Com o ano lectivo no fim, há 300 mil euros para “Ciência na Escola” retidos no Ministério

Miguel A. Lopes / Lusa

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues

A 16.ª edição do Prémio “Ciência na Escola”, promovido pela Fundação Ilídio Pinho e financiado pelo Ministério da Educação, não correu como o esperado. Ao contrário de outras edições e quando estamos no fim do ano lectivo, a verba pública para o projecto não chegou a sair do Ministério.

Vários alunos, professores e escolas com projectos para o “Ciência na Escola” viram as suas expectativas goradas e, em vários casos, as ideias não saíram do papel dada a falta de verbas, como apurou a Renascença.

O “Ciência na Escola” visa estimular o interesse dos estudantes pela Ciência, abrangendo todos os graus de ensino, desde o pré-escolar ao secundário, prevendo apoios financeiros que vão dos 200 aos 500 euros.

A verba global prevista neste ano lectivo para apoio ao programa é de 300 mil euros. Os prémios para os projectos seleccionados deveriam ter sido entregues em Fevereiro, mas ainda não chegaram às escolas, como reporta a Renascença.

Nunca nos passou pela cabeça que o Governo não iria cumprir a parte que tinha sido acordada”, refere na Rádio o director-geral da Escola Global, Nuno Moutinho, que dirige duas escolas privadas que apresentaram 12 projectos ao prémio e que os desenvolveram com verbas próprias.

Mas no caso de outras escolas, os projectos foram simplesmente abandonados por falta de dinheiro.

Ministério culpa Fundação e atraso na documentação

A complicação resultará das alterações efectuadas ao funcionamento do prémio que levaram a que o Ministério da Educação passasse a assumir maiores responsabilidades financeiras na iniciativa da Fundação Ilídio Pinho.

Mas numa nota enviada à Renascença, o gabinete de Tiago Brandão Rodrigues atribui à Fundação a culpa pela demora na transferência do dinheiro, alegando que “cabe à Fundação Ilídio Pinho proceder ao pagamento dos subsídios a cada escola” e que só “recentemente” o Ministério “recebeu toda a documentação para proceder à transferência do apoio estatal àquela fundação”.

O Ministério da Educação também refere que “o procedimento” está “prestes a ficar concluído”.

Do lado da Fundação, esclarece-se, numa nota no site oficial, que continuam “a aguardar que o Ministério da Educação proceda à transferência do valor acordado para pagar estes subsídios”, bem como à divulgação da “lista das escolas a quem eles se destinam e respectivos montantes e dados bancários”.

Depois disso, será assegurado “o pagamento imediato dos subsídios às escolas, em nome do Ministério da Educação”, conclui a Fundação Ilídio Pinho.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Procuradores deixam cair acusação de agressão sexual contra Kevin Spacey

Procuradores retiraram, esta quarta-feira, as acusações contra o ator norte-americano sobre uma alegada agressão sexual a um jovem, em 2016, invocando a falta de disponibilidade da testemunha. Citando documentos publicados por órgãos de comunicação locais, várias …

Governo prepara rede de abastecimento de emergência de combustíveis

O objetivo é criar um "sistema logístico alternativo de distribuição de combustíveis". Em Abril, a greve dos camionistas fez com que muitas bombas ficassem sem combustível. O secretário de Estado da Energia diz que está a …

Mário Centeno pode vir a suceder a Christine Lagarde no FMI

Um dia depois de Christine Lagarde ter apresentado oficialmente a carta de demissão do cargo de diretora administrativa do Fundo Monetário Internacional (FMI), os ministros das finanças da Alemanha, Itália e França estão a discutir …

Votação inédita com um deslize da AR TV. Direita e Esquerda alinhadas no caso CGD

O relatório final da comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi aprovado por unanimidade. É a primeira vez que todos os partidos se juntam, no mesmo lado da barricada, num inquérito …

Rui Rio afasta Hugo Soares das listas para as legislativas

O presidente do PSD, Rui Rio, afastou o antigo líder parlamentar do partido Hugo Soares das listas para as legislativas de outubro, escreve o i esta quinta-feira. De acordo com o diário, Hugo Soares não deverá …

Segurança de Notre Dame demorou 30 minutos a chamar bombeiros

O primeiro alerta de "fogo" terá surgido no painel de controlo do monumento às 18h18 locais, no dia 15 de abril, mas só 25 minutos depois foram verificar se algo se passava na cobertura da …

EUA revelam preocupação com desenvolvimento de armas nucleares russas

Os EUA demonstraram esta quarta-feira preocupação com o desenvolvimento de armas nucleares não estratégicas por parte da Rússia, numa reunião com uma delegação russa, na Suíça, para tentar “reduzir mal-entendidos”. A reunião em Genebra, que juntou …

Bastonário dos Médicos diz desconhecer acordo sobre Lei de Bases da Saúde

O bastonário da Ordem dos Médicos disse hoje desconhecer o acordo parlamentar sobre a Lei de Bases da Saúde e considerou "no mínimo estranho” que os portugueses não tenham acesso a um documento tão importante …

OMS decreta estado de emergência global devido ao Ébola na República Democrática do Congo

A epidemia de Ébola que se faz sentir na República Democrática do Congo foi considerada esta quarta-feira uma emergência global de saúde pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros …

Os Vikings podem ter fumado canábis enquanto exploravam a América do Norte

A descoberta do pólen de canábis perto de um assentamento Viking na Terra Nova levanta a questão sobre se os vikings fumavam ou comiam canábis enquanto exploravam a América do Norte. Os investigadores também encontraram evidências …