Japão publica níveis de radiação em Fukushima face a dúvidas de Seul

cephir / Flickr

A Embaixada do Japão em Seul começou a publicar diariamente os níveis de radiação na região de Fukushima, em resposta às preocupações renovadas na Coreia do Sul sobre os efeitos do desastre nuclear de 2011.

A medição diária, que compara os níveis de radiação em duas cidades da região de Fukushima com Tóquio e Seul, surge também num contexto de crescentes tensões entre os dois países. “O interesse pelos níveis de radiação no Japão aumentou recentemente, especialmente na Coreia do Sul”, indica aquela representação diplomática, no seu site oficial.

As relações entre os dois vizinhos têm se deteriorado devido a uma profunda disputa histórica sobre os trabalhadores coreanos recrutados à força por empresas japonesas durante a ocupação da península coreana pelo Japão (1910-1945).

Os dois países impuseram recentemente restrições comerciais um ao outro, enquanto a Coreia do Sul também reforçou os controlos de radiação sobre as importações de produtos alimentares japoneses.

Alguns deputados sul-coreanos também pediram uma proibição de viajar em partes do Japão e um boicote aos Jogos Olímpicos de Tóquio, no próximo ano, citando alegados riscos de radioatividade.

“O Governo japonês espera que a compreensão dos sul-coreanos sobre os níveis de radiação no Japão melhore, enquanto continuamos a fornecer informações precisas, baseadas em evidências científicas e claramente explicadas”, insistiu a Embaixada.

De acordo com o último boletim publicado pela Embaixada, que reúne dados das autoridades reguladoras de ambos os países, o nível de radiação registado na cidade de Fukushima foi de 0,135 microsievert por hora (unidade usada para dar uma avaliação do impacto da radiação ionizante sobre os seres humanos), quase como em Seul (0,120).

Em Tóquio, a taxa foi ainda mais baixa do que em Seul (0,036 microsieverts), tal como o foi na cidade de Iwaki (0,060), situada a apenas 30 quilómetros da central nuclear de Fukushima Daiichi, devastada pelo tsunami de 11 de março de 2011.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Príncipe germânico foi enterrado com seis mulheres em redor de um caldeirão

Um cemitério pertencente a um senhor de alto estatuto foi descoberto na Saxónia-Anhalt, perto de Brücken-Hackpfüffel, numa escavação que os arqueólogos estão a descrever como a mais importante dos últimos 40 anos da história da …

Entre interrupções e insultos, Biden chama palhaço a Trump (e este põe em causa a sua sanidade mental)

Aconteceu ontem o primeiro de três debates, nos quais os candidatos republicano e democrata à Casa Branca - Donald Trump e Joe Biden - têm oportunidade de apresentar aos eleitores norte-americanos as suas propostas para …

Europa alarga restrições. Alemanha limita festas, Eslováquia em emergência e Itália não facilita

Os país europeus estão a anunciar novas medidas restritivas contra a covid-19, num altura em que o número de infeções voltou a aumentar e o inverno está a chegar. De acodo com o Diário de Notícias, …

Jogos da seleção com Espanha e Suécia vão ter adeptos nas bancadas

Os próximos jogos da seleção portuguesa frente à Espanha e à Suécia, no estádio Alvalade XXI, foram autorizados a receber público, revelou, esta terça-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "No jogo de preparação entre as …

Santos Silva rejeita apoio a Ana Gomes (e diz que polémica com embaixador dos EUA foi ultrapassada)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, falou, em entrevista à TVI24 esta terça-feira, sobre a aprovação do Orçamento de Estado para 2021 e as eleições presidenciais e desvalorizou a polémica com o embaixador …

Santa Clara-Gil Vicente vai ser o primeiro jogo da I Liga com público

O jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga, vai ter uma assistência de mil pessoas, sendo o primeiro jogo profissional da época a ter público no estádio …

Uma rara "anomalia climática" agravou a 1.ª Guerra e a gripe espanhola

Uma equipa de cientistas descobriu uma anomalia climática que ocorre uma vez em cada 100 anos durante a I Guerra Mundial, que provavelmente aumentou a mortalidade durante a guerra e a pandemia de gripe nos …

Marcelo defende que "ninguém lhe perdoaria" se permitisse agora uma crise política

O Presidente da República defende que "ninguém lhe perdoaria" se permitisse a criação de condições para uma crise política no atual contexto de crise sanitária e consequente crise económica. Marcelo Rebelo de Sousa defendeu esta …

"Cada qual no seu lugar". Jerónimo avisa Marcelo que “tudo tem limites” nos poderes presidenciais

O secretário-geral do PCP avisou Marcelo Rebelo de Sousa que “tudo tem limites” quanto aos poderes presidenciais, face aos sucessivos apelos para a viabilização do Orçamento do Estado de 2021 pela esquerda ou pelo PSD. “Cada …

Ferro Rodrigues não aceita projeto de lei do Chega por inconstitucionalidade

O projeto de lei do Chega para limitar o cargo de primeiro-ministro e outros governantes apenas a portadores de nacionalidade portuguesa originária foi rejeitado pela Assembleia da República devido a inconstitucionalidade. O despacho do presidente da …