 80 mil árvores até ao final do mandato, que permitam ser um grande efeito para a redução da temperatura na cidade de Lisboa, mas que ao mesmo tempo cumpram um plano de apoio à biodiversidade, que cumpram o objetivo do apoio à mobilidade, que cumpram o objetivo de apoio ao plano de drenagem e à retenção de águas de forma natural nas zonas que são criadas”.

E, acrescenta, “que sejam também um instrumento de apoio à redução do ruído na cidade de Lisboa”.

Para Fernando Medina, “a política de expansão das áreas verdes é uma política central do ponto de vista da qualidade de vida, do ponto de vista da mobilidade, mas fundamentalmente do ponto de vista da sustentabilidade ambiental da cidade de Lisboa”.

Apesar de não ter especificado onde se irão localizar todas as novas zonas verdes, o responsável afirmou que o projeto de requalificação da Praça de Espanha prevê um jardim “terá dimensão superior a duas vezes o Jardim da Estrela”.

“Esta agenda de sustentabilidade é, no fundo, a agenda do futuro da cidade de Lisboa”, sustentou Fernando Medina.

Em resposta à deputada do PPM, o socialista manifestou ter “total confiança nas juntas de freguesia para aplicação do regulamento do arvoredo e das suas competências nessa matéria”, depois de a Câmara ter voltado a assumir a gestão do arvoredo no eixo entre a Praça dos Restauradores, Avenida da Liberdade e Campo Grande.

Segundo Medina, esta opção teve a ver com “uma questão prática”, uma vez que estão envolvidas várias freguesias.

No futuro, afirmou, esta medida poderá ser alargada também à Avenida 24 de Julho.

Também na intervenção inicial da informação escrita, Medina adiantou que os autocarros que foram adquiridos para reforçar a frota da Carris irão “chegar em setembro”. No início de fevereiro, a Câmara de Lisboa assinou o processo de aquisição de 165 novos autocarros movidos a gás natural comprimido, e na altura apontou que uma centena deles deveriam estar nas ruas até ao final do ano.

A estes juntar-se-ão veículos elétricos, que deverão chegar no primeiro trimestre de 2019, para renovar e ampliar a frota atual.

Na sessão plenária, Fernando Medina foi ainda questionado pelo PSD se “tem alguma novidade sobre algum processo judicial mais relevante nos últimos dias”, mas o presidente da Câmara da capital não respondeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Você é tolo hominho. Deixe vir o próximo terramoto para deitar a baixo a cangalhada que Lisboa é – dizem as bruxas que ocorrerá em Agosto quando isso está transformado em sodoma e gomorra- e se vossemecê não levar com um calhau nos cor** ou não for na cheia (marnoto) aplane todo o terreno e construa casas apenas com dois andares e com uma base um terço maior que o restante para serem efectivamente seguras. Depois dote-as de uma horta jardim para que os filh** da pu** que aí vivem aprenderem a produzir o que comem e obrigue a que cada horta tenha quatro árvores. Proíba carros, comboios, pontes e aeroportos, transforme isso num paraíso ecológico como era há escassos 100 anos e, então sim, terá conseguido um grande objetivo na travagem das alterações climáticas. Plantar agora 80 mil árvores no meio de tanto betão e porcaria só se for para mais facilmente mijar no tronco delas. Tenha juízo.

RESPONDER

Mulher agride médica na Urgência do Hospital de Águeda

Uma médica foi agredida, esta quinta-feira, na Urgência do Hospital de Águeda, por uma mulher que acompanhava o filho a uma consulta. De acordo com o Jornal de Notícias, a médica, de 33 anos, que estava …

Polícia do Rio de Janeiro matou cinco pessoas por dia em 2019

A polícia do Rio de Janeiro matou 1.810 pessoas em 2019, um recorde de cinco mortes por dia e um aumento de 18% em relação ao ano anterior, informou o Instituto de Segurança Pública (ISP) …

Governo dedica 20 milhões do Orçamento ao combate à violência doméstica

O orçamento total para combater a violência doméstica em 2020 é de 20,3 milhões de euros, adiantou na quinta-feira a ministra de Estado e da Presidência no Parlamento, Mariana Vieira da Silva, sublinhando o reforço orçamental …

Chega quer câmaras nas fardas e nos carros-patrulha

O Chega, liderado por André Ventura, apresentou um projeto de resolução a defender que os agentes das forças de segurança nacionais devem poder utilizar câmaras, que seriam introduzidas nas fardas e nos carros-patrulha. O partido liderado …

"Não tenho o apoio de Assunção Cristas", diz João Almeida

O candidato à liderança do CDS-PP defende que o partido deve, no imediato, fortalecer-se e depois participar numa "plataforma à direita" de alternativa ao PS, com o PSD, mas sem o Chega. "A alternativa à governação …

Campanha internacional quer salvar leões subnutridos em parque no Sudão

Várias fotografias de leões subnutridos no zoo de Al-Qureshi, no Sudão, atraíram a atenção de milhares de pessoas, que tentam agora salvar os animais. O fotógrafo Ashraf Shazly encontrou cinco leões malnutridos, enjaulados e sem …

Joacine Katar Moreira defende mais direitos para deputados não inscritos em partidos

A deputada única do Livre, Joacine Katar Moreira, defendeu nesta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos, durante uma reunião do grupo de trabalho para racionalizar os votos objecto de …

Nova universidade internacional de Soros pretende combater populismo e alterações climáticas

O filantropo multimilionário George Soros vai investir mil milhões de dólares (cerca de 904 milhões de euros) numa universidade internacional que terá como foco a oposição a governos autoritários e às alterações climáticas. Segundo avançou o …

"O índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual a nós", diz Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse, durante um vídeo em direto em que comentava a criação do Conselho da Amazónia, que "o índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual …

Jorge Brito Pereira deixa de ser advogado de Isabel dos Santos

O advogado anunciou, esta sexta-feira, que saiu da sociedade de advogados Uría Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional e, como consequência, vai cessar "o patrocínio jurídico" à empresária angolana. "Face às informações publicadas nos …